Oportunidades externas

O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, está com inscrições abertas para doutorado direto em computação. A modalidade permite aos recém-formados ingressarem no doutorado sem que cursem o mestrado. A novidade é que, a partir de agora, os alunos poderão se inscrever no doutorado direto do Programa de Pós-graduação em Ciências de Computação e Matemática Computacional em qualquer época do ano. 

São oferecidas 15 vagas e o processo de seleção é composto por duas fases, que estão detalhadas no edital do processo seletivo (http://www.icmc.usp.br/CMS/Arquivos/arquivos_enviados/SECAO-POSGRAD_87_EDITAL_CCMC_DD_fluxo_1617_site.pdf). De acordo com a época em que o candidato se inscrever, ele deve seguir o cronograma disponível na última página do edital, acompanhando as datas-limite para cada etapa do processo, que consiste desde o envio de cartas de recomendação até a matrícula. Para se inscrever, o candidato deve completar o curso de graduação e realizar a colação de grau até a data da matrícula. Desde setembro do ano passado, o ingresso em fluxo contínuo já é uma opção disponível para quem deseja ingressar no doutorado.

Linhas de pesquisa - As 16 linhas de pesquisa oferecidas pelo Programa são divididas em dois grupos: ciências de computação e matemática computacional. Na área de ciências de computação existem 12 opções: 

  • Análise de padrões em dados; 
  • Banco de dados; 
  • Computação gráfica, imagens e visualização; 
  • Engenharia de software e sistemas de informação; 
  • Inteligência artificial - aprendizado de máquina e mineração de dados; 
  • Inteligência artificial - computação bioinspirada; 
  • Inteligência artificial - processamento de linguagem natural; 
  • Inteligência artificial - robótica; 
  • Sistemas distribuídos e programação concorrente; 
  • Sistemas embarcados e evolutivos; 
  • Sistemas web e multimídia interativos. 

 Já em matemática computacional são quatro opções: 

  • Mecânica dos fluidos computacional; 
  • Otimização; 
  • Processamento visual e geométrico; 
  • Sistemas complexos, de partículas e teoria de controle.  

Qualidade reconhecida - A qualidade do Programa de Pós-Graduação Graduação em Ciência de Computação e Matemática Computacional foi reconhecida com nota 6 na última avaliação trienal realizada pela CAPES (2013), expressando sua excelência. A nota máxima dada pela Instituição é 7. O corpo de orientadores possui pesquisadores renomados, tanto nacional quanto internacionalmente nas diversas áreas de atuação. Além disso, os grupos de pesquisa contam com toda infraestrutura para o desenvolvimento de pesquisa de ponta e o Programa dispõe de várias bolsas de estudo, que são atribuídas aos melhores alunos selecionados.

O ICMC possui também o Programa de Pós-Graduação em Matemática e criou recentemente o Programa de Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (MECAI). Há, ainda, o Programa de Pós-Graduação em Estatística, em parceria com a UFSCar, e o Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (ProfMat), em parceria com a Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Mais informações
Página do Programa: www.icmc.usp.br/ccmc

 


Edital do Curso de Inovação Tecnológica e Biofarmacêutica da UFMG; com duas áreas de concentração: Inovação Biofarmacêutica e Biotecnológica; e Gestão da Inovação, Propriedade Intelectual e Empreendedorismo.

Período de inscrição será a partir do dia no período de 16/05/2016 a 17/06/2016 e a seleção no período de 29 de junho a 01 de julho de 2016.

Mais informações sobre:

Pós-Graduação em Química: http://www.ppg.qui.ufmg.br 

Curso de Mestrado Profissional de Inovação Biofarmacêutica, PI e Empreededorismo: http://www.pginovacao.icb.ufmg.br/estrcurr.php

 

Contatos: e-mail: dout-inovacao@qui.ufmg.br

A reflexão metodológica plural, que oferece subsídio a pesquisas multimétodos  é  uma das características centrais da produção do CEM. Em 2016, o CEM seguirá compartilhando seus avanços metodológicos em Cursos, Seminários e Oficinas sobre Metodologia com pesquisadores e estudantes interessados. A proposta geral é a difusão de metodologia e técnicas de pesquisa em Ciências Sociais.

 

A oficina Etnografia de Documentos: técnicas e experiência, a ser realizada pela pesquisadora  Natália Bermudez (Museo de Antropología de Córdoba, Argentina) acontecerá no dia  15 de junho (quarta-feira), das 14 às 17h, sala 8 do Prédio da Filosofia e das Ciências Sociais, FFLCH-USP.   A carga horária total é de 3 horas.

 

Aberta a todos os interessados, entretanto requer inscrição prévia on line: http://goo.gl/forms/WILBXs3o3i 

 

Ementa: Esta exposição será voltada a um objetivo metodológico: desemaranhar as formas nas quais articulamos os contextos e processos mais gerais e as perguntas de investigação com os modos de fazer trabalho de campo. Recorrendo aos percursos das investigações que a pesquisadora vem desenvolvendo desde 2007 em setores populares de Córdoba (Argentina), ela buscará mostrar como foi necessário colocar alguns questionamentos sobre o olhar acadêmico e especialista que costuma dividir com as perguntas, objetos e interesses parciais a um conjunto de mortes violentas. Sobre este exercício e, a partir das próprias vivências dos seus interlocutores, a pesquisadora vem problematizando como aquelas classificações mais legítimas nos últimos anos em Argentina, produto do reconhecimento da luta das associações e movimentos de direitos humanos  que denunciaram o acionar o terrorismo de Estado, acabaram por tornar invisíveis outras mortes produzidas nos setores empobrecidos  economicamente.