Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Francisco de Assis de Souza Filho

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • shae - sf: segurança hídrica, alimentar e energética na bacia estendida do rio são francisco
  • A proposta de pesquisa busca construir uma avaliação integrada da Segurança Hídrica, Energética e Alimentar na Bacia Hidrográfica do rio São Francisco estendida (BESF) ao Nordeste Setentrional (Bacia Piranhas do Açu e Bacia do Jaguaribe e Metropolitanas) que receberão água da transposição pelo PISF. A proposta é construída em quatro módulos: (i) Mundo em Mudança que contempla análise dos padrões da variabilidade e mudança do clima, assim como, mudança do uso da terra; (ii) Modelagem hidrológica que quantifique o impacto das mudanças climáticas no regime de vazões para o século XXI (utilizando modelos hidrológicos concentrados) e modelagem estatística para avaliar o impacto das mudanças do uso da terra no regime de vazões do século XX; (iii) Modelo Nexus que possibilitará a análise integrada água-energia-alimento na BESF realizada através do desenvolvimento de modelo numérico que representa a cascata de reservatórios, as demandas de irrigação, urbanas e produção de hidroeletriciadade; (iv) identificação de estratégias de gestão adaptativa a variabilidade e mudança do clima considerando vulnerabilidade e potenciais sinergias positivas entre a Segurança Hídrica-Energética-Alimentar identificadas através da análise do NEXUS. A proposta conta com grupo de pesquisadores experientes na área de Recursos Hídricos, Alimentar e Energética vinculados a diversas instituições UFC, EMBRAPA, COPPE, UFCG, UNB, UFPE, UFAL e UNILAB.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 05/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Francisco de Assis Dourado da Silva

Outra

Ciências Ambientais
  • aprimoramento do gerenciamento do risco de deslizamentos e fluxo de detritos em regiões serranas - análise comparativa das metodologias de mapeamento de movimentos de massa na china, rússia e brasil - irmma
  • A exposição da humanidade aos perigos naturais sempre foi uma parte inevitável da coexistência entre as pessoas e a natureza. A forma da superfície terrestre não é apenas o resultado de mudanças graduais do nível do mar, intemperismo das montanhas, a forma meandrante dos rios, mas também decorre das consequências de eventos geológicos e hidrometeorológicos abruptos, como terremotos, erupções vulcânicas, tempestades, inundações, etc. Tais eventos têm tempo de recorrência e dimensões diferentes, mas são absolutamente normais para o ambiente natural. No entanto, a vida na Terra e especialmente a vida humana precisa de um certo padrão de condições de conforto, porém nem sempre é dessa forma que ambiente natural provê. Qualquer situação, além das condições de conforto é considerado um desastre e resulta em prejuízos inesperados. A demanda crescente da população que está em expansão, somada ao desenvolvimento econômico, tem aumentado as áreas ocupadas e a intensidade das interações ser humano-natureza, dessa forma, tem aumentando o risco natural. O progresso científico torna possível revelar as relações entre as mudanças ambientais e características de alguns perigos naturais. As autoridades responsáveis, esperam que os especialistas em perigos naturais forneçam sistemas de previsão automática e proponham medidas de mitigação eficientes, caso não consigam eliminá-las completamente. No entanto, os conjuntos de dados locais, normalmente utilizados para o desenvolvimento de correlações entre parâmetros ambientais mensuráveis, a recorrência e a extensão dos perigos naturais, não abarcam totalmente as variáveis de tais interrelações em condições de mudanças climáticas e ambientais. É por isso que a combinação de conjuntos de dados locais, de diferentes países, associado ao intercâmbio de conhecimentos e experiências é crucial para o desenvolvimento da ciência de perigos naturais. Em resposta à Chamada, as três equipes de trabalho, estão dispostas a unir esforços no desenvolvimento de abordagens em comum para o gerenciamento risco de desastres naturais. A intersecção do conhecimento se dá na avaliação de campo do risco de deslizamentos e de fluxos de detritos. É por isso que esses dois tipos de perigos naturais seriam selecionados para a análise e avaliação da vulnerabilidade social e econômica bem como sua resiliência correspondente, com a avaliação das técnicas de monitoramento e mitigação. Foram selecionados três estudos de caso em regiões altamente populosas, em diferentes condições ambientais: a costa do Mar Negro do Norte do Caucasus (Russia), o rio Min (China) e o estado do Rio de Janeiro (Brasil). As contribuições esperadas de cada equipe para a pesquisa, se dará na avaliação de dados e análise de risco nas tarefas em conjunto em pesquisas de campo, avaliação de dados econômicos e da população: - Aprimoramento das metodologias numéricas para estimativa de parâmetros físicos de fluxos de detritos e deslizamentos e avaliação de riscos individual e social (Rússia); - Incorporação de dados de sensoriamento remoto por satélite no gerenciamento de risco de fluxos de detritos, especialmente a identificação de risco e o processo de monitoramento (China); - Mapeamento de deslizamentos e fluxos de detritos, cálculo de índices críticos de precipitação e sistema de alerta antecipado (Brasil) e; - Desenvolvimento de metodologias de gerenciamento de risco (Rússia, China e Brasil). As investigações propostas incorporariam dados sobre eventos extremos e uso simultâneo em cada local, de diferentes metodologias de mapeamento, cálculo de parâmetros físicos e avaliação de risco, com base no que é utilizado por cada equipe em suas investigações locais. Isso permitiria realizar a validação das metodologias em diferentes condições e seu possível ajuste e combinação para uso universal e gerenciamento de risco. Os processos perigosos nas regiões selecionadas possuem múltiplos mecanismos de deflagração. Em geral, os fluxos de detritos são deflagrados por chuva intensa, porém, se sabe que a atividade sísmica contribui com a formação desses processos. Os deslizamentos também podem ser deflagrados por sismos. Ambos os perigos podem ser desencadeados pela combinação de eventos hidrometeorológicos e sísmicos, assim como pela atividade antropogênica. A grande variação das dimensões e dos períodos de retorno dos deslizamentos e fluxos de detritos encontrados nas regiões selecionadas podem estar relacionados a grande variação dos parâmetros climáticos. Planeja-se que sejam reavaliados os efeitos de mudanças climáticas nos processos, nas regiões de perigos naturais investigadas. Não seria uma tarefa trivial desenvolver uma ferramenta analítica universal para as condições ambientais de todos os três países, permitindo extrair e combinar as informações sobre os deslizamentos de fluxos de detritos, incluindo as consequências socioeconômicas dos desastres, a partir do banco de dados locais, visando se tornar uma base para o planejamento da metodologia comum do projeto de gestão de risco de deslizamentos e fluxos de detritos, mas seria necessário para o desenvolvimento de uma abordagem holística no monitoramento de processos de deslizamentos e fluxos de detritos e lidar com suas consequências. Além disso, a metodologia desenvolvida pode ser usada em outras investigações de perigos naturais e suas estimativas. As principais características da pesquisa proposta são as seguintes: - Compreender os desastres com múltiplos mecanismos de deflagração e seus índices críticos de precipitação para o sistema de alerta antecipado; - Desenvolvimento de metodologias aplicadas de mapeamento de deslizamentos e fluxos de detritos e estimativa de seus parâmetros; - Abordagem socioeconômica e física abrangente para avaliação de riscos de perigos naturais; - Examinar a gama das condições ambientais de forma mais ampla do que nas investigações anteriores e; - Desenvolvimento de abordagens de gerenciamento de risco.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 08/08/2019-31/08/2022
Foto de perfil

Francisco de Assis Esteves

Ciências Biológicas

Ecologia
  • mudanças climáticas globais e o funcionamento dos ecossistemas costeiros da bacia de campos: uma perspectiva espaço-temporal
  • Esta proposta resulta de um esforço multidisciplinar coordenado por um dos maiores especialistas brasileiros em Limnologia e Desenvolvimento Sócioambiental, cujas unidades de exercício na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) são o Instituto de Biologia, na cidade do Rio de Janeiro, e o Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-Ambiental de Macaé (NUPEM), em Macaé, localizada na região da Bacia de Campos. O grupo de pesquisa inclui pesquisadores, técnicos da Universidade e do Gestor do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, alunos do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e em Ciências Ambientais e Conservação e colaboradores dos Sítios Peld ELPA e PIAP, experientes no estudo da biodiversidade e processos ecossistêmicos. A presente proposta visa dar continuidade aos estudos iniciados em 1999 na primeira edição do programa, primeiro ano da unidade de conservação PARNA Restinga de Jurubatiba, e na temática de Mudanças Climáticas Globais no Funcionamento dos Ecossistemas, incorporada ao programa de pesquisas do Sítio RLaC a partir de 2009. É prevista uma maior abrangência espaço-temporal, de forma a contemplar toda a extensão do PARNA Restinga de Jurubatiba. Caso o orçamento total e apoio da FAP sejam aprovados, ecossistemas limítrofes à UC, como as lagoas Imboassica e Feia, serão incorporados ao delineamento do estudo. Especificamente as pesquisas pelos próximos 48 meses no Sítio RLaC tem como objetivo investigar o efeito da variação anual e plurianual da precipitação e temperatura sobre os processos ecossistêmicos de ciclagem de carbono, dinâmica de populações e invasões biológicas dos ambientes de restingas e lagoas costeiras. Nas amostragens sistematizadas de fito e zooplâncton, insetos terrestres, crustáceos semi-terrestres, peixes, anfíbios, répteis e mamíferos, além dos métodos tradicionais de coleta, serão empregados os métodos de captura-marcação-repcaptura e armadilhas fotográficas. Quanto à vegetação de restinga, estudos fenológicos serão realizados com as espécies de reconhecida importância como fonte alimentar para a fauna de pequenos mamíferos, bem como um estudo pioneiro da composição de gramíneas da família Poaceae, incluindo um experimento de manejo de uma espécie invasora no Sítio RLaC. A decomposição do detrito vegetal e influência do nível do lençol freático neste processo serão avaliados por meio de experimentos que integram um estudo da dinâmica do Carbono em escala mundial por 36 meses (Projeto Tea decomposition, coordenado pela Dra. Ika Djukic, do austríaco Ecosystem Research & Environmental Information Management). A divulgação científica e a inserção da comunidade integram a proposta, que prevê uma série de ações, com o objetivo de acessar diferentes grupos de tomadores de decisão e promover a sensibilização ambiental das comunidades do entorno do PARNA. Assim as ações envolverão fóruns com os pesquisadores e gestores do PARNA, participação em reuniões do Conselho do PARNA e em Câmaras Técnicas de revisão do plano de manejo e realização de eventos como um festival que inclui arte, gastronomia, informação e lazer para a integração dos saberes locais e os conhecimentos alcançados com as pesquisas no Sítio RLaC. Visando uma maior abrangência serão produzidos vídeos que, conforme experiência pretérita, em edições anteriores do PELD, tem obtido grande projeção, nacional e internacional. Dessa forma o trabalho poderá atingir tanto o público técnico (por meio de publicações e parcerias) quanto local interessado na conservação desses ecossistemas ameaçados pelas transformações humanas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/12/2016-30/11/2020
Foto de perfil

Francisco de Assis Mendonca

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • apoio à formação de doutores em áreas estratégicas na ufpr
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 15/01/2020-15/01/2025
Foto de perfil

Francisco de Assis Nascimento Junior

Outra

Divulgação Científica
  • oca da ciência na escola
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Sul da Bahia - BA - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Francisco Edviges Albuquerque

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • processo de alfabetização e letramento das crianças apinayé: uma proposta metodológica
  • O Projeto “Processo de Alfabetização e Letramento das Crianças Apinayé: uma proposta metodológica” faz parte de um convênio entre o Campus Universitário de Araguaína /LALI/NEPPI/UFT/ SEDUC), através da Coordenação de Educação Indígena da FUNAI/Palmas, firmado pelas duas instituições. O objetivo é realizar um trabalho com o povo indígena Apinayé, identificando as lacunas na educação ofertada na escola da aldeia, dando continuidade às ações do “Projeto de Apoio Pedagógico à Educação Indígena Apinayé”. Busca, também, realizar oficinas pedagógicas e cursos de aperfeiçoamento que habilite os professores indígenas Apinayé a atuarem nas escolas de suas aldeias como professores de língua materna na primeira fase do Ensino Fundamental (1º ao 4ºano). A proposta é realizar alfabetização e letramento em língua materna, para que as crianças indígenas possam adquirir as habilidades de leitura e escrita na língua indígena, para então, posteriormente, a partir do 6º ano, adquirir as habilidades de leitura e escrita em Português. O projeto apresenta uma metodologia voltada para os métodos de alfabetização e letramento em língua Apinayé, articulando as teorias com as práticas de leitura e escrita, isto é, letramento infantil (SOARES, 2007; 2016. 2017; ALMEIDA, 2015), no estado atual das ciências linguísticas, da Psicologia Cognitiva e da Psicologia do Desenvolvimento. O projeto abrange ações relacionadas à oferta de oficinas em língua materna e em português, mediante participação efetiva das comunidades Apinayé, com ênfase na aquisição da língua materna. A aquisição da Língua Indígena em contexto de imersão oportunizará ao aluno, além do conhecimento de sua língua, a vivência da cultura de seu povo nas escolas de suas aldeias. O projeto surgiu a partir de uma proposta dos professores indígenas Apinayé e visa a contribuir com a superação das dificuldades que eles enfrentam em relação às práticas pedagógicas de Alfabetização e Letramento em Língua Materna, à escrita ortográfica indígena, bem como na elaboração do material didático pelos próprios professores indígenas Apinayé, levando em consideração os aspectos históricos, socioculturais e linguísticos desse povo. Nesse sentido, esperamos que ao final, os resultados possam ser utilizados também como sistematização das ações pedagógicas dos professores indígenas Apinayé de outras aldeias, contribuindo para que a educação escolar indígena seja algo incorporado às práticas sociais dos indígenas em suas iterações intragrupo e intergrupo, promovendo a interculturalidade, razão de ser das escolas nos domínios sociais Apinayé.
  • Universidade Federal do Tocantins - TO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Eteval da Silva Feitosa

Outra

Divulgação Científica
  • ii feira amazonense de matemática
  • A 1ª Feira Amazonense de Matemática é um processo educativo científico-cultural, que alia vivências e experiências da qual podem participar na condição de expositores, alunos matriculados na Educação Básica (compreendendo Ensino Fundamental II e Ensino Médio), Educação Especial, Educação Indígena, Educação de Jovens e Adultos e Professores das instituições das redes públicas e privadas do Estado do Amazonas (compreendendo capital e interior), bem como pessoas da comunidade, em geral.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Francisco Eteval da Silva Feitosa

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • iii feira amazonense de matemática
  • A III Feira Amazonense de Matemática tem como finalidade incentivar, divulgar, e socializar as experiências, pesquisas e atividades matemáticas, bem como confirmar que as Feiras de Matemática se constituem numa experiência curricular ou extracurricular de relevância, para sistematizar e implementar os Projetos e/ou Programas de Educação Científica dos Alunos e Professores do Estado do Amazonas, contribuindo para a inovação curricular, durante o ano letivo, nas instituições envolvidas. O projeto será desenvolvido no decorrer do ano letivo de 2020 iniciando pelas Feiras Escolares, seguida das Feiras Distritais e culminando na Feira Estadual que ocorrerá em 3 (três) dias, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2020. O projeto envolverá além das escolas da capital Manaus, escolas dos municípios: Parintins, Manacapuru, Iranduba, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Presidente Figueiredo, Silves, Itapiranga, Parintins, Anamã, Manaquiri, Barreirinha e Novo Airão. Serão beneficiados por esta proposta alunos da rede pública de ensino, dos ensinos fundamental I e II, Ensino Médio, incluindo alunos com necessidades especiais, alunos da educação indígena e da EJA.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Francisco Evangelista Junior

Engenharias

Engenharia Civil
  • modelagem experimental e computacional da fluência com envelhecimento em materiais cimentícios considerando ensaios dinâmicos e a mesoescala do concreto
  • Este projeto avança o estado da arte na proposição de um modelo constitutivo de envelhecimento combinando o modelo de solidificação tradicional e o modelo de envelhecimento do tempo diferido possibilitando corrigir as limitações destes e a correta estimação da fluência com envelhecimento de argamassas de alto desempenho (microconcretos). Novas técnicas de caracterização viscoelástica por meio de ensaios viscoelásticos dinâmicos, em vez de estáticos, usarão uma faixa de solicitações senoidais de baixa e altas frequências que reduzirá consideravelmente o tempo dos experimentos, passando de meses para cerca de horas. O uso de ensaios dinâmicos será possivel com o desenvolvimento de uma metodologia de interconversão entre funções viscoelásticas, em que a função fluência dinâmica passará por uma sequência de transformações, de acordo com a teoria matemática da viscoelasticidade, até a determinação final da função fluência considerando o envelhecimento. A relação constitutiva de fluência e envelhecimento proposta será implementada, verificada e validada como UMAT (User Material) do software comercial Abaqus, e simulações 3D da mesoescala de concretos compostos por diferentes gradações de agregados graúdos e a argamassa caracterizada serão realizadas de modo a se estimar curvas de fluência de concretos em várias idades. Espera-se com este projeto, o desenvolvimento de uma metodologia inovadora para a determinação eficiente de relações constitutivas fundamentais de fluência e relaxação, considerando o envelhecimento, por meio de caracterização experimental acelerada e modelagem numérico-matemática dos resultados. Além disso, é esperada a avaliação dos efeitos de polímeros superabsorvente e incorporação de nanossílica nas características constitutivas de fluência e relaxação para o estado sólido. Por tratar-se de técnicas inovadoras, espera-se com esta pesquisa contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico de concretos de alto desempenho, possibilitando, assim, seu uso mais racional pela indústria da construção civil propiciando estruturas com melhor custo-benefício econômico.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Ferreira de Sousa

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • crescimento e caracterização de cristais de ácidos carboxílicos e fármacos de interesse para indústria
  • Ácidos graxos são compostos que têm grande interesse biológico. Eles são os principais constituintes de membrana celular de reinos animal e vegetal. A partir do ponto de vista físico-químico, eles são materiais que apresentam propriedades interessantes, tais como alta capacidade calorifica e entalpia associada à fusão, estocagem de energia e mudança de fase estável. Adicionalmente, o polimorfismo em ácidos carboxílicos é outra propriedade importante, o qual está relacionado com diferentes caminhos de empacotamento das moléculas que constituem o cristal durante o processo de cristalização. Particularmente, as propriedades estruturais desses ácidos ainda foram investigadas em detalhes e seu polimorfismo ainda é uma questão em aberto. Por outro lado, nós pretendemos estudar dois fármacos conhecidos mundialmente, neste caso são o L-ácido ascórbico (L-AA) e a azitromicina. O L-AA é conhecido popularmente como vitamina C e é um componente essencial na dieta humana, sendo responsável por um grande número de reações bioquímicas, as quais são responsáveis pelo sistema imunológico. Os efeitos protetivos são muito variados, somente para citar um exemplo sobre o efeito anti-oxidante em distúrbios neurológicos, sua ausência pode causar danos no corpo humano induzindo a vários tipos de doença, tais como acidente vascular cerebral, isquemia, convulsões epiléticas. Com relação à azitromicina, ela é um antibiótico semi-sintético usado em larga escala contra doenças infeccionas como toxoplasmose e criptosporidiose, por exemplo. Ele pertence a uma classe de antibióticos chamados de azalides, sendo derivado da eritromicina A. Por isso, nós pretendemos crescer novas polimórficas de cristais de ácidos carboxílicos, bem como de cristais de L-AA e azitromicina através do método de evaporação lenta do solvente orgânico. Portanto, nós investigaremos a estabilidade estrutural e vibracional desses cristais usando difração de raios X e diversas técnicas espectroscópicas, os quais serão submetidos a condições não ambientes com diferentes temperaturas e pressões. Para usos farmacêuticos, é importante conhecer a estrutura conformacional desses compostos em solução e na fase cristalina, e a estabilidade térmica também para tal fim. Como mencionado acima, os compostos deste estudo apresentam polimorfismo e estudos estruturais e vibracionais em função de temperatura e pressão são muito importante para pesquisa de materiais e aplicações industriais.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Gil Coury

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • design e produção de ligas de alta entropia com alta resistência mecânica e tenacidade assistida por métodos computacionais
  • Ligas de Alta Entropia (LAE) são materiais que apresentam uma flexibilidade composicional muito grande o que proporciona a estas ligas uma vasta gama de propriedades. Neste projeto de pesquisa é proposto projetar diferentes LAE que combinam alta resistência mecânica e tenacidade usando um sistema computacional de design de ligas que conciliam: (1) Previsões termodinâmicas usando CALPHAD (Thermo-Calc®), (2) cálculos de alto rendimento de limite de escoamento em LAEs e (3) predição de mecanismos de deformação. As ligas que serão selecionadas por este sistema serão produzidas e testadas mecanicamente para validar as previsões e para verificar se o método é efetivo para realizar o design de LAEs com boa resistência mecânica e tenacidade. Diferentes técnicas de caracterização microestrutural serão empregadas para validar as previsões termodinâmicas e verificar os mecanismos de deformação encontrados. Ao final do projeto, espera-se identificar novas LAE com boa combinação de resistência mecânica e tenacidade.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Gildemir Ferreira da Silva

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • proposição de modelos de produção e custo para caracterização das propriedades econômicas e regulação de concessões ferroviárias brasileiras
  • A literatura científica de transportes sugeria que haveriam ganhos significativos ao se substituir empresas públicas por privadas. Presumia-se que a desconcentração e ampliação de competitividade intermodal melhoria, significantemente, a produtividade dos transportes. Atualmente o estado brasileiro se preocupa em avaliar a renegociação dos contratos das concessões via revisão dos contratos. Neste contexto, o que nos primórdios das concessões não era possível em vista de dados escassos, pouca experiência empírica em concessões e teoria econômica em desenvolvimento, pode ser investigado com maior rigor científico após esses aproximadamente 20 anos de experimentação. Esta pesquisa se propõe a avaliar a produção e custo do transporte por ferrovia no Brasil, analisando o setor enquanto Indústria de Rede, estudando: produção, produtividade, eficiência, subaditividade de custo, economias de densidade, economias de escala, compatibilidade entre ferrovias, impactos na produção e produtividade de ferrovias por ações regulatórias e fusões entre empresas ferroviárias. Partindo-se de abordagens já aplicadas internacionalmente como benchmarking, que serão descritas na revisão bibliográfica, serão ampliados métodos e técnicas de análise, em particular para o caso de mensuração da subaditividade de custo, economias de densidade e de escala, sendo esperado como produto adicional levantar aspectos relativos a interação entre ferrovias distintas e entre ferrovias e portos. Assim, o trabalho propõe investigar profundamente aspectos econômicos não investigados até o momento e ampliar abordagens empíricas, sendo os resultados passíveis de utilização pública em regulação e proposição de políticas públicas.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Heber Lacerda de Oliveira

Engenharias

Engenharia Civil
  • estudo do conforto ao rolamento por meio de sensores de smartphones para sistemas de gerência de pavimentos urbanos
  • O uso de sensores presentes em smartphones acoplados a veículos para obtenção de dados relativos a conforto ao rolamento vem se mostrando uma opção razoável, devido a seu baixo custo e alta produtividade, em sistemas de gerencia de pavimentos urbanos (SGPU). A correta interpretação dos outputs e o desenvolvimento de modelos eficientes que relacionem acelerações, orientação e localização geográfica contribuem para a melhoria das técnicas de manutenção adequadas economizando tempo, dinheiro, recursos humanos e materiais. Nesse sentido, o objetivo geral deste projeto de pesquisa é desenvolver um processo para coleta de dados da condição de pavimentos urbanos no que tange ao conforto ao rolamento dos veículos a partir dos sensores dos smartphones e traduzi-los em plataforma de gerenciamento de dados para facilitar o processo de tomada de decisão das atividades de manutenção das vias urbanas.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Henrique de Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • dispositivos de baixo custo aplicados à maximização da resiliência de comunidades e edificações expostas às inundações e enchentes urbanas frequentes
  • A falta de informações geoespaciais e cadastrais bi e tridimensionais (em nível de detalhes) sobre os municípios brasileiros culmina no desconhecimento sobre o território e na sua dinâmica. De modo especial o lapso cartográfico somado a fragilidade metodológica e histórica na coleta e análise espacial de dados alfanuméricos sobre o comportamento resiliente da sociedade frente aos eventos naturais, desencadeia no desconhecimento sobre os potenciais instrumentos de maximização à resiliência aos desastres ambientais, tais quais as enchentes e as inundações. O município de Itajai (SC) configura-se em um caso emblemático nesse contexto, uma vez que é acometido, regularmente, por episódios de cheias e inundações devido à sua organização espacial e às dinâmicas naturais do Rio Itajaí. A recorrência dos episódios na área caracteriza uma situação de permanente adaptação e convivência da população com esses eventos, e uma necessidade de garantir que os desastres sejam menos danosos, a cada ocorrência. O reconhecimento da condição de resiliência dessa população tem o potencial de direcionar medidas de adaptação e mitigação dos efeitos das enchentes e inundações futuras, auxiliando a população a “conviver com o risco” e estar preparado para o desastre. Da mesma forma, tal reconhecimento dá suporte às ações de organização e reorganização espacial, e às ações de gestão de riscos e desastres (políticas públicas), ambos de competência municipal. Nesse contexto, o objetivo desse projeto é desenvolver/adaptar dispositivos (aparatos) para mitigar e controlar os efeitos danosos de enchentes e/ou inundações urbanas nas residências a partir da mensuração da resiliência das comunidades (pessoas) e das edificações. Considerando a viabilidade de aplicação, e a relevância da problemática da região, considera-se como área de estudo o município de Itajaí – SC. O método de pesquisa se estabelece a partir das seguintes etapas: 1) aplicação de procedimentos técnicos para a coleta de dados geográficos em grande escala (realizados através de mapeamento por Drone); 2) mapeamento cadastral territorial bi e tridimensional (embasado no conjunto de diretrizes do Cadastro Territorial Multifinalitário, estabelecida pelo Ministério das Cidades - Diretriz 511/2009); 3) desenvolvimento e aplicação de metodologia para diagnosticar e caracterizar a resiliência da comunidade e das edificações frente as enchentes e inundações; 4) desenvolvimento, adaptação e instalação de dispositivos/aparatos de maximização da resiliência de edificações aos episódios de enchentes e inundações, considerando a experiência/técnica e eficiência já mensurada pela equipe inglesa liderada pelo Prof. David Proverbs (Birmingham City University) e o baixo custo de manufatura a partir de materiais nacionais; 5) avaliação quali-quantitativa da metodologia de diagnóstico de resiliência/desempenho dos dispositivos instalados; e 6) da elaboração de orientações técnicas para a readequação construtiva de edificações em cenários de risco semelhantes e orientação pedagógica para caracterizar a mudança comportamental de hábitos da população local frente aos eventos (pré - durante e pós). Para além do material científico e técnico produzido, com aplicação local e delineamento de uma metodologia que pode ser aplicada em outros contextos, o projeto permitirá a divulgação das instituições envolvidas, e a integração de ações entre os grupos de pesquisa da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), a Birmingham City University (BCU-Inglaterra), a Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina (SDC) e a Secretaria de Estado do Planejamento de Santa Catarina (SPG). A troca de experiências internacional se dará especificamente por meio do desenvolvimento de metodologia nacional para construção e adaptação de aparatos e dispositivos de baixo custo que já apresentam eficiência prévia na Inglaterra, e tem a finalidade de mitigar os danos causados pelos fenômenos ambientais supracitados. Espera-se, por fim, realizar o patenteamento dos dispositivos desenvolvidos, a construção conjunta de novas propostas de pesquisa e a plena integração entre os experts ingleses com a equipe técnica brasileira, bem como a escrita e divulgação científica do sucesso dos resultados obtidos em revistas internacionais e nacionais de alto impacto científico.
  • Universidade do Estado de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Inacio Pinkusfeld Monteiro Bastos

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • revisão integrativa acerca da testagem rápida para o hiv e das ações de promoção da saúde relacionadas ao hiv/aids na população de travestis/mulheres trans e homens que fazem sexo com outros homens no brasil
  • Em dezembro de 2014, o The Joint United Nations Programme on HIV/AIDS (UNAIDS) estabeleceu novas metas para a ampliação do tratamento do HIV, e lançou a estratégia de Agilização da Resposta ao HIV, que busca mobilizar esforços nos países signatários para que se alcance o fim da epidemia de AIDS até 2030, de acordo com o proposto pela agenda dos objetivos/metas de desenvolvimento do milênio (Agenda 2030). Na ocasião, a UNAIDS estabeleceu como meta que a estratégia conhecida como 90-90-90 seja atingida até 2020, o que significa ter pelo menos 90% das pessoas que estão vivendo com HIV diagnosticadas, 90% dos diagnosticados em tratamento antirretroviral e 90% das pessoas em tratamento com carga viral indetectável. No Brasil, assim como na maior parte dos países ocidentais atualmente, a epidemia de HIV/AIDS é concentrada, ou seja, apresenta uma maior prevalência entre determinadas populações do que na população geral. Tais populações são consideradas populações-chave para o HIV, e dentre elas estão: homens que fazem sexo com homens, usuários de drogas injetáveis, pessoas privadas de liberdade, trabalhadores do sexo e travestis/mulheres transexuais. Neste sentindo, estratégias para viabilizar o diagnóstico da infecção pelo HIV nestas populações são de extrema importância, uma vez que este é o primeiro passo para o tratamento dos infectados, e, consequentemente a obtenção de carga viral indetectável. No Brasil, além dos testes laboratoriais convencionais para detecção do HIV, desde a década de 1980 o teste rápido e o aconselhamento para têm sido importantes estratégias para diagnóstico e assistência, sendo muita das vezes a porta de entrada para o sistema de saúde. No entanto, as populações-chave para o HIV enfrentam ainda barreiras legais, sociais, que aumentam sua vulnerabilidade ao HIV e que dificultam seu acesso a programas de prevenção, testagem e tratamento. Em relação à promoção da saúde, a literatura aponta para discriminação como importante fator relacionado ao acesso (ou à falta de/deficiência de) e envolvimento das populações-chave com ações deste tipo, apontando para necessidade de ações especificamente desenhada para cada população alvo. Historicamente sabe-se da importância do envolvimento da sociedade civil e organizações não governamentais (ONG) no enfrentamento da epidemia do HIV/AIDS no Brasil. Muitas das ações de acesso a testagem rápida, promoção à saúde e prevenção realizadas nos últimos anos no país pelo governo federal são desenvolvidas em parceria com a sociedade civil e ONGs. Estas ações, embora sejam largamente divulgadas entre as populações alvo, não constam de publicações científicas tradicionais, mas sim de relatórios internos e/ou de notícias na mídia. Desta forma, tais ações acabam não sendo incluídas, por exemplo, em estudos de revisão sistemática tradicionais. Embora saiba-se que os estudos de revisões sistemáticas e meta-análises são considerados os que apresentam o melhor nível de evidência científica, e tenham embasado as práticas da medicina baseada em evidências (assim como em outras áreas de assistência clínica em saúde), a literatura científica sobre as evidências de intervenções clínicas não dão conta de atender às demandas por evidências científicas que embasem tomadas de decisão no campo da saúde pública. A medicina baseada em evidências se respalda em estudos de procedimentos médicos e produtos farmacêuticos que geralmente se valem dos resultados de ensaios clínicos randomizados. Já as intervenções em saúde pública geralmente se baseiam em estudos transversais, desenhos quase-experimentais e análises de séries temporais, e por vezes carecem de um grupo de comparação, portanto exigem mais cautela na interpretação dos resultados em contexto. Frequentemente, estudos clínicos randomizados (ECR) não são aplicáveis a determinadas intervenções, como programas de troca de agulhas e seringas, por razões éticas, operacionais e técnicas. Além disso, ECRs não necessariamente se traduzem em indicadores precisos quando são avaliados em condições realísticas em saúde pública. Desta forma, desde a década de 1990 o conceito de Saúde Pública baseada em evidências (do inglês Evidence-Based Public Health –EBPH), vem se consolidando e apoiando gestores, tomadores de decisão, população e pesquisadores, sobre o uso das melhores evidências científicas vigentes na tomada de decisões sobre os cuidados de saúde Neste quesito, a Revisão Integrativa tem disso indicada como inovação no campo da produção de evidências científicas em saúde pública, pois, atende a um dos direcionamentos da EBPH, ao integrar a síntese de evidências quantitativa e qualitativa, além de apresentar um escopo de revisão maior pois permite a inclusão e análise não só dos estudos científicos indexados em base de dados como também dos dados e informações da literatura cinzenta, tendo portanto um importante papel no fomento da prática baseada em evidência. Sendo assim, pretende-se nesta proposta realizar uma revisão integrativa, utilizando inventário de informações oriundas de estudos científicos disponíveis em bases de dados indexadas, bem como de ações de iniciativa pública ou privada (relatórios de projetos financiados pelo governo, ações realizadas por ONGs e etc), de forma a compreender como se dão as ações de testagem rápida e promoção da saúde direcionadas a população de HSH e travestis e mulheres trans no país, elencado barreiras, limitações e sucessos no intuito de subsidiar políticas públicas direcionadas a estas populações. Esta estratégia permitirá analisar achados de evidências científicas robustas complementados por informações de práticas oriundas de iniciativas independentes, tornando o seu resultado mais palatável e de prático reconhecimento e aplicação por parte dos gestores de saúde.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 03/02/2020-28/02/2023
Foto de perfil

Francisco Jaime Bezerra Mendonca Junior

Ciências da Saúde

Farmácia
  • planejamento, síntese, avaliação farmacológica e estudo farmacocinético de novos 2-aminotiofenos candidatos a fármacos leishmanicidas.
  • A presente proposta apresentada no âmbito da chamada Universal do CNPq - faixa B, visa o desenvolvimento através de uma rede de pesquisadores da UEPB, UFPB, UFAL, UFPI, UNESP e UFMT, através do uso de ferramentas do planejamento racional de fármacos de um novo candidato a fármaco para tratamento das leishmanioses que possa ser administrado por via oral. A motivação desse projeto surgiu após a recente descoberta por parte de nosso grupo de pesquisa da potente atividade leishmanicida in vitro, e in vivo mesmo quando administrado por via oral, de derivados híbridos contendo os scaffolds 2-amino-tiofênicos e indol. A grande eficácia em inibir as duas formas evolutivas promastigotas e amastigotas, a baixa toxicidade in vitro e in vivo, a promoção da redução da carga parasitária, a biodisponibilidade por via oral, associado à relativa facilidade sintética fornecem indicativos promissores para o sucesso desse projeto, que também se justifica devido ao fato de existirem para essa doença pouquíssimas opções de tratamento, que são feitos com drogas antigas (cujo uso prolongado causou seleção natural e o surgimento de cepas resistentes) de eficácia questionável, de toxicidade elevada, de alto custo; com tratamentos longos, e administrados sob a forma injetável requerendo internação dos pacientes, o que diminui consideravelmente a adesão ao tratamento. Nesse contexto, objetivamos obter por via sintética, através do uso de estratégias do planejamento racional de fármacos, novos protótipos candidatos a fármacos leishmanicidas contendo os scaffolds 2-amino-tiofênicos e indol que sejam ativos por via oral, avaliar o potencial leishmanicida in vitro e in vivo considerando parâmetros de eficácia, segurança, assim como investigar os prováveis mecanismos de ação, e identificar os protótipos com melhor perfil de atividade para submetê-los a ensaios de metabolismo in vitro e farmacocinética in vivo. Para tanto nos propomos a sintetizar novos protótipos candidatos a fármacos leishmanicidas através de técnicas de modificação molecular de protótipos, e selecionados através de metodologias Planejamento Racional de Fármacos Auxiliado por Computador (Computer-aided drug design, CADD)), realizar ensaios biológicos in vitro e in vivo para avaliação da eficácia frente a L. amazonensis, da segurança, e dos prováveis mecanismos de ação; realizar estudos de SAR e QSAR através de ferramentas de computer-aided drug design (CADD) com vistas a proposição do provável farmacóforo; e realizar estudos farmacocinéticos in vitro (quantificação dos analitos por LC-MS, investigação dos produtos de degradação ou metabólitos, incubação e em microssomos, quantificação em plasma) e in vivo por via oral para determinação dos principais parâmetros farmacocinéticos. Espera-se que ao fim dessas etapas, tenhamos pelo menos 1 (um) novo protótipo candidato a fármaco com biodisponibilidade oral, com potencial aplicação terapêutica, que possa ser enviado para estudos clínicos, e utilizado no futuro como alternativa terapêutica para as Leishmanioses.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco José Albuquerque de Paula

Ciências da Saúde

Medicina
  • aplicação da ressonância magnética para estudo quantitativo da microarquitetura óssea e sua relação com o acúmulo de gordura muscular e óssea no diabetes mellitus tipo 2
  • A fragilidade óssea recentemente foi reconhecida como uma das complicações do diabetes mellitus tipo 2 (DMT2). A massa óssea no DMT2 é normal ou elevada quando comparada com um grupo controle. Desta forma, a fragilidade óssea pode estar relacionada com prejuízo na qualidade óssea. A densitometria óssea, mesmo sendo o padrão ouro de avaliação da massa óssea, não revela parâmetros de qualidade óssea. Assim, torna-se necessário explorar outras ferramentas capazes de inferir parâmetros de qualidade óssea. Diversas evidências indicam que no DMT2, os tecidos muscular e adiposo apresentam alterações funcionais e estruturais, as quais são determinantes do aparecimento de complicações crônicas micro e macrovasculares. Em particular, a deposição ectópica de lipídeos é geradora de resistência insulínica e inflamação tecidual. Os tecidos muscular e adiposo também têm importante papel no desenvolvimento e manutenção da massa óssea. Atualmente, ainda está por ser elucidado o papel que a resistência insulínica, bem como as alterações musculares e do tecido adiposo exercem na osteopatia no DMT2. A ressonância magnética é uma metodologia versátil capaz de medir quantitativamente a adiposidade presente nos mais diversos tecidos, incluindo a medula óssea e o tecido muscular. Além disto, a ressonância magnética é também uma ferramenta alternativa, para avaliação da microarquitetura óssea. A adiposidade da medula óssea é um fator que vem sendo estudado como parâmetro que se correlaciona negativamente com a massa óssea, como por exemplo na anorexia nervosa e osteoporose associado ao envelhecimento. No entanto, ainda são escassos os dados de adiposidade da medula óssea em obesos e diabéticos do tipo 2. Desta forma, a presente proposta de estudo objetiva avaliar se existe relação entre a deposição ectópica de gordura em tecido muscular com a quantidade de tecido adiposo da medula óssea, assim como com a massa óssea e parâmetros estruturais do tecido ósseo em pacientes com DMT2. Para tanto, exames de densitometria óssea serão utilizados para avaliação de massa óssea e ressonância magnética será empregada para avaliação de gordura em osso axial (terceira vertebra lombar) e periférico tíbia proximal por meio de espectroscopia de 1H. A ressonância magnética será também utilizada para avaliação quantitativa da estrutura óssea. Serão realizados exames bioquímicos para identificar alterações dos fatores secretados por estes sistemas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Jose de Paula Filho

Outra

Ciências Ambientais
  • biogeoquímica de metais traço em estuário sob clima semiárido: contribuição para monitoramento das mudanças ambientais no delta do rio parnaíba.
  • Os metais traço têm atraído interesse científico significativo devido à sua ampla dispersão no meio ambiente, proveniência de uma variedade de fontes naturais e antropogênicas, e sua toxicidade para biota e humanos. Estudos em bacias de drenagem e áreas costeiras da região NE do Brasil, mostraram que as emissões antrópicas de alguns metais traço ultrapassam as emissões naturais em uma ordem de magnitude e estas cargas adicionais podem alterar a qualidade da água estuarina (TERRA et al., 2007; CUNHA et al., 2010; PAULA et al., 2010; De PAULA FILHO et al., 2014; 2015a,b). Nesse contexto, o Delta do Rio Parnaíba, apresenta uma importância ecológica única para conservação de animais silvestres e dos recursos pesqueiros na costa Atlântica semiárida do NE do Brasil. Sua relevância, suscitou a criação da Área de Proteção Ambiental, entre os Estados do Piauí, Maranhão e Ceará. Nesta região, a preservação e o correto gerenciamento dos recursos hídricos compreendem dimensões fundamentais para o adequado suporte das condições de vida das populações e para a manutenção das atividades econômicas instaladas. Assim, a presente proposta tem como área de estudo a bacia litorânea do rio Parnaíba, em sua interface continente-oceano. Como em outras bacias ao redor do globo, o aporte antrópico de metais traço tem se intensificado a partir da expansão urbana e do uso de fertilizantes e outros insumos químicos empregados nas atividades agropecuárias (De PAULA FILHO et al., 2012; 2015a,b). Alterações nas concentrações naturais podem modificar o equilíbrio dos ecossistemas aquáticos na interface Continente-Oceano com a intensidade das práticas humanas (De PAULA FILHO et al., 2015b). No âmbito de projetos em rede de colaboração (ex. INCT-TMCOcean proc. Nº CNPq 573601/2008-9 e PRONEX/FUNCAP/CNPq proc. nº PR2­0101­00052.01.00/15) e como bolsista de produtividade regional (BPI/FUNCAP, proc. nº BP3-0139-00276.01.00/18), o proponente vem conduzindo pesquisas no campo da Biogeoquímica de metais traço em bacia continental e na costa Atlântica semiárida do Brasil, notadamente na bacia do rio Parnaíba e seu Delta (PAULA et al., 2010; De PAULA FILHO et al., 2014; De PAULA FILHO et al., 2015b). De Paula Filho, et al. (2014), estimaram as cargas naturais e antrópicas dos metais traço Zn, Cu, Pb, Cr, Cd e Hg, na bacia inferior do rio Parnaíba, através do uso de fatores de emissão. De Paula Filho, et al., (2015b), estabeleceram o Background geoquímico regional para os metais Zn, Cu, Pb, Cr, Mn, e Fe e utilizou outros critérios geoquímicos como o índice de geoacumulação (Igeo) e o fator de enriquecimento (EF) para a caracterização quantitativa de contaminação por metais no Delta do Parnaíba. A publicação destes estudos possibilitou prover a comunidade científica, gestores ambientais e a sociedade, deconhecimentos prévios para melhor compreensão e capacidade de previsão necessária na avaliação, antecipação e resposta às pressões e impactos que determinam as mudanças ambientais sobre a interação continente-oceano e suas consequências para o bem-estar social no litoral brasileiro. Apesar dos avanços científicos, estudos integrados que relacionem a quantificação das frações geoquímicas, aportes e fluxos continente-oceano, bem como seu acúmulo/liberação no ambiente estuarino do Delta do Parnaíba são ainda escassos, sendo fundamentais para compreensão dos mecanismos biogeoquímicos que ali ocorrem. Esta situação reflete a necessidade de uma visão holística da bacia hidrográfica na avaliação da escala dos problemas ambientais, com o objetivo de fornecer um quadro científico mais adequado para a gestão dos impactos das atividades humanas para esse setor do litoral. Faz-se, portanto, necessária uma nova etapa de pesquisas visando atualizar e calibrar as estimativas de cargas de metais para a bacia, bem como avaliar as possíveis mudanças nos fluxos destes materiais do continente para o oceano, numa frequência sazonal, com ênfase na especiação geoquímica e no comportamento biogeoquímico destas espécies químicas para balizar ações de planejamento e preservação. No mesmo sentido, ainda faltam estudos mais abrangentes com maior alcance espacial e temporal, permitindo ampliar a nossa compreensão sobre os processos biogeoquímicos que governam a dinâmica dos metais traço sobre o enriquecimento das águas e sedimentos costeiros. A integração de diferentes fermentas analíticas e técnicas geoestatísticas de interpretação de dados irão dar suporte a pesquisa. Técnicas clássicas para caracterização de água e sedimentos serão aliadas a técnicas instrumentais por espectrometria por massas com fonte de plasma, espectrometria por absorção atômica de chama, Difração e Fluorescência de Raios X e Microscopia Eletrônica de Varredura/Espectrometria de Energia Dispersiva. Serão investigados o regime hidrodinâmico e o transporte de sedimentos em suspensão nos canais estuarinos através do uso de um Perfilador acústico de correntes por efeito Doppler e de uma sonda tipo CTD(conductivity/temperature/depth). Espera-se: 1) quantificar fluxos e identificar os principais mecanismos atuantes na exportação de metais traço para a costa do Delta do rio Parnaíba, sazonalmente e em ciclos de maré; 2) quantificar as espécies biodisponíveis de metais e entender os processos biogeoquímicos de transporte, acumulação e exportação das frações geoquímicas na zona de mistura estuarina e nas fácies deposicionais no gradiente estuarino; 3) Atualizar o inventário de fontes, estimar e calibrar as cargas de metais traço; 4) Contribuir para a diminuição das desigualdades regionais no que tange a fixação e formação de recursos humanos e desenvolvimento científico da região nordeste do Brasil; 5) Difundir os conhecimentos gerados através de mecanismos acessíveis a sociedade em geral, promovendo um avanço na educação em ciência; 6) Criar mecanismos para interação e sinergia com o setor produtivo e governamental, subsidiando políticas públicas e o desenvolvimento regional sustentável
  • Universidade Federal do Cariri - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco José Lima Aragão

Ciências da Saúde

Odontologia
  • resistência a mosca branca mediada por rna interferente em feijoeiro
  • Vide projeto anexo
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 29/11/2019-30/11/2022
Foto de perfil

Francisco José Lima Aragão

Ciências Agrárias

Agronomia
  • resistência a mosca branca mediada por rna interferente em tomateiro expressando dsrnas do gene de uma v-atpase
  • Mosca branca (Bemisia sp) é uma importante praga para muitas culturas (tais como tomate, soja, feijão, algodão) em várias partes do mundo, em especial nas regiões tropicais. Além de causar danos como um inseto sugador, mosca branca é um importante vetor de vírus para muitas espécies cultivadas. O método de controle mais empregado pelos agricultores é o químico. No entanto, o desenvolvimento de resistência aos inseticidas disponíveis tem tornado o controle de mosca branca muito difícil na maioria das regiões do Brasil e do mundo. A natureza invasora da mosca branca e sua alta taxa de reprodução fazem com que o inseto se torne rapidamente resistente a diversos inseticidas. Dada a importância do tomateiro para o Brasil e as dificuldades do controle de mosca branca nessa cultura, é fundamental que se encontre alternativas sustentáveis para o seu controle. Recentemente desenvolvemos uma estratégia baseada em HIGS (Host-Induced Gene Silencing), na qual plantas podem ser modificadas para expressar pequenos RNA (siRNA) que podem ser absorvidos pela praga. No inseto, esses RNA podem levar ao silenciamento de genes vitais, alterando o ciclo da praga, com o desenvolvimento de plantas mais tolerantes. Um dos genes-alvo que se mostraram importantes para ser utilizado nessa estratégia é o de uma ATPase vacuolar, clonado e caracterizado recentemente por nosso grupo. Com essa sequência, foi possível se fazer uma prova de conceito em alface geneticamente modificada para expressar dsRNA correspondentes a esse gene. Os resultados mostraram que essa estratégia foi muito efetiva. A população de mosca brancas que se alimentou em plantas de alface expressando esses siRNA foi rapidamente reduzida. Além disso, para uma postura de 300 ovos nas plantas controle, apenas se observou 20-30 ovos nas plantas de alface expressando v-ATPase-siRNA. Em adição, na geração seguinte, não houve sobrevivência de insetos adultos. O objetivo desse projeto é a geração de plantas transgênicas de tomateiro com essa estratégia. Além da geração de uma tecnologia importante para a cultura do tomateiro, poderá ser uma demonstração de que essa estratégia tem potencial para ser extrapolada para outras espécies, como a soja, o feijoeiro e algodoeiro.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco José Pegado Abílio

Ciências Humanas

Educação
  • educação ambiental em uma unidade de conservação no bioma caatinga - semiárido paraibano: do saber contextualizado à formação continuada de professores
  • A Formação Docente é um processo contínuo e precisa ser entendida como algo que faz parte dos diversos componentes relacionados à Escola. Nesse sentido investir em Projetos de Formação Continuada de Professores contextualizada para o ambiente Semiárido (região do Cariri da Paraíba) poderá contribuir para a ressignificação da práxis pedagógica. Esse projeto tem como objetivo geral desvelar princípios teórico-metodológicos para a efetivação de uma Educação Ambiental (EA) contextualizada para o Bioma Caatinga a partir de processos de formação continuada de professores. A abordagem metodológica será qualitativa e utilizar-se-á os pressupostos da Pesquisa Colaborativa. Para a implantação do projeto, que terá a duração de 36 meses, será levantado o conhecimento sobre a biodiversidade do Bioma Caatinga e a importância da RPPN Fazenda Almas na conservação desta biocenose, tendo como foco Professores de escolas da zona urbana e rural do município de São José dos Cordeiros – PB, em média 37 atores sociais, assim como orientar e fornecer suporte teórico e prático a estes atores sociais (totalizando 36 vivências pedagógicas), contribuindo tanto para a melhoria das condições do processo ensino aprendizagem no âmbito escolar, como para o exercício da pesquisa e da cidadania. Durante o desenvolvimento das atividades previstas neste projeto pretende-se contribuir para uma EA crítica/reflexiva colaborando para a formação continuada de professores, com ênfase em estudos na RPPN Fazenda Almas, assim como buscaremos contribuir para que estes professores se tornem membros dinamizadores da necessária Conservação da biodiversidade deste bioma.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Kennedy Silva dos Santos

Ciências Humanas

Geografia
  • aprendizagem geográfica na docência em geografia e as redes digitais na educação básica
  • Esta pesquisa, intitulada Aprendizagem Geográfica na Docência em Geografia e as Redes Digitais na Educação Básica insere-se no campo das investigações que elegem o ensino de Geografia e o uso das Redes Digitais como possibilidade de mediação pedagógica para a prática docente. A investigação visa compreender a mudança operada no trabalho docente dos professores de Geografia da educação básica, na rede pública estadual de Pernambuco no plano de suas representações diante da integração das Redes Digitais no ensino de Geografia, de suas atitudes diante desse novo modo de mediação pedagógica, de suas práticas pedagógicas na sala de aula para formação dos conceitos geográficos. Elegemos como principal problema: Como os professores de Geografia das escolas estaduais de tempo integral, localizadas no estado de Pernambuco, tem se apropriado das redes digitais no seu fazer pedagógico? O percurso metodológico se dará em duas fases, constituída de 4 etapas. Para cada fase adotaremos abordagens distintas (quantitativa e qualitativa), porém complementares, levando em consideração os objetivos e finalidades do estudo. Assim, utilizaremos dos seguintes procedimentos: a revisão bibliográfica e levantamento documental; aplicação de questionários com questões fechadas por meio do uso do survey; realização de entrevista semi-estruturada e de explicitação a partir de grupos focais e oficinas de saberes; e a observação não participante. Para análise e tratamento dos dados, optaremos pela a análise de conteúdos. Os dados serão tabulados, usando-se software específico de categorização que suporte métodos de pesquisa qualitativa e mista como o ‘NVivo’, onde serão produzidos tabelas e gráficos, que posteriormente serão analisados e categorizados, por meio da triangulação dos dados.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Linhares Fonteles Neto

Ciências Humanas

História
  • jesuíno brilhante o bandoleiro dos sertões do norte do brasil no século xix
  • O projeto de pesquisa ora apresentado tem como proposta realizar um estudo sobre o banditismo rural, um tipo de crime muito comum nas províncias do Norte do Brasil. Para atingir nossos objetivos, pretendemos explorar a fase mais famosa, porém menos estudada do fenômeno, nos referimos à segunda metade do XIX, período mais clássico em que aconteceu de forma endêmica, geralmente em momentos de crise, agudizados por brigas de famílias, disputas políticas ou pelas secas. Esse cenário foi propício para romantizar determinados bandoleiros, com suas ações monumentalizadas nas canções dos menestréis que ecoaram pelos sertões, na literatura naturalista, no folclore e na historiografia. De forma específica, nos dedicaremos ao bandoleiro Jesuíno Alves de Melo Calado, mais conhecido por Jesuíno Brilhante, e às suas ações praticadas nas províncias do Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba. Nosso intuito, entretanto, é fugir de uma visão cristalizada que o coloca em uma condição de “bom bandido” e revelar um outro Jesuíno pouco conhecido, mas muito mais humano.
  • Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Locks Neto

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • exposição biomecânica de agricultores a fatores de risco musculoesquelético em ambiente real: investigação no vale do rio são francisco – pernambuco
  • O trabalho agrícola está associado com queixas dolorosas musculoesqueléticas em regiões de pescoço, ombros, punhos, mãos, coluna lombar e joelhos. Tais queixas tem sido reportadas na literatura, porém tem-se pouca informação sobre possíveis fatores biomecânicos envolvidos na dor de origem ocupacional. Estudos prévios observaram que a manutenção da postura em pé, inclinação repetitiva o tronco e trabalho com braços elevados acima do ombro são possíveis fatores de risco para dor musculoesquelética em trabalhadores agrícolas. No entanto, tais análises tem sido tradicionalmente feitas a partir do autorrelato das posturas adotadas durante o trabalho, bem como com estudos observacionais. Sabe-se que o uso de medidas diretas apresenta maior acurácia e precisão das mensurações, o que reflete de forma mais fidedigna os padrões biomecânicos aos quais estes trabalhadores estão submetidos. Porém, não se tem conhecimento de estudos realizados com o uso de medidas diretas para investigação da relação entre a biomecânica ocupacional do trabalho agrícola com sintomatologia dolorosa dos trabalhadores. Sendo assim, o presente estudo tem por objetivo avaliar a associação entre posturas e atividades físicas adotadas durante o trabalho agrícola mensuradas por meio de medidas diretas com o relato de sintomatologia dolorosa de origem musculoesquelética de forma transversal e longitudinal. Participarão do estudo trabalhadores agrícolas do Vale do Rio São Francisco no município de Petrolina – Pernambuco. Será realizada avaliação das posturas e atividades físicas adotadas durante um dia regular de trabalho por meio de quatro acelerômetros triaxiais posicionados em coluna torácica, membro superior dominante e membro inferior dominante. Também será registrada a atividade cardíaca dos trabalhadores por meio de avaliação eletrocardiográfica. Além disso, os trabalhadores responderão a um questionário padronizado sobre informações sociodemográficas e ocupacionais, além de itens sobre saúde geral, psicossocial, afastamentos, atividade física e atividade doméstica. O relato de dor será registrado utilizando uma versão adaptada do Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. Também serão avaliados: nível de atividade física (Questionário Internacional de Atividade Física – IPAQ); fatores psicossociais no trabalho (Escala de Estresse no Trabalho e Escala Utrecht de Engajamento no Trabalho); e avaliação de fadiga relacionada ao trabalho (Escala de Necessidade de Descanso). Além disso, será realizado um exame físico para diagnóstico de condições musculoesqueléticas. O registro de dor será avaliado longitudinalmente, por um ano, no intuito de compreender a interação das características sazonais do trabalho agrícola com a sintomatologia dolorosa. Os dados serão analisados estatisticamente por meio de regressões lineares ou logísticas, adotando-se um nível de significância de 5% (P < 0.05). Com esses dados, pretende-se desenvolver estratégias de intervenção ergonômica voltada para o trabalhador agrícola para prevenção de lesão musculoesquelética.
  • Universidade de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Martins Teixeira

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • fazendas de água: impacto produtivo e ambiental de novas tecnologias sociais em bacias hidrográficas com remanescentes florestais da mata atlântica.
  • A quantidade e a qualidade da água, a segurança alimentar e nutricional e o acesso à energia têm surgido como assuntos relevantes a serem discutidos na atualidade pela comunidade científica e pela sociedade em geral. Neste contexto a agricultura tem um papel crítico e dicotômico, uma vez que contribui por aproximadamente 85% do consumo total de água no mundo pode, ao mesmo tempo, representar a atividade que quando bem empregada e gerenciada, sobretudo segundo os novos conceitos baseados na agricultura climaticamente inteligente, contribuir para a preservação das nascentes e outras fontes de abastecimento de água, gerando alimentos e energia, disponível pela abundância de recursos naturais, tais como luz solar, vento e biomassa proveniente do cultivo de cana-de-açúcar, por exemplo. As dificuldades impostas pela variação climática e pluviométrica observada nas últimas décadas, a urbanização e a especulação imobiliária, associada ao desmatamento, exigem dos proprietários rurais uma nova postura quanto ao gerenciamento dos recursos hídricos e de suas capacidades de produção, sem negligenciar os recursos disponíveis e as questões associadas à sua sustentabilidade. Os programas Rio Rural e produtor de água são exemplos de ações que desenvolvem, apoiam, orientam e certificam projetos voltados para adoção de práticas e manejos conservacionistas por parte dos agricultores, favorecendo a conservação do solo e da água e estimulando novos delineamentos produtivos, com diversificação das culturas e o aproveitamento de todos os recursos naturais, incluindo aqueles que possam ser utilizados na forma de energia renovável. Assim, o fortalecimento da agricultura familiar é uma estratégia interessante onde a agricultura está enfraquecida diante das diversas pressões socioeconômicas circundantes. Nosso projeto tem por objetivo principal elaborar e instituir tecnologias sociais para a conservação e preservação da quantidade e da qualidade da água, para a melhoria da qualidade dos alimentos produzidos e para a geração de energia em propriedades rurais da bacia hidrográfica dos rios Macaé e das Ostras, monitorando as variáveis que fornecerão dados para pesquisa, extensão e ensino, sem deixar de lado o fomento local à atividade agroecológica que gere renda e qualidade de vida às comunidades. Com esse intuito já estão em andamento atividades voltadas para a análise do solo, verificando suas características químicas e físico-hídricas a fim de diagnosticar o seu teor de umidade e dar direcionamento para as correções que se fizerem necessárias para o cultivo, além de análises da qualidade da água fluvial e subterrânea e análises de alimentos produzidos, tais como queijo e leite. No âmbito da energia encontra-se em andamento um projeto piloto realizado em escola técnica localizada na serra de Macaé, um importante remanescente de Mata Atlântica, onde alunos do ensino médio têm a oportunidade de aprender importantes conceitos de tecnologia associados à robótica e à utilização de luz solar como fonte de energia a ser utilizada em processos de irrigação. A elaboração de procedimentos operacionais padronizados e a adoção de estratégias empresariais bem estabelecidas nas indústrias de alimentos podem também ser replicadas nas propriedades rurais, com a adoção das Boas Práticas Agropecuárias e a utilização das chamadas tecnologias sociais, que se caracterizam como produtos, técnicas ou ainda metodologias reaplicáveis, que exigem uma interação dialógica e ampla, com a participação de uma equipe multidisciplinar, considerando uma abordagem construtivista no processo de organização, desenvolvimento e implementação de soluções práticas para problemas enfrentados no cotidiano da comunidade. Logo, conhecimento empíricos baseados na sabedoria popular ou no senso comum são aliados e confrontados com conhecimentos técnicos-científicos, levando em conta os níveis de organização social para propiciar desenvolvimento na forma de tecnologias efetivas e reaplicáveis em outras organizações sociais semelhantes, ou até mesmo diferentes, de acordo com pequenas adaptações. Os efeitos das nossas ações serão monitorados na água e nos alimentos através de análises antes e após a implantação das tecnologias sociais, este monitoramento será realizado nas propriedades com instrumentação adequada em tempo real e em amostras que serão encaminhadas aos nossos laboratórios.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 05/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Francisco Palma Rennó

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • silagem de planta inteira de soja (glycine max l merrill) na alimentação de vacas em lactação
  • A utilização de alimentos conservados, dentre eles a silagem, data do início do século passado, quando o objetivo era a garantia de alimento para os animais em épocas de escassez de pastagens. Atualmente, a silagem deixou de ser considerada um alimento alternativo e passou a ser necessária para alcançar altos níveis de produtividade. A silagem pode ser confeccionada a partir de qualquer forrageira, desde que sejam respeitados alguns pré-requisitos, os quais garantem um bom processo fermentativo no interior do silo. Embora ainda pouco difundida, a silagem de espécies leguminosas tem despertado interesse de pesquisadores no mundo inteiro. A soja (Glycine maxx L. Merril), por possuir altas concentrações de proteína, energia e fibra potencialmente digestível, além de seu manejo estar consolidado em todas as regiões do país é uma cultura de interesse no âmbito da nutrição de ruminantes. Na literatura existem estudos com informações que acerca do potencial de utilização da silagem de soja de planta inteira (cultivares, ponto de colheita e composição bromatológica), na alimentação de ruminantes. Contudo, poucos estudos avaliaram seu efeito sobre o desempenho animal, sendo os resultados ainda pouco consistentes. O presente estudo será desenvolvido em dois experimentos. Os objetivos do Experimento 1 são avaliar o efeito da inclusão de melaço em pó e inoculante microbiano associado a diferentes pontos de colheita da cultura da soja para produção de silagem. Os objetivos do Experimento 2 são avaliar os efeitos da utilização de níveis crescentes de silagem de planta inteira de soja nas dietas de vacas em lactação sobre o consumo, digestibilidade aparente total dos nutrientes, produção e composição do leite, fermentação ruminal, perfil de ácidos graxos no leite, parâmetros sanguíneos, síntese de proteína microbiana, balanço de nitrogênio e no comportamento ingestivo. As hipóteses do presente estudo são: 1) A inclusão de aditivos químicos e biológicos podem melhorar a qualidade fermentativa da silagem de planta inteira de soja, independentemente do ponto de colheita; 2) A inclusão da silagem de planta inteira de soja, nas dietas de vacas leiteiras, não altera o consumo de nutrientes e a produção de leite, ao substituir parcialmente a silagem de milho.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Rafael Martins Laurindo

Ciências da Saúde

Medicina
  • proteína dissulfeto isomerase (pdi)-a1 peri/epicelular: um novo alvo terapêutico potencial no aneurisma de aorta
  • Aneurismas vasculares constituem um tipo de remodelamento expansivo exacerbado, em que o maior ponto de degradação ocorre na parte externa do vaso, acarretando alta morbi-mortalidade e constituindo uma necessidade terapêutica não contemplada. Mecanismos que coordenam remodelamento vascular envolvem processos de mecanoadaptação e nosso grupo tem mostrado evidência de que vias redox de sinalização regulam tais processos. Em particular, ditiol-proteínas da família da proteína dissulfeto isomerase (PDIs), da superfamilíia das tiorredoxinas, têm efeito na regulação redox do citoesqueleto e matriz extracelular. Mostramos que a fração extracelular da PDIA1 (PDI epi/pericelular ou pecPDI) contribui para remodelamento expansivo do vaso durante reparação vascular. Postulamos que pecPDI contribua para a fisiopatologia de aneurismas de aorta. Nosso objetivo é investigar o efeito da inibição da pecPDI em dois modelos de aneurisma de aorta, torácica e abdominal, causados por distintos mecanismos fisiopatológicos, explorando possíveis vias redox envolvidas nesse processo. Os objetivos específicos são: 1) Validar em nosso modelo a inibição farmacológica da pecPDI com compostos flavonóides amplamente documentados em outros modelos na literatura, controlando com agliconas antioxidantes sem capacidade inibitória da pecPDI. Avaliar efeitos desses inibidores na progressão do aneurisma de aorta torácica induzido no camundongo C57BL/6 pelo inibidor de lisil-oxidase beta-aminopropio-nitrilo (BAPN), avaliando alterações ecocardiográficas in vivo, estrutura histopatológica, propriedades viscoelásticas e expressão de proteínas associadas à fisiopatologia da dissecção (p.ex. metaloproteinases de matriz); 2) Estudar efeitos da inibição farmacológica da pecPDI na progressão do aneurisma de aorta abdominal, analisando as mesmas variáveis investigadas no objetivo (1); 3) Explorar, em modelo selecionado nos objetivos (1) e (2), mecanismos envolvidos no desenvolvimento do aneurisma e resposta ao tratamento, em ambos os modelos, focando no estudo da produção de oxidantes e equilíbrio tiol-dissulfeto; expressão e ativação de Nrf2 e seus alvos secundários; expressão de NADPH oxidases específicas; modulação redox de integrinas. Estes resultados têm o potencial de mostrar mecanismos relevantes à gênese do aneurisma e gerar dados de potencial relevância pré-clínica.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Ricardo da Cunha

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • investigação da dinâmica de gotas polarizadas e da reologia de emulsões magnéticas diluídas sujeitas a cisalhamento e campo
  • Neste projeto investiga-se a conexão entre a microfísica na escala de uma gota magnética com a resposta macroscópica reológica desse material complexos. Desenvolve-se um estudo integrado que combina modelagem, simulações numérica , usando front-capturing method (Level Set) e experimentos envolvendo microscopia e reometria para caracterização de estruturas e medidas de quantidades viscométricas e viscoelásticas. Simulações numéricas inovadoras de escoamentos bifásicos com uma fase magnética (gotas) é usada para se investigar o comportamento de emulsões magnéticas diluídas em combinação com metodologias experimentais envolvendo microscopia (micro escala) e reometria (macro escala). Com estes estudos tanto no domínio de computação numérica como experimental espera-se ganhar suporte para formulação de modelos simplificados para descrição constitutiva desses materiais na presença de efeitos magnéticos. Ao mesmo tempo os experimentos serão da maior relevância para validação dos resultados gerados com a nova técnicas de computação numérica baseada em front-capturing method adotada além de prover suporte para a própria modelagem teórica e explicação dos mecanismos físicos envolvendo no estudo da deformação, orientação e tensão de gota magnética. A pesquisa analítica, computacional e experimental explorada aqui inclui também estudos micro-físicos do problema de duas gotas interagindo em cisalhamento na presença de um campo magnético externos.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Silvestre Brilhante Bezerra

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • avaliação da eficácia de vacinas recombinantes de subunidade e de bacterina enriquecida com proteínas recombinantes associadas ao adjuvante saponina no combate à linfadenite caseosa em caprinos
  • Nos últimos anos, formulações vacinais contendo antígenos recombinantes de Corynebacterium pseudotuberculosis vem sendo testadas. No entanto, apesar de alguns desses alvos terem apresentado resultados promissores, a maioria desses trabalhos tem se limitado a avaliação em modelo murino, sendo escassos os dados sobre o comportamento de vacinas recombinantes de subunidade em pequenos ruminantes. Assim, o presente projeto objetiva avaliar o potencial imunoprotetor de vacinas contendo as proteínas recombinantes rCP01850 ou rCP09720 de C. pseudotuberculosis associadas ou não a bacterina e formuladas com o adjuvante saponina em caprinos. As proteínas rCP01850 e rCP09720 serão expressas de forma heteróloga em Escherichia coli, purificadas, e testadas quanto à sua imunogenicidade através de Western blot utilizando soros de animais com linfadenite caseosa (LC) clínica e livres da doença. Para os experimentos de imunização e desafio, serão utilizados 15 caprinos nativos e soronegativos para a LC, que serão divididos em 5 grupos de 3 animais cada. Os animais serão distribuídos randomicamente nos seguintes grupos: G1, inoculado com saponina (grupo controle); G2, imunizado com rCP01850 associado ao adjuvante saponina; G3, imunizado com rCP01850 associado ao adjuvante saponina e bacterina da cepa Cp1002; G4, imunizado com rCP09720 mais saponina; e, G5, imunizado com rCP09720 associada a saponina e a bacterina da cepa Cp1002 (G5). Serão administradas 2 doses de cada tratamento por via subcutânea (s.c.), intervaladas por 21 dias. O desafio será realizado no 42º dia do experimento através da inoculação por via s.c. de 105 UFC da cepa virulenta MIC6 de C. pseudotuberculosis. Os animais desafiados serão avaliados clinicamente por 12 semanas, e ao final deste período serão necropsiados. Linfonodos e órgãos internos serão avaliados quanto à presença de lesões, e amostras serão tomadas para a análise histopatológica, cultivo bacteriano, bem como para a extração de DNA e realização de PCR. Amostras de sangue serão coletadas dos caprinos um dia antes da primeira imunização (dia 0), e semanalmente até o final do experimento objetivando a realização de ELISA para a detecção de anticorpos anti-rCP01850, anti-rCP09720, bem como para a quantificação de IFN-γ. Espera-se, com a execução deste projeto, a obtenção de uma formulação eficiente contra LC para uso em caprinos, a publicação de 2 artigos internacionais, a obtenção de 1 patente e a capacitação de estudantes.
  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Souto de Sousa Júnior

Outra

Divulgação Científica
  • teatro científico como ferramenta para divulgação do ensino de química no nordeste.
  • O uso da divulgação científica como instrumento pedagógico é o tema do nosso projeto. Partindo da perspectiva de trazer para a educação em ciências e em química o teatro aliado à experimentação como ferramenta pedagógica para despertar o interesse dos alunos, cativá-los para os temas propostos pelos professores e ampliar a capacidade para o aprendizado. O projeto vai ser desenvolvido na região semiárida do nordeste que é extremamente deficiente em estruturas técnicas (Laboratórios) nas suas escolas, centrando o ensino de química na apresentação de conceitos científicos, sem incluir situações reais, o que pode tornar o ensino pouco motivador para o aluno. Nesse sentido, o objetivo do projeto é criar um grupo de teatro científico com alunos de licenciaturas, buscando divulgar a ciência nas escolas da região do semiárido nordestino. No caso específico, pretende-se divulgar a química e seus conceitos usando a linguagem do teatro aliado a experimentação.
  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Thiago Rocha Vasconcelos

Ciências Humanas

Sociologia
  • o sistema de justiça criminal no maciço de baturité/ce: a construção do inquérito policial e do processo judicial para crimes de homicídio
  • A pesquisa incidirá sobre três eixos de análise de concepções e práticas: 1) atendimento ao público e registro do Boletim de Ocorrência; 2) análise do processo de negociação e classificação na construção do Inquérito Policial; 3) relações da Polícia Civil com demais organizações do SJC, em especial Polícia Militar e Ministério Público. Três fontes principais de referência teórica serão consideradas: a compreensão do SJC como “sistema frouxamente articulado”; o padrão inquisitorial do processo investigativo; e as análises do fluxo SJC e seus “gargalos” com atenção para o tempo e fluxo do processo. O trabalho de campo será feito com base no cruzamento de análise etnográfica, entrevistas semiestruturadas e grupos focais e sistematização do fluxo do SJC. A hipótese do estudo é o do agravamento dos entraves no fluxo do SJC na região nos últimos dez anos em decorrência de quatro fatores: 1) precarização e baixo investimento na Polícia Civil; 2) disjunções organizacionais entre planejamento da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e Secretaria de Justiça (SEJUS); 3) crescimento do número de homicídios na região, em decorrência das transformações sociais do crime no Ceará; 4) construção da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), originando novo patamar quantitativo e qualitativo de demandas (crimes sexuais, racismo e xenofobia). Há, por conseguinte, um aumento das demandas de investigação, administração de conflitos e manutenção da ordem que constrange o SJC. A sua não adequação a estes fatores agrava os sentimentos de impunidade, relativos ao tempo de espera por justiça, e possibilita a reiteração dos padrões de resposta: resistência à mudança por parte dos atores do SJC, descrença popular no SJC e demandas por soluções repressivas e punitivistas (legais ou extra-legais).
  • Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Tiago de Vasconcelos Melo

Ciências Biológicas

Zoologia
  • diversidade e estrutura de comunidades de helmintos parasitos de anfíbios da amazônia ocidental brasileira
  • A herpetofauna é um grupo formado por anfíbios e répteis e ocupa quase todos os hábitats terrestres. Dentre esses grupos de vertebrados, na região amazônica, os anfíbios se destacam por abrigar cerca de 80% das espécies conhecidas para o Brasil. Estudos relacionando a sistemática, biologia e ecologia destes animais são frequentes, e tem crescido nos últimos anos o entendimento da diversidade da fauna parasitária desses hospedeiros. No entanto, ainda se faz necessário compreender melhor aspectos ecológicos da fauna parasitária e suas associações ambientais para depreender melhor os aspectos da relação entre parasitas e hospedeiros. Poucos estudos relacionam fatores ambientais com a presença de espécies de parasitas em um dado ambiente e as questões relacionadas à estruturação do hábitat nas comunidades de hospedeiros e seus parasitos são muito pouco compreendidas, sendo conhecido o fato de que parasitas de anuros podem nos trazer informações relevantes em estudos evolutivos e biogeográficos, sendo também importantes ecologicamente como indicadores de habitat, nas interações tróficas e no comportamento reprodutivo de seus hospedeiros. Assim, o presente projeto objetiva descrever as espécies de parasitos de anfíbios da Amazônia brasileira, além de avaliar a distribuição vertical de diferentes taxa de helmintos presentes nas espécies de anuros hospedeiros para discutir aspectos relacionados ao padrão de distribuição agregada dos parasitas, analisando as causas que determinam essa distribuição e suas implicações para a dinâmica populacional da interação hospedeiro-parasita.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Vassiliepe Sousa Arruda

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • avaliação do potencial antibacteriano e antifúngico de moléculas purificadas de plantas da caatinga e seu efeito combinado com antibióticos e antifúngicos sobre biofilmes de bactérias e leveduras patogênicas
  • Biofilmes podem ser definidos como comunidades microbianas complexas que interagem e se estabelecem em superfícies bióticas ou abióticas, nas quais as células microbianas encontram-se encrustadas no interior de uma matriz de substâncias poliméricas extracelulares (SPE), a qual é produzida pelas próprias células. Na verdade, os biofilmes tem sido considerados como estratégias microbianas para a sobrevivência em ambientes adversos, uma vez que muitas vantagens são fornecidas para as células consorciadas. Várias doenças humanas como cárie, otite média, fibrose cística estão relacionadas com a presença de biofilmes. É certo que vários micro-organismos tem adquirido mecanismos de resistência contra a agressão por antimicrobianos convencionais. Desta forma, a resistência a múltiplas drogas antimicrobianas tem sido cada vez mais observada nos micro-organismos. É exatamente neste cenário que o Brasil se apresenta como um dos países com a maior biodiversidade do mundo. Afinal de contas, já são quase 60 mil espécies vegetais catalogadas, muitas delas pertencentes a Caatinga, um bioma tipicamente brasileiro que ocupa mais de 50% da região nordeste do Brasil. A presente proposta busca avaliar o potencial antimicrobiano (antibiofilme) de moléculas isoladas a partir de plantas da Caatinga sobre cepas de bactérias e leveduras patogênicas para seres humanos. Para este propósito, serão realizados ensaios in vitro buscando determinar o efeito de tais moléculas sobre a formação de biofilmes e sobre os biofilmes pré-formados de tais bactérias e leveduras. Em adição, o efeito citotóxicos de tais moléculas serão igualmente avaliados.
  • Centro Universitário UNINTA - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisco Wirley Paulino Ribeiro

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de biossensores fotoeletroquímicos para determinação de biomarcadores de câncer
  • O número de novos casos, dos mais diversos tipos de câncer tem aumentado em todo mundo. Nesse caso, surge a necessidade do desenvolvimento de procedimentos eficientes para o diagnóstico precoce do câncer, pois, pode resultar em impactos positivos sobre a saúde humana e qualidade de vida. Especificamente, nos últimos anos, as doenças na próstata: prostatite, hiperplasia prostática e câncer tem recebido atenção no que concerne o desenvolvimento de metodologias voltadas para a detecção do antígeno prostático específico (PSA). Nesse contexto, os biossensores fotoeletroquímicos apresentam-se como dispositivos promissores para a determinação dos biomarcadores dos mais variados tipos de doenças. Isso é possível devido a eficiente imobilização do anticorpo sobre a superfície do material semicondutor dando origem ao imunossensor (biossensor por afinidade). A análise fotoeletroquímica é um procedimento recém desenvolvido com interessantes aplicações em química analítica. Esse novo procedimento apresenta vantagens, tais como: a redução do sinal de fundo não desejado, elevada sensibilidade, possibilidade de miniaturização dos dispositivos de detecção, baixo custo, portabilidade e fácil automação. Na detecção fotoeletroquímica, a interação entre a espécie química e elétronlacuna fotogerados no semicondutor irradiado por luz leva a mudança de fotocorrente, aumento ou diminuição, dependendo do mecanismo de resposta, essa alteração na fotocorrente pode ser relacionada com a concentração do analito de interesse. Nesse contexto, o desenvolvimento de imunossensores fotoeletroquímicos baseados em BiVO4 e/ou WO3 (semicondutores do tipo-n de fácil produção) combinados com nanopartículas de ouro (NpAu) para a determinação de PSA pode ser considerado como promissor tema de pesquisa. Portanto, o presente projeto de pesquisa tem por objetivo principal desenvolver imunossensores fotoeletroquímicos inéditos, baseados nos semicondutores BiVO4 e WO3 aliados às NpAu, para determinação do PSA, biomarcador de câncer e outras doenças da próstata. A proposta também contempla metas que se dividem em formação e qualificação de recursos humanos, produção intelectual, colaborações interinstitucionais e fortalecimento do campo da pesquisa/inovação dentro da Universidade Federal do Cariri-UFCA.
  • Universidade Federal do Cariri - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francivaldo Alves Nunes

Ciências Humanas

História
  • ocupação da terra, paisagem e produção rural nos aldeamentos e colônias agrícolas do pará, décadas de 1840-1880
  • Este projeto objetiva analisar os mecanismos de ocupação da terra no interior dos núcleos coloniais e aldeamentos do Pará, entre as décadas de 1840 e 1880, e ainda identificar os produtos rurais resultantes desse processo de colonização.Assim, a pesquisa busca desvelar a estrutura fundiária desses espaços coloniais, a partir dos registros de concessão de lotes agrários, estatística de produção e listagens de ferramentas e equipamentos fornecidos a colonos e índios. Pretende-se descrever a paisagem construída pelas atividades econômicas desenvolvidas pelas ações colonizadoras, que tinham nas aldeias e colônias agrícolas espaços de execução. A pesquisa quer entender, portanto, de que maneira essa ocupação engendrou conflitos e compreensões em torno ao acesso, uso da terra e os valores que seus ocupantes (índios e colonos) foram construindo nesses espaços.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Franco Henrique Andrade Leite

Ciências da Saúde

Farmácia
  • planejamento e avaliação de novos inibidores de pteridina redutase 1 em leishmania major
  • A leishmaniose cutânea, doença causada por Leishmania major, é responsável por mais de 50 mil mortes anuais. Apesar desta alta mortalidade, os medicamentos disponíveis para o tratamento dos pacientes, possuem eficácia terapêutica moderada além de efeitos adversos graves, o que torna emergencial o desenvolvimento de novos fármacos. Para alcançar esse objetivo, a integração de estratégias in silico e in vitro pode auxiliar na identificação e otimização de moléculas bioativas frente a alvos exclusivos do parasito. A Pteridina Redutase 1 (PTR1; E.C. 1.5.1.33) é um alvo validado em Leishmania spp. responsável pela redução de folato e biopterina para tetrahidrofolato e tetrahidrobipterina, respectivamente, as quais são essenciais nas etapas de crescimento celular. Esta enzima age como uma rota alternativa quando a via preferencial de biossíntese de folatos (Diidrofolato redutase-Timidilato Sintase - DHFR-TS; E.C 1.5.1.3/2.1.1.45) está inibida. Anteriormente, demonstramos que derivados de tiazolidina-2,4-diona inibem a PTR1 de L. major. Neste contexto, o presente estudo visa dar continuidade a esse trabalho e avaliar a atividade de uma segunda geração de compostos, visando obter as informações necessárias para estabelecer a relação entre estrutura química e atividade biológica dessa classe química frente a esse alvo macromolecular. A fim de alcançar esse objetivo, ensaios in vitro (ThermoFluor® e espectrofluorimetria) serão empregados para avaliar cerca de 60 derivados tiazolidina-2,4-diona. Posteriormente, técnicas in silico (acoplamento molecular, dinâmica molecular e modelos farmacofóricos) serão utilizadas para predizer o modo de interação dos compostos bioativos e assim auxiliar na identificação de requisitos estéreo-eletrônicos essenciais para a atividade biológica. Ao final do projeto, espera-se ter identificado ao menos um composto que possa ser considerado como composto protótipo para o desenvolvimento de um fármaco contra leishmaniose cutânea.
  • Universidade Estadual de Feira de Santana - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Franco Maria Lajolo

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • efeito dos sucos de laranja pêra e laranja sanguínea, ricos em polifenóis nos marcadores inflamatórios e microbiota intestinal em indivíduos com resistência à ação da insulina.
  • A resistência insulínica é uma anormalidade metabólica inter-relacionadas na etiologia do diabetes tipo 2 que envolve mecanismos moleculares e celulares complexos, levando a desregulação na homeostase da glicose. Como consequência, a hiperglicemia induz os monócitos a produzirem citocinas pró-inflamatórias e quimiocinas que provocam uma alteração na sensibilidade à insulina e alterações metabólicas importantes que aumentam o risco de doença cardiovascular. A busca por terapias com efeitos protetores tanto para controlar o desenvolvimento da doença, quanto para o controle das alterações fisiológicas vem sendo desenvolvidas. Apesar dos extensos trabalhos realizados com compostos bioativos dos alimentos, a ingestão de suco de laranja, rico em flavanonas em seres humanos e os seus mecanismos na síndrome metabólica são escassos. Deste modo, o objetivo deste trabalho é avaliar os efeitos do consumo de suco de laranja, como uma terapia coadjuvante no tratamento da resistência à insulina e os possíveis mecanismos inflamatórios e metabólicos envolvidos. Os participantes serão suplementados com o suco de laranja (400ml/dia) pêra e laranja sanguínea durante 15 dias ininterruptos, com um período de wash out de 2 semanas. Serão analisadas as seguintes variáveis (no dia 0 e no dia 16): consumo alimentar, peso, estatura, índice de massa corporal, circunferência da cintura, coleta de sangue, urina e fezes. E, posteriormente, serão analisados: produção de citocinas, número de células mononucleares, função de monócitos incluindo quimiotaxia, fagocitose, expressão de receptores e parâmetros bioquímicos (flavanonas, citocinas, hormônios, glicose, perfil lipídico). A normalidade dos dados será verificada através do teste de Shapiro Wilk´s. A análise descritiva será realizada por meio de média ± erro padrão. A análise estatística será analisada por meio dos testes adequados a partir dos dados da análise descritiva e segundo o desenho experimental.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francois Germain Noel

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • estudo da interação fármaco-receptor como ferramenta para descoberta de novos antagonistas d3 candidatos a antipsicóticos atípicos e para o estudo de relação estrutura-atividade de ligantes da na+,k+-atpase
  • SUB-PROJETO 1: Descoberta e caracterização pré-clínica de novos antagonistas seletivos do receptor D3, candidatos a protótipos de antipsicóticos atípicos Em relação aos antipsicóticos típicos, os atípicos são tão eficazes contra os sintomas positivos e estão associados a uma menor incidência de efeitos extrapiramidais. Por outro lado, são somente um pouco mais eficazes para melhorar os sintomas negativos e não reduzem o déficit cognitivo. A distribuição anatômica mais restrita do receptor D3 em áreas como a via mesolímbica sugere que pode participar de diversas funções afetadas na esquizofrenia como por exemplo cognição, emoção e interações sociais. Desta forma, o receptor D3 é considerado um alvo para fármacos desprovidos de efeito locomotor característico dos antagonistas do receptor D2, explicando o entusiasmo atual por novos antagonistas D3 visando o tratamento tanto da Esquizofrenia como da dependência a drogas. A obtenção de um cristal de receptor D3 co-cristalizado com um antagonista seletivo D2-D3 permitiu detectar a presença de um segundo sítio, próximo ao sítio ortostérico, inexistente no receptor D2. Neste projeto, pretendemos usufruir desta característica estrutural do receptor D3 e da experiência prévia do nosso grupo inserido no INCT-INOFAR para planejar compostos N-fenilpiperazínicos que pudessem se ligar aos dois sítios (ligantes bitópicos), aumentando assim de forma seletiva a afinidade para o receptor D3. Para tanto, abriremos mão de estudo de docking, de ensaios de binding, clássicos e funcionais (para determinar a afinidade nos receptores D2, D3 e D4 e atividade intrínseca dos novos compostos para o receptor alvo, D3), métodos in silico para prever as propriedades de “drug-likeness” e ensaios de neurotoxicidade em cultura de neurônios para selecionar os compostos que serão avaliados em modelos clássicos de roedores para screening de antipsicóticos atípicos e para aprofundar o mecanismo de ação molecular (e.g., possibilidade de seletividade funcional, através da técnica de BRET). Com a nossa experiência neste tipo de projeto, estamos visando contribuir para este campo do saber com propósito de inovação e aplicabilidade, o depósito de patente e, se possível, licenciamento para empresa farmacêutica nacional. SUB-PROJETO 2: Caracterização e Relação Estrutura-Atividade de cardenolídeos e bufadienolídeos quanto à sua ligação, potência e cinética inibitória da Na+,K+-ATPase A Na+,K+-ATPase, clássico alvo dos esteroides cardíacos (ECs), esta de novo no centro dos interesses da Academia e da Indústria farmacêutica após comprovação de efeitos antitumorais de alguns ECs e da presença de ECs endógenos em mamíferos, entre cardenolídeos (ouabaína, digoxina) e bufadienolídeos (marinobufagina e telocinobufagina). Apesar do interesse crescente nos bufadienolídeos, ainda faltam dados na literatura sobre a interação destes compostos com a Na+,K+-ATPase, o que nos estimulou em melhor caracterizar sua capacidade de ligação e inibição à Na+,K+-ATPase, em comparação com os cardenolídeos, visando determinar os elementos estruturais que influenciam propriedades como afinidade, potência inibitória, cinética, efeito antagônico do potássio e conformações da enzima nas quais se ligam preferencialmente. Iremos testar 13 compostos judiciosamente escolhidos por suas características estruturais para este estudo utilizando a isoforma presente em rim de porco com alta translacionalidade para a enzima humana. Utilizaremos diferentes protocolos tanto de radioligação (binding) como de cinética enzimática e de ancoramento (docking), que nos permitirão tirar informações funcionais entre cardenolídeos e bufadienolídeos. Iremos também aproveitar este projeto para prosseguir na nossa busca por validação de ensaios de binding funcional indiretos, no caso visando avaliar o tempo de residência dos ECs e a influência de diferentes conformações da enzima.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

François Michel Claude Impens

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • controle quântico de emissores na vizinhança de um material
  • Os progressos na área de informação quântica tem motivado o desenvolvimento de procedimentos eficientes e robustos para manipular sistemas quânticos. Protocolos quânticos adequados devem permitir a realização confiável de determinados estados quânticos e portas quânticas em condições experimentais realistas. Idealizar e implementar tais protocolos é o objetivo da área de controle quântico. Avanços recentes nesta área incluem o controle quântico de sistemas cm muitos corpos, envolvendo cadeias de spin ou átomos de Rydberg. Neste projeto, nos concentramos na aplicação de técnicas de controle quântico em nano-fotônica [7]. O controle da interação luz-matéria é de suma importância nesta área. Precisamente, investigaremos o comportamento coletivo de emissores localizados na vizinhança de um material sofrendo transição de fase. Estudaremos a influencia de transições de fase em meios críticos sobre interferências quânticas envolvidas no processo de emissão. Consideraremos também o caso de metamateriais hiperbólicos. Investigaremos o papel dos plasmons de superfície na interação entre o material e os emissores quânticos. Metamateriais com propriedades óticas e magnéticas sintonizáveis são de fato uma plataforma muito promissora para a idealização e a implementação de novos protocolos quânticos. O controle adiabático de plasmons de superfície, proposto recentemente, abre perspectivas promissoras para a implementação de protocolos mais sofisticados com plasmons de superfície. Uma aplicação interessante deste protocolos pode ser a obtenção de estados emaranhados envolvendo dois (ou mais) modos plasmonicos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francys Kley Vieira Moreira

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • plásticos biodegradáveis aditivados com compostos antimicrobianos nanoestruturados via processamento no estado fundido
  • A indústria de alimentos procura alternativas ao uso de embalagens plásticas não biodegradáveis, levando também em consideração fatores de qualidade, vida-de-prateleira e segurança dos produtos. Poli(ácido lático) (PLA), poli(3-hidroxibutirato-co-valerato) (PHBV) e policaprolactona (PCL) são poliésteres biodegradáveis com crescente importância comercial. A incorporação de agentes antifúngicos e bactericidas a esses poliésteres representa desafios colidentes, a saber, funcionalização e criação de plásticos antimicrobianos com potencial aplicação no setor de embalagens e alteração da biodegradabilidade. Neste contexto, o presente projeto busca desenvolver plásticos antimicrobianos a partir de PLA, PHBV e PCL mediante aditivação com compostos antimicrobianos via processamento no estado fundido. Com isso, este projeto busca contribuir com informações sobre o desempenho físico e biocida desses plásticos em função do tipo de composto antimicrobiano e do processamento e como tal aditivação afeta a compostabilidade desses materiais. Este projeto é motivado por (i) possibilidades de desenvolver tecnologias 100 % brasileiras de embalagens antimicrobianas a partir de poliésteres biodegradáveis cuja inserção na cadeia de valor dos plásticos é desejável e crescente em todo o mundo e (ii) geração de conhecimento e formação de pessoal sobre a caracterização de poliésteres antimicrobianos extrínsecos e suas relações de efeito composição-compostabilidade, aspectos pouco explorados até o momento. Os objetivos do projeto envolvem a aditivação de PLA, PCL e PHBV com ácido sórbico, sorbato de potássio, propionato de cálcio e metabisulfito de sódio, compostos antimicrobianos de uso consolidado na indústria de alimentos. A fim de estender a perspectiva tecnológica e científica do projeto, os compostos antimicrobianos serão miniaturizados à escala nanométrica por tratamento ultrassônico e posteriormente incorporados nos poliésteres por extrusão, a técnica de conversão mais utilizada na indústria brasileira de transformados plásticos. Os plásticos serão desenvolvidos e caracterizados no âmbito de colaboração científica entre o DEMa e DMP da UFSCar, a Embrapa Instrumentação e a Faculty of Science da Universidade de Copenhagen. O projeto espera atingir uma descrição do efeito da miniaturização dos compostos antimicrobianos sobre o desempenho dos poliésteres com foco em embalagem. Espera atingir também um grau de compreensão desses sistemas de forma estender as aplicações para agricultura e na área de biomateriais.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Frank Raynner Vasconcelos Ribeiro

Ciências Biológicas

Zoologia
  • peixes das bacias dos rios curuá e maicuru: dois sistemas de drenagem subestudados da calha norte paraense, brasil
  • Os rios Curuá e Maicuru são tributários de águas claras da margem esquerda do rio do rio Amazonas, Pará, Brasil. Até o momento nenhum estudo ictiofaunístico foi realizada nestes sistemas de drenagem. A presente proposta tem como objetivo caracterizar a ictiofauna destas bacias, utilizando dados e conhecimentos taxonômicos e ecológicos a cerca desse grupo taxonômico. Para tal, serão realizadas duas expedições de campo em diferentes períodos do ciclo hidrológico. Cerca de trinta pontos amostrais foram provisoriamente estabelecidos, incluindo igarapés e canal dos rios. A metodologia utilizada na presente proposta é semelhante à utilizada pelo Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBio). Dados bióticos e abióticos permitirão realizar análises comparativas entre os diferentes ambientes estudados e relaciona-los com os valores dos indicadores ecológicos da ictiofauna de outros sistemas de drenagem com diferentes tipos de água. Será o primeiro levantamento da ictiofauna das bacias dos rios Curuá e Maicuru e auxiliará no entendimento de como fatores abióticos e espaço-temporal estão influenciando na estruturação das assembleias de peixes em rios e igarapés daqueles e, espera-se, de outros sistemas de drenagem amazônicos. Os resultados do estudo serão disponibilizados para a comunidade científica em forma de relatório e artigos científicos e fornecerão dados secundários para estudos ictiofaunísticos e definições de políticas de conservação em unidades de conservação na calha norte paraense. Assim, o projeto irá fornecer um valioso e imediato retrato biológico e ecológico da ictiofauna dos rios Curuá e Maicuru, antes das perturbações ambientais decorrentes da degradação ambiental resultante de desmatamento - principalmente da floresta ripária, e de represamento.
  • Universidade Federal do Oeste do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Frank Silva Bezerra

Ciências Biológicas

Morfologia
  • a administração intranasal de surfactante exógeno bovino em ratos wistar submetidos à ventilação mecânica: efeitos sobre os marcadores do estresse oxidativo e da inflamação
  • A ventilação mecânica (VM) é amplamente utilizada para suporte ventilatório de pacientes em diversas situações clínicas, como insuficiência respiratória, fadiga muscular ou que necessitem de anestesia geral durante procedimentos cirúrgicos. Estudos recentes demonstraram que a VM favorece a formação de espécies reativas de oxigênio, gerando assim, um desequilíbrio redox nas células pulmonares, além de uma resposta inflamatória, promovendo uma exacerbação da lesão pulmonar. A lesão pulmonar induzida pela ventilação é caracterizada principalmente por uma resposta inflamatória secundária ao stress/strain não fisiológicos impostos aos pulmões durante a ventilação mecânica. Dessa maneira, o objetivo deste trabalho é avaliar os efeitos do surfactante exógeno de origem bovina junto à ventilação mecânica sobre o desequilíbrio redox e na resposta inflamatória pulmonar de ratos saudáveis. Esse estudo foi aprovado pelo CEUA-UFOP, conforme o Protocolo nº 2018/06. Para isso, serão utilizados ratos machos saudáveis da linhagem Wistar, com aproximadamente 8 semanas de idade, divididos em 4 grupos com 11 animais cada: Grupo ventilação espontânea (GVE); Grupo Controle com ventilação mecânica (GCVM); Grupo surfactante (GS) e Grupo ventilação mecânica com surfactante (GVMS). Os animais serão pré-tratatados com surfactante 1 hora antes de serem submetidos a VM, para isto serão anestesiados por via inalatória com Isoflurano (2%) e em seguida receberão cerca de 500 µl (250 µl em cada narina) de surfactante Beractanto (Survanta) correspondente a 2 mL/kg. Para a realização do procedimento de ventilação, os animais serão anestesiados, sedados, submetidos a traqueostomia, curarizados e conectados ao ventilador mecânico (Inspira Advanced Safety Ventilator -Harvard Apparatus) por um período de 1 hora (volume corrente será de 7 mL/kg; Pressão Positiva ao final da Expiração (PEEP) de 0 cmH20; Frequência Respiratória (FR) de 90 incursões respiratórias por minuto; relação I:E de 1:2 e Fração Inspirada de Oxigênio (FiO2) de 21%). Durante o procedimento, serão monitorizadas: a mecânica pulmonar, a função hemodinâmica e a temperatura corporal. Após o procedimento, será coletado o sangue, o lavado broncoalveolar e o tecido pulmonar para a realização das análises bioquímicas, imunoenzimáticas, histológicas e morfométricas. Os animais serão eutanaziados por exanguinação. Após a coleta dos dados e confirmação do teste de normalidade (Gaussian aproximation), os dados serão expressos em média ± erro padrão da média. A diferença entre os dados contínuos dos grupos será avaliada pelo teste de análise de variância (ANOVA) seguido do Pós-teste de Tukey. E a diferença entre os dados discretos dos grupos será realizada através do Teste Kruskal-Wallis seguido do Pós-teste de Dunns. Em ambos os casos, diferença significativa será considerada quando o valor de P for menor ou igual a 0,05 (Graphpad Prism 5 Software).
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Franklin Delano Soares Forte

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • a educação interprofissional na formação em saúde da paraíba
  • As necessidades de saúde dos sujeitos, famílias, comunidade e território expressam uma complexidade que demandam a organização a oferta de serviços do sistema de saúde no Brasil e deve refletir no processo de formação de novos profissionais de saúde, visando novos arranjos na perspectiva do trabalho em equipe. Assim, a Educação Interprofissional (EIP) se apresenta como abordagem estratégica para que equipes de trabalho multiprofissionais possam produzir cuidado em saúde de forma colaborativa. Dessa forma, os cenários de aprendizagens no sistema único de saúde permitem aprendizado significativo, visando alcançar melhoria na formação e consequentemente a produção de cuidado aos sujeitos, famílias, comunidade e território. A presente proposta de pesquisa tem como objetivo compreender o processo de formação em saúde na perspectiva da educação interprofissional a partir da percepção de estudantes de graduação em Odontologia, Enfermagem, Farmácia, Educação Física, Fisioterapia e Serviço Social de duas Instituições de Ensino Superior Pública do estado da Paraíba e avaliar a disponibilidade para aprendizagem interprofissional desse grupo de estudantes. A pesquisa está ancorada na abordagem qualitativa e quantitativa e adotou como desenho da pesquisa exploratória. Será desenvolvida nos municípios de João Pessoa e Campina Grande-PB, tendo como sujeitos da pesquisa estudantes dos referidos cursos da Universidade Federal da Paraíba e Universidade Estadual da Paraíba. A pesquisa terá duas etapas: quantitativa: com aplicação de Questionário de Readiness Interprofessional Learning Scale – RIPLS, na versão traduzida, adaptada transculturalmente e validada no Brasil e qualitativa: realização de grupos focais. Para análise dos dados quantitativos serão adotados o nível de significância de 5% e usados testes paramétricos e não paramétricos conforme normalidade dos dados, considerando significativo um intervalo de confiança de 95% e nível de significância de α=0,05 para todos os testes estatísticos. Para os dados qualitativos será adotada a técnica de análise de conteúdo temática de Bardin (2014) que pressupõe as etapas de pré-análise; exploração do material ou codificação; tratamento dos resultados obtidos, inferência e interpretação. A pesquisa será submetida ao Comitê de Ética em Pesquisa local e observada a Resolução do CNS nº466/12. Os resultados esperados dessa pesquisa serão relevantes para que a formação profissional em saúde e as práticas colaborativas nos cenários de prática do Sistema Único de Saúde sejam fortalecidas, e desta forma fortalecer a integração ensino/serviço e contribuir para a reorientação do modelo de atenção na perspectiva da integralidade visando o impacto na qualidade da atenção. Além de fortalecer a parceria entre a Universidade Federal da Paraíba e a Universidade Estadual da Paraíba e a linha de pesquisa de “Formação em saúde” com publicações qualificadas. Esses princípios reforçam a necessidade de investir na reorientação dos serviços de saúde e capacitação dos profissionais de saúde, justificando a necessidade de fortalecer o debate sobre educação interprofissional (EIP) e prática interprofissional.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Franklin Plessmann de Carvalho

Ciências Humanas

Antropologia
  • fortalecimento da sociobiodiversidade de comunidades tradicionais com apoio de novas cartografias sociais
  • O “Núcleo de Estudos em Agroecologia e Nova Cartografia Social da UFRB” tem como objetivo principal compreender, fortalecer e dar visibilidade aos modos de ser, pensar e agir de povos e comunidade tradicionais. Nossas atividades visam a construção e socialização de conhecimentos agroecológicos por meio de pesquisa qualificada que possibilite a inter relação de saberes - tradicional, popular, acadêmico-científico. As relações de pesquisa e extensão estabelecidas com comunidades de fundo e fecho de pasto, quilombolas, camponesas e povos indígenas nos mostram como cada grupo constrói suas territorialidades e organizam seus agroecossistemas. A análise e compreensão da sociobiodiversidade possibilita a identificação de vulnerabilidades, de problemas, sob a ótica das famílias agricultoras. Compreender a sociobiodiversidade como base para serem estabelecidos diálogos entre os saberes dos agentes sociais e suas organizações de base com as instituições de ATER, escolas família agrícola (EFAs), institutos federais, universidade, ONGs. O planejamento das intervenções destas instituições como decorrente de uma interlocução ativa com os agentes sociais, visando o fortalecimento da própria sociobiodiversidade de cada grupo social. Neste sentido diverge totalmente da intervenção técnica que visa basicamente produtividade e altos rendimentos financeiros, ou a que subordina a ação dos agricultores a uma compreensão cientificista de um suposto “ecossistema natural” e que tem como foco uma perspectiva centrada nos interesses do capitalismo agrário nos espaços rurais brasileiros. Concretamente as ações deste NEA se relacionam com a produção e sistematização do conhecimento. Uma das expertises está relacionada nas pesquisas relativas ao reconhecimento das terras tradicionalmente ocupadas e na capacitação de agentes sociais para o monitoramento dos seus respectivos territórios. Neste sentido observamos tanto o processo de territorialização como a construção de identidades sociais. Aqui lançamos mão da elaboração de Novas Cartografias Sociais como referência na relação com os grupos. Outra linha de atuação se concentra na formação de agentes de ATER e outros profissionais (monitores e professores de EFAs, técnicos de ONGs, pesquisadores e extensionistas de IFs) visando a compreensão da sociobiodiversidade das comunidades tradicionais para adequação da intervenção técnica: produção; comercialização; proteção e recuperação dos recursos naturais; defesa do território; ensino de agroecologia. A terceira linha de ação se relaciona com a identificação e sistematização de experiências de transição agroecológica em seus diferentes estágios. Por fim, estimulados por esta chamada, estaremos construindo unidades referência/ demonstração com os grupos trabalhados. Também está nesta linha de ação a implantação de um viveiro de mudas no Centro de Formação de Professores (CFP/UFRB) visando o fornecimento de sementes e mudas para recomposição de áreas degradas e da diversidade genética de cultivos, especialmente no território do Vale do Jequiriça. Como atividades integradoras e complementares iremos promover e participar de ações que permitam uma interlocução com outros NEAs e CVTs. Percebemos como estratégico fortalecer a Rede Nordeste de Núcleos de Agroecologia (RENDA). Também buscaremos a interlocução com grupos de pesquisa e instituições que trabalhem no fortalecimento da sociobiodiversidade de comunidades tradicionais e na construção do conhecimento agroecológico. A participação e organização de eventos, seminários, feiras, congressos, caravanas agroecológicas fazem parte desta proposta. A realização de atividades conjuntas, como a capacitação de agentes de ATER e a sistematização de experiências também são projetadas. Desta forma percebemos total sintonia com as diretrizes da Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica. O eixo Conhecimento é a base da nossa ação como NEA, integrando as ações de extensão, pesquisa e ensino. Nossa produção acadêmica tem uma maior relação com os eixos Terra e Território, Uso e Conservação dos Recursos Naturais e Sociobiodiversidade. Os eixos Produção, Comercialização e Consumo são enfocados a partir dos conhecimentos advindos da compreensão da sociobiodiversidade de comunidades tradicionais. Público Como já indicado na descrição dos objetivos, os agentes sociais de comunidades de fundos de pasto, comunidades quilombolas do recôncavo, povos indígenas do sul da Bahia e comunidades camponesas do Vale do Jiquiriça e Baixo Sul são o público preferencial da ação deste NEA. Suas organizações de referências – articulações, centrais, associações, cooperativas - serão as principais instituições interlocutoras para o planejamento da ação. Agentes de ATER, monitores e professores de EFAs, técnicos de ONGs, pesquisadores e extensionistas de instituições e ensino e pesquisa também constam como público, especialmente no que se referem aos cursos de capacitação e formação em agroecologia.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 01/12/2017-31/10/2020
Foto de perfil

Frederic Jean Georges Frezard

Ciências Biológicas

Biofísica
  • complexos de porfirinas com antimônio(v): uma nova classe de fármacos para o tratamento das leishmanioses
  • A leishmaniose é uma doença parasitária negligenciada que ocupa o segundo lugar em mortalidade e quarto em morbidade no mundo, dentre todas as doenças tropicais. O complexo de antimônio(V) com meglumina é o medicamento de primeira escolha no Brasil para o tratamento das formas visceral e cutânea da doença (Frézard et al., 2009). Entretanto, o arsenal terapêutico atualmente disponível para a leishmaniose apresenta importantes limitações relacionadas à alta toxicidade, ao tratamento prolongado com injeções repetidas, ao aparecimento de resistência e ao número reduzido de medicamentos disponíveis. Nesse contexto, a Organização Mundial da Saúde recomenda fortemente o desenvolvimento de novos fármacos mais eficazes e menos tóxicos, de preferência, ativos por via oral (Alves et al., 2018; Burza et al., 2018). Na busca de novos candidatos a fármacos, o nosso grupo identificou recentemente complexos de antimônio(V) com porfirinas. Relatamos a obtenção de um complexo de antimônio(V) com composto porfirínico que mostrou atividade leishmanicida bem mais elevada que o sal de antimônio(V) ou a porfirina livre, sendo que o complexo da mesma porfirina com bismuto foi inativo (Gomes et al., 2015). Mais recentemente, descrevemos um complexo de antimônio(V) com outro derivado de porfirina, que mostrou atividade em concentração sub-micromolar, em ensaio in vitro contra a forma amastigota intracelular de Leishmania (Neto et al., 2017). Observou-se ainda ausência de resistência cruzada desses complexos em cepas de Leishmania selecionadas pela resistência ao antimônio. Dados preliminares do grupo sugerem também que esses complexos podem inibir a biossíntese de ergosterol, porém outro(s) mecanismo(s) parece(m) contribuir a sua ação leishmanicida (Neto et al., 2017). Portanto, os dados existentes sustentam o conceito de uma nova classe de fármacos antimoniais, se diferenciando dos antimoniais convencionais pelo seu mecanismo de ação, e com grande potencial para o tratamento da leishmaniose. Neste projeto, propomos avançar no desenvolvimento dessa nova classe de fármacos, através do estudo da possível inibição do transportador do heme (LHR1) pelo complexo porfirina-antimônio(V), do desenvolvimento de uma formulação nanoestruturada deste complexo, de estudos farmacocinéticos após administração dessa formulação por via oral e parenteral e da avaliação da sua eficácia terapêutica e toxicidade em modelos murinos de leishmaniose visceral (LV) e cutânea (LC). A hipótese do transportador do heme ser alvo do complexo de porfirina justifica-se pelo fato do parasito depender do aporte exógeno de heme para a sua sobrevivência e dos complexos de porfirina apresentarem estruturas próximas àquela do heme. Para testar esta hipótese, realizaremos ensaios de competição do transporte de um substrato fluorescente do LHR1 pelo complexo porfirina-antimônio(V). O desenvolvimento de uma formulação nanoestruturada torna-se necessário considerando a baixa solubilidade dos complexos de porfirina em água e a capacidade das nanoestruturas atuarem como sistema carreador e entregador do fármaco para os sítios de infecção. Tal estratégia já é bem consagrada com o uso clínico da anfotericina B lipossomal (Alves et al., 2018). Procuremos desenvolver uma formulação com base em lipossomas ou micelas aniônicas, explorando o caráter catiônico do complexo. Selecionaremos a formulação vesicular ou micelar que apresentará a maior taxa de incorporação do complexo nos nanossistemas assim como a estabilidade mais elevada. O caráter anfifílico dos complexos porfirina-antimônio(V) sugere também um possível uso por via oral. A viabilidade dessa via de administração deverá ser confirmada por estudos farmacocinéticos em camundongos. Ensaios de eficácia e toxicidade da formulação selecionada serão realizados em modelos murinos de LV e de LC do Novo Mundo. No modelo de LV, a carga parasitária será avaliada por PCR quantitativa no fígado e baço dos animais infectados, após o tratamento. No modelo de LC, avaliaremos o efeito do tratamento na evolução do tamanho de lesão e na carga parasitária. Serão avaliados ainda marcadores das funções hepática, renal e do sistema hematopoiético e alterações histopatológicas teciduais, para surpreender possíveis efeitos tóxicos do tratamento. As principais forças desta proposta residem no caráter inovador dos complexos porfirina-antimônio que sustentou um pedido de patente (Demicheli et al., 2016) e na alta capacitação da equipe proponente para desenvolver as atividades propostas. Vale destacar as seguintes competências: i) para a obtenção de complexos de antimônio, comprovada pela produção intelectual do grupo na forma de artigos e patentes nos últimos 20 anos; ii) para desenvolver formulações com base em lipossomas, comprovada pela produção intelectual do proponente nos últimos 20 anos e pelo recente lançamento de um produto cosmecêutico baseado em lipossomas oriundo de uma das pesquisas desenvolvidas; iii) para a realização de ensaios pré-clínicos de eficácia em modelos experimentais de leishmaniose. O proponente conta ainda com a colaboração científica do grupo francês da Universite Paris-Saclay dirigido pelo Prof. Philippe Loiseau, que abre perspectivas de avaliação da formulação desenvolvida em modelos de LV e LC do Velho Mundo. O presente projeto contribuirá ao avanço do conhecimento sobre o mecanismo de ação dos complexos porfirina-antimônio(V), ao desenvolvimento de uma nova classe de medicamentos leishmanicida e também à formação de recursos humanos ao nível de pós-graduação. Além de difusão dos resultados do projeto na forma de artigos em periódicos internacionais e de apresentações em congressos, os mesmos e seus impactos serão difundidos em mídias digitais voltados para a divulgação científica.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Frederico Antonio Camillo Camargo

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • plataforma digital de estudos do primeiro modernismo literário brasileiro
  • Este projeto filia-se ao campo de atuação das Humanidades Digitais, e parte do reconhecimento de que, ainda nos dias de hoje, os estudos de literatura brasileira não foram incorporados de forma extensiva e consequente no mundo digital online. Assim, o estudante, o pesquisador ou o interessado avulso que deseja encontrar na Internet informações sobre a literatura e a crítica literária feita no Brasil está forçado a esquadrinhar dados dispersos em múltiplas e numerosas bases de dados e bibliotecas virtuais, ou a coligir e legitimar informações superficiais e incorretas em websites amadores ou voltados ao ensino médio. Queremos, portanto, aproveitar a efeméride próxima da comemoração dos cem anos da Semana de Arte Moderna de 1922 para construir e disponibilizar uma ferramenta digital online interativa para o estudo de autores e obras da Literatura Brasileira pertencentes ao primeiro período do Modernismo brasileiro, e que reúna, de modo integral e confiável, informações bio-bibliográficas sobre esses autores, referências abrangentes a estudos críticos a eles dedicados e verbetes enciclopédicos explicando palavras-chave da literatura e do contexto social do período em foco. Como o interesse pela comemoração irá se amplificar à medida que a data for se aproximando, um portal interativo online rico de informações bio-bibliográficas e enciclopédias sobre esse evento marcante na sociedade e cultura brasileira, será extremamente útil a estudiosos e interessados, e irá contribuir amplamente para um resgate mais facilitado de informações que, por hora, encontram-se espargidas em diferentes arquivos, bibliotecas ou bases de dados não interconectadas. É ainda propósito deste projeto propiciar ao usuário desta ferramenta de estudo e pesquisa – o estudante da educação básica ou o pesquisador de nível universitário – a possibilidade de usar essa plataforma como um “ambiente de trabalho”, agrupando as listagens bibliográficas de seu interesse, armazenando notas de leitura e interagindo com outros usuários. Essa plataforma digital, centrada inicialmente no Modernismo de 1922, servirá ainda de ponta-de-lança para projetos futuros em que novos escritores e períodos da literatura brasileira poderão ser agregados.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Frederico Barros de Sousa

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • estudo eletrônico e estrutural de compelxos de coordenação com propriedades fotocrômicas
  • Reações químicas são definidas como procedimentos que envolvem mudanças em átomos ou moléculas, sendo apresentadas em quase todos os processos. Uma das formas mais evidentes de evidência de reações é baseada na mudança de cor das moléculas. Considerando este fenômeno, pesquisas foram conduzidas em busca de diferentes moléculas capazes de mudar de cor por estímulos externos. Grande parte da inspiração dos cientistas está relacionada à elegância da natureza. Entre muitos tipos de reações, o fotocromismo é definido como uma transformação reversível de moléculas químicas entre duas estruturas diferentes que podem ser induzidas pela irradiação de luz, sendo esta irradiação uma entrada externa que pode influenciar o estado de um material. Esse processo acionado por luz pode levar a sólidos ou soluções com cores diferentes. Não só aplicações práticas podem ser obtidas usando essa classe de moléculas fotocrômicas, mas também estudos científicos fundamentais foram feitos. O fotocromismo geralmente leva a uma modulação da propriedade molecular, que muitas vezes pode regular as propriedades macroscópicas. Assim, materiais fotocrômicos são promissores em diversos campos de pesquisa em ciência de materiais, com aplicações que vão da química à nanotecnologia. Consequentemente, muitas moléculas fotossensíveis foram sintetizadas e sua aplicação prática investigada, incluindo a classe dos Espiropiranos. Os espiropiranos são únicos, sendo a gama de estímulos externos capazes de induzir a sua transformação reversível (isomerização) inclui solvente, íons metálicos, ácidos e bases, temperatura e força mecânica. Assim, o principal objetivo do presente projeto é baseado em como a emissão de luz é capaz de alterar as propriedades moleculares, a fim de impulsionar os efeitos macroscópicos nos materiais. Uma aplicação prática dos espiropiranos pode ser associada à transformação de ambas as estruturas, chamadas formas de espiropirano e merocianina, relacionadas às estruturas fechada e aberta, respectivamente. A forma aberta da matéria tende a se ligar a diferentes íons metálicos. Embora a força de ligação da forma de merocianina aos metais de transição seja mais fraca do que outros ligantes convencionais. A merocianina em tais complexos inorgânicos ainda pode ser convertida na forma de espiropirano, resultando na liberação do íon metálico, sendo este comportamento uma aplicação de interesse. A interação entre os íons metálicos e a forma de merocianina pode ser observada macroscopicamente por alteração de solução ou cor sólida. Uma classe de elementos importantes é aquela localizada na série Lanthanides. Esses elementos apresentam propriedades singulares, incluindo sua emissão semelhante a uma linha, o que resulta em uma alta pureza de cor da luz emitida. Assim, a combinação de merocianina como ligante para compostos de terras raras pode ser útil para controlar a cor de emissão. A associação entre estes complexos inorgânicos em matrizes poliméricas pode apresentar aplicações incluindo dispositivos ópticos, incluindo OLEDs, bem como estabilidade mecânica superior e melhor processabilidade do que os complexos de lantanídeos puros. Além disso, a forma de MC que se liga a metais de transição pode ser útil para a aplicação de catálise e recuperação de metais.
  • Universidade Federal de Itajubá - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Frederico Campos Pereira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • manutenção do núcleo de estudos em agroecologia (nea) alimentando práticas integradas e socialização de conhecimentos.
  • O Núcleo de Estudos em Agroecologia do IFPB já existe há sete anos e foi fundado em 2010, seu projeto inicial desenvolveu atividades de caráter interdisciplinar e multidisciplinar atuando junto a estudantes, professores e professoras do curso superior de Tecnologia em Agroecologia, com os extensionistas ou agentes de ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural) das instituições governamentais e não governamentais, bem como com os (as) agricultores e agricultoras, da zona rural do município de Picuí-PB. Desde sua institucionalização, o NEA teve ações prioritariamente com enfoques sociais presentes na temática agroecológica. Na segunda fase desenvolveu-se práticas agroecológicas com foco na produção orgânica e nas evidências da problemática local no que tange a Compostagem Orgânica; Forragicultura através do cultivo agroecológico e orgânico da Palma Forrageira (Opuntia ficus-indica); Produção orgânica de Mudas Nativas e Combate a Desertificação. Essa segunda fase foi marcada por destaques regionais, nacionais e até internacionais, conquistado pelo empenho e pró-atividade desse Núcleo que arrebatou prêmios como: “Drylands Champions” da UNCCD (ONU – Organização das Nações Unidas) pelo reconhecimento de ações no combate á desertificação; Foi selecionado pela Fundação Banco do Brasil para representar a Agroecologia na EXPOMILÂO destacando suas ações no combate a insegurança alimentar através do projeto “Sabores da Caatinga” que também foi destaque no III Fórum Mundial da Educação Profissional e Tecnológica em Recife - PE; além de firmar parcerias internacionais de intercâmbio com a Oklahoma State University (OSU) para desenvolver um curso de Sociologia Ambiental entre as instituições. Localmente atuou no âmbito da pesquisa, ensino e extensão, promovendo cursos de capacitação (de até 80 horas), oficinas práticas, dias de campo, implantação de áreas modelos de Recuperação de Áreas Degradadas (RAD), valorização das espécies locais, especialmente as cactáceas capacitando Projetos de Assentamento da reforma Agrária, Comunidades Rurais, Comunidades Quilombolas e comunidades que vivem em áreas degradadas como a do lixão de Picuí. Dar continuidade a essas estratégias é de fundamental importância não só para o curso de Agroecologia existente no IFPB. Será fundamental continuar com o Ensino contextualizado e a Pedagogia da Alternância, a Pesquisa participativa e a Pesquisa-ação, os Projetos de Extensão descentralizados, ofertando cursos FIC de 160 horas (Horticultor Orgânico) trabalhando a formação de agricultores e agricultoras, mantendo sempre Articulação em Rede, e Sistematização e socialização de experiências. Elaborar mais duas (02) fichas Agroecológicas, material de conteúdo técnico resumido, que disponibilizará ao produtor informações sobre tecnologias, insumos e processos direcionados para as atividades práticas relacionadas à produção orgânica sobre a cultura do Umbuzeiro e da Maniçoba. Promover campanha anual dos produtos orgânicos, livres de agrotóxicos, objetivando oferecer informações aos consumidores da feira livre de Picuí, sobre onde encontrar os produtos orgânicos e como são produzidos. Promover Dias de campo sobre o processo de transição agroecológica em pequenas propriedades do Semiárido Brasileiro (SAB). Promover Seminário sobre as relações de gênero na agriculura familiar. Os sujeitos desse processo serão os alunos e alunas, professores e professoras do curso superior tecnológico em Agroecologia e do curso técnico de mineração do IFPB Campus Picuí-PB, agentes de Ater das organizações governamentais e não governamentais (ONGs), os agricultores e agricultoras familiares de Picuí-PB e municípios adjacentes.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB - PB - Brasil
  • 01/02/2018-31/10/2020
Foto de perfil

Frederico Canuto

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • narrativas democráticas: do cinema ao espaço cotidiano no sul global
  • A presente proposta visa investigar as diversas imagens produzidas pelas mídias audiovisuais - das artes visuais e fotografia ao cinema experimental, autoral e engajado - tanto ao longo de sua história como na contemporaneidade tendo em vista sua capacidade de produzir narrativas políticas a partir de uma abordagem interessada na questão democrática, sendo esta definida pela socióloga Chantal Mouffe no contexto de seu livro “O paradoxo democrático” como prática política que incide tanto sobre questões envolvendo representação política como o agir sobre o espaço material cotidiano. Interessa aqui investigar as políticas e estéticas dessas imagens cujo objeto é espaço cotidiano vivido e produzido nas cidades e no campo no Sul Global (espaço por excelência onde novas formas de fazer político surgem em contraponto a hegemonia do Norte Global, locus do capitalismo e democracia de baixa intensidade) de forma a compreender as formas audiovisuais através das quais uma formas e práticas democráticas são apontadas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Frederico Jorge Ferreira Costa

Ciências Humanas

Educação
  • políticas públicas de formação de professores para as escolas de ensino médio do campo no ceará: avaliação em processo do plano estadual de educação 2016-2024
  • A pesquisa tem como objeto analisar as políticas de formação continuada de professores das escolas do campo de Ensino Médio do Ceará implementadas pelo Governo Estadual em parceria com os sujeitos e as organizações da educação do campo, no sentido de garantir a execução da estratégia 12 da meta 21 do Plano Estadual de Educação do Ceará (PEE). O estudo ora apresentado inscreve-se no campo da Educação Básica e tem como recorte temporal uma periodização que vai de 2016 a 2024. Tal recorte deve-se à intenção de analisar as políticas estaduais de formação de professores das escolas do campo no Ceará após a aprovação do Plano Estadual de Educação que assumiu como uma de suas metas o desenvolvimento da Educação do Campo, Indígena e Quilombola no estado. No tocante ao desenvolvimento da pesquisa, expressamos que esta será constituída de fases diversas: 1) levantamento e revisão bibliográfica das temáticas: políticas públicas para a educação do campo no Brasil e no Ceará, formação docente e educação do campo; 2) levantamento e análise de fontes documentais nacionais e estaduais referentes à educação do campo; 3) observação dos momentos de formação pedagógica coletiva dos professores das escolas a serem pesquisadas, bem como, caso haja oportunidade, acompanhar formações executadas pela Secretaria de Educação do Estado; 4) realização de entrevistas semiestruturadas com coordenadores pedagógicos das escolas a serem pesquisadas para compreender quais os fundamentos e os objetivos dos momentos de formação pedagógica a serem observados; 5) caso haja necessidade, entrevistas semiestruturadas com alguns professores dessas escolas para compreender de que modo as formações pedagógicas que recebem contribuem para sua práxis pedagógica. Espera-se que os achados deste trabalho possam contribuir para o avanço da pesquisa em educação e em particular, para a reflexão acerca das políticas públicas de formação de professores para a educação do Campo no Brasil, no Ceará. Assim, considera-se fundamental a formação de uma equipe de pesquisadores (professores e alunos) para apreender a totalidade do fenômeno em estudo. Ressalte-se que a realização da pesquisa contribuirá para a formação/consolidação de grupo de estudos e pesquisa sob a coordenação do proponente.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Frederico Pittella Silva

Ciências da Saúde

Farmácia
  • terapia por rna de interferência (rnai) em câncer de mama: o uso de nanopartículas híbridas para o silenciamento do gene hoxb7 in vivo e a co-terapia com tamoxifeno
  • O número de casos de câncer cresce a cada ano mundialmente. Foram estimados 17.2 milhões de novos casos e 8.9 milhões de morte em 2016 devido ao câncer mundialmente. Além disso, entre 2006-2016 houve aumento de 28% de novos casos de câncer no âmbito global. O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais incidente em mulheres, representando 25% dos cânceres em mulheres no mundo e 29,5% no Brasil. Para o biênio 2018-2019 são estimados quase 120 mil novos casos no Brasil, além de ser considerado o tipo de câncer que mais provoca mortes entre mulheres no mundo e no Brasil. O câncer de mama pode ser classificado em quatro principais tipos de acordo com aspectos moleculares: triplo-negativo, hiperexpressor de HER2, Luminal A e B. Os subtipos Luminal apresentam expressão de receptores hormonais e é principalmente por essa via que ocorre a progressão do tumor. O tipo molecular do câncer é uma característica determinante na escolha do tratamento mais eficaz. Atualmente, os principais tratamentos utilizados no combate a esse tipo de câncer são cirurgia, quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia. No entanto, todas as opções apresentam muitos efeitos colaterais, minimizando a qualidade de vida do paciente. A terapia por RNA interferente (RNAi) em conjunto com sistemas de entrega de fármacos nanoestruturados se mostra como uma estratégia promissora para o tratamento direcionado do câncer de mama. A terapia por RNAi consiste no silenciamento de genes a partir de pequenas moléculas de RNA interferente (siRNA) complementares aos genes de interesse, degradando seus respectivos RNA mensageiros (mRNA). Para que esse silenciamento ocorra de forma específica ao tecido desejado, é necessária a utilização de nanocarreadores com objetivo de levar o siRNA somente ao tumor. O gene de estudo, HOXB7, codifica uma proteína que age como fator de transcrição que regula processos relacionados à embriogênese. No entanto, alterações na expressão desse gene é conhecida por causar anomalias neoplásicas. É sabido que o HOXB7 age em diversas vias metabólicas do câncer de mama, como proliferação celular, angiogênese, invasão, reparo de DNA e sobrevivência celular, se tornando um gene chave na progressão do tumor. Resultados preliminares in vitro obtidos pelo grupo da UFJF e financiados anteriormente pelo CNPq (processo número 459847/2014-7) mostram que a entrega de siRNA complementar ao HOXB7 utilizando nanopartículas híbridas causam morte celular de células de câncer de mama, possivelmente devido ao silenciamento gênico. Ainda, estudos apontam a relação entre a superexpressão do gene HOXB7 e a resistência de tumores receptor de hormônio positivos ao tamoxifeno, principal droga utilizada na hormonioterapia. Assim, este estudo tem como objetivo a aplicação in vivo do efeito de RNAi contra o gene HOXB7 para terapia anti-câncer. Para tal, o grupo desenvolveu nanopartículas híbridas que serão purificadas para aplicação in vivo. Em adição, o grupo irá avaliar a terapia combinada de concentrações subtóxicas de tamoxifeno após a sensibilização de células de câncer de mama através do silenciamento do gene HOXB7 por siRNA, para verificar se a mesma poderá ser uma alternativa promissora no combate ao câncer de mama expressor de receptores de hormônios.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Frida Marina Fischer

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • retorno ao trabalho após incapacidade por distúrbios musculoesqueléticos: estudo longitudinal com trabalhadores em reabilitação profissional
  • O retorno ao trabalho é um processo complexo influenciado não apenas por fatores ligados às condições de saúde do trabalhador, mas também envolvem fatores múltiplos que são relacionados com aspectos individuais, sociais, econômicos, entre outros. O conhecimento sobre os fatores prognósticos para retomada do trabalho após reabilitação profissional ainda é limitado. Não há consenso na literatura sobre a influência de diversas variáveis associadas ao retorno e pesquisas que explorem fatores psicossociais têm sido recomendadas. Os distúrbios musculoesqueléticos (DME) estão entre os maiores causadores de adoecimento no trabalho mundialmente. No Brasil, os DME são a segunda causa de afastamento do trabalho e, embora se conheça as repercussões desses distúrbios na capacidade funcional do trabalhador e dos encargos socioeconômicos gerados, não há diretrizes oficiais de prevenção de incapacidade no trabalho. Além disso, não há evidências sobre quais pacientes se beneficiarão mais com a reabilitação relacionada ao trabalho. Nesse sentido, esse projeto visa analisar fatores associados ao tempo e a eficácia de retorno para o trabalho de indivíduos com incapacidade por distúrbios musculoesqueléticos inseridos no programa de reabilitação profissional do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). É proposta um estudo com desenho longitudinal e de abordagem quantitativa, dividido em três etapas: a) aplicação de inquérito sobre fatores individuais, da condição de saúde, ocupacionais, sociais e previdenciários; b) coleta de dados sobre o processo de retorno ao trabalho; c) encerramento da coleta de dados finais e análise do status dos participantes após 12 meses de ingresso no programa de reabilitação profissional. Por meio dessa perspectiva longitudinal, é esperado o entendimento sobre os fatores que podem estar associados ao retorno para o trabalho de indivíduos incapacitados por DME. Assim, contribuir no preenchimento de lacunas do conhecimento na área. Por fim, espera-se colaborar com o aperfeiçoamento da avaliação e prevenção da incapacidade laboral, bem como subsidiar novas práticas de intervenção no programa de reabilitação profissional previdenciário brasileiro.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fulvio Alexandre Scorza

Outra

Biomedicina
  • possíveis alterações cardíacas durante a privação de sono na doença de parkinson induzida por 6-hidroxidopamina.
  • A doença de Parkinson (DP) é uma das doenças neurodegenerativas mais comuns relacionados à idade. Além disso, estudos epidemiológicos mostraram que pessoas com DP têm maior probabilidade de morrer prematuramente do que aquelas sem DP, e uma importante categoria de morte relacionada à DP é a morte súbita na doença de Parkinson (SUDPAR). Além disso, a causa da SUDPAR ainda é desconhecida; entretanto, os mecanismos comumente sugeridos são anormalidades cardíacas encontradas nos indivíduos com DP. Apesar da necessidade de estudos translacionais, alguns fatores de risco tem sido relacionados com a SUDPAR, tais como como idade de início, duração da DP, sexo, gravidade motora, doença cardíaca e pulmonar concomitante, tratamento medicamentoso (polifarmácia) e distúrbios do sono. As alterações do sono estão presentes em mais de 50% dos pacientes com DP e causam prejuízo na saúde e qualidade de vida dos pacientes. Nesse sentido, os objetivo desse estudo será investigar diversos parâmetros cardíacos (fisiológicos, inflamatórios e moleculares) através da privação de sono em um modelo da DP induzida por 6-hidroxidopamina.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriel Adolfo Cabrera Pasca

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • funcionalização de nanopartículas magnéticas usando óleos da amazônia
  • O estudo de nanomateriais vem crescendo nas diversas áreas do conhecimento científico devido as promissoras aplicações em medicina, tecnologias, meio ambiente assim como também abre uma gama de novas propriedades físico-químicas associadas ao tamanho reduzido desses materiais. Nos últimos anos, observou-se uma crescente procura por melhorias na qualidade e também na redução de custos para produção de nanopartículas. Por essa razão, componentes naturais estão sendo utilizados nos processos de sínteses de nanopartículas, estes processos são chamadas de "síntese verde". Neste sentido, a floresta amazônica oferece uma infinidade de recursos naturais tais como óleos, resina e manteigas vegetais extraídos de frutas e palmeiras, que ainda não foram totalmente investigados. Logo, um dos objetivos deste projeto é a extração de óleos de bacaba, uxi, palma, palmiste e outros. Em geral, estes óleos são constituídos de diferentes proporções de ácidos graxos, tais como ácido oléico, beênico, láurico e palmítico, tornando estes óleos bons candidatos para melhorar as propriedades catalíticas, para a nucleação e crescimento de partículas, assim como revestimento de nanopartículas, garantindo propriedades físico-químicas importantes para a funcionalização das mesmas. Utilizando tais óleos, pretende-se sintetizar e revestir nanopartículas de Co, CoO (hcp-fcc), Ni, NiO, MFe2O4 (M=Co,Mn), FeCo e FeRh. O método de extração com dióxido de carbono supercrítico será utilizado para extrair os óleos e o perfil de ácidos graxos será obtido por cromatografia gasosa dos ésteres metílicos de ácidos. As nanopartículas serão sintetizadas através de mudanças no protocolo convencional de síntese chamado de método de decomposição térmica e caracterizadas por diferentes técnicas experimentais, como: Difração de Raios X (DRX), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Microscopia Eletrônica de Transmissão (MET) e Resistividade Elétrica. Além disto, os resultados serão correlacionados às medidas de caráter local, via espectroscopia de Correlação Angular Perturbada (CAP), espectroscopia Raman e com medidas magnéticas. As duas primeiras serão realizadas em colaboração com os centros de Pesquisa do IPEN/SP e o multiusuário da UFPA, respectivamente. Já as características magnéticas serão realizadas em conjunto com o Laboratório de Materiais Magnéticos e Laboratório de Baixa Temperatura e Estado Sólido/IFUSP - SP. Assim, o projeto permitirá estreitar e fortalecer o trabalho de colaboração com estes importantes centros de pesquisas, potencializando a formação de recursos humanos especializados, seja na área de pesquisa básica ou em áreas de aplicação para o desenvolvimento tecnológico e industrial da região do baixo Tocantins.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriel da Luz Wallau

Ciências Biológicas

Genética
  • diversidade de culicídeos silvestres e infecção por patógenos humanos
  • Várias espécies de culicídeos (Díptera: Culicidae) são vetores de patógenos entre os vertebrados, incluindo humanos. Os patógenos mais conhecidos são eucariotos unicelulares como o agente etiológico da malária, os vermes filariais causadores da filariose linfática e os arbovírus (vírus transmitidos por artrópodes - arthropod borne-virus) como Dengue, Zika e Chikungunya. Estes últimos são os responsáveis por grandes epidemias em humanos que ocorrem anualmente em diferentes regiões do Brasil e do mundo. No Brasil, a comprovada capacidade vetorial das espécies Aedes aegypti, Aedes albopictus e Culex quinquefasciatus para arbovírus e vermes filariais fizeram com que a maioria dos esforços científicos se concentrassem nessas espécies de ambiente urbano. Comparativamente, há poucos estudos sendo conduzidos sobre a diversidade da fauna de culicídeos silvestres e a sua importância para a transmissão desses patógenos tanto para humanos como para outros vertebrados. Vários patógenos que infectam a população humana, originalmente eram transmitidos por culicídeos silvestres entre diferentes espécies de vertebrados como o vírus Zika e o vírus da Febre Amarela. O objetivo deste projeto é o de caracterizar a fauna de culicídeos da região metropolitana de Recife, que é a mais populosa área do nordeste brasileiro, principalmente em áreas silvestres e de intersecção silvestre/urbana. Para alcançar este objetivo, utilizaremos o sequenciamento de DNA em larga escala acoplado à técnicas moleculares para obter informações sobre as espécies de culicídeos silvestres, seus hábitos alimentares e os patógenos transmitidos pelas mesmas. Coletas sistemáticas de mosquitos serão realizadas mensalmente durante dois anos em diferentes ecótopos próximos à região metropolitana de Recife como remanescentes da floresta atlântica e regiões alagadiças/manguezais próximas às áreas de praias exploradas para o veraneio nessa região. Serão utilizados diversos instrumentos complementares como: puçá, armadilhas CDC, armadilhas de oviposição e coletas de imaturos (ovos e larvas) em reservatórios naturais (ex. ocos de árvores, acúmulo de água na serrapilheira e bambus), ou artificiais (poços e reservatórios de água) a fim de amostrar a diversidade de espécies evitando tipos clássicos de viés amostral pela utilização de apenas uma ou poucas armadilhas. Os espécimes serão inicialmente identificados ao nível de espécie através da taxonomia morfológica, separados por sexo e status alimentar e armazenados no freezer à -80ºC. Estes, serão processados para a extração de DNA/RNA e posterior sequenciamento de alto desempenho. O sequenciamento em larga escala possibilitará a obtenção do genoma mitocondrial e genes nucleares para estudos evolutivos de determinação da posição filogenética dessas espécies dentro da árvore dos culicídeos, datação dos eventos de especiação, bem como estudos de coevolução entre vetores e patógenos que eventualmente carregam. Faremos também, a detecção da fonte alimentar a partir da extração de DNA do abdômen de fêmeas com sinal de alimentação recente para a identificação dos hospedeiros vertebrados (mamíferos, répteis e aves) usados para obter o repasto sanguíneo pelas diferentes espécies. O RNA obtido a partir de pools das diferentes espécies serão analisados utilizando a técnica da PCR (polymerase chain reaction) com primers degenerados para a detecção de arbovírus das duas principais famílias responsáveis por casos de infecção humana (Flaviviridae e Togaviridae). Já o DNA obtido destes mesmos pools, serão processados para a detecção de vermes filariais e diferentes espécies do gênero Plasmodium, também utilizando a técnica de PCR. Todas as amostras positivas para a amplificação serão processadas pelo sequenciamento de Sanger para a caracterização molecular e os estudos evolutivos destes patógenos. Baseado nas sequências obtidas dos diferentes patógenos, primers serão construídos para serem utilizados na PCR quantitativa e assim detectar a carga do patógeno e a variabilidade de infecção ao longo do tempo em todos os pools coletados. O conhecimento básico gerado por este trabalho será primordial para a identificação de espécies silvestres de culicídeos, avaliação dos patógenos que estão sendo transmitidos por estas espécies, identificação das espécies de vertebrados usados como fonte alimentar dos culicídeos, que podem agir como reservatórios para a manutenção e dispersão de patógenos humanos, e ranqueamento das espécies de culicídeos com maior atração antropofílica que possuam a maior probabilidade de transmissão de patógenos ao homem. Este trabalho tem caráter inovador no sentido da compreensão do papel de outras espécies de culicídeos na transmissão dos patógenos que possam vir a infectar à população humana.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Gabriel da Silva Medina

Ciências Agrárias

Agronomia
  • tecnologias sociais para a geração de emprego e renda: avaliação de resultados da implementação do modelo de prestação de serviços autônomos da cidade estrutural (df)
  • Pretende-se neste projeto realizar uma avaliação quantitativa e qualitativa dos resultados diretos e indiretos do modelo de prestação de serviços autônomos da Cidade Estrutural – DF sobre a população-alvo como forma de aprimorar a abordagem utilizada e promover sua expansão para outras regiões do país. Especificamente, busca-se: • Levantar junto ao Ministério da Cidadania a população de prestadores de serviços autônomos da Cidade Estrutural – DF como parâmetro para a definição da amostra; • Levantar dados quantitativos junto à amostra representativa de prestadores de serviços autônomos acerca do impacto do programa em indicadores de impacto direto como geração de emprego e renda e de impacto indireto como redução do endividamento das famílias e condições de saúde; • Levantar a percepção dos prestadores de serviços autônomos sobre o programa a partir de avaliações qualitativas; • Assessorar diretamente os empreendimentos a partir de mentorias para a gestão financeira e de estratégias educativas.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 20/01/2020-31/12/2020
Foto de perfil

Gabriel de Souza Macedo

Ciências Biológicas

Genética
  • investigação de novos biomarcadores preditivos de resposta terapêutica e resistência a drogas a partir do dna tumoral circulante de pacientes diagnosticados com adenocarcinoma de pulmão.
  • As neoplasias de traqueia, brônquios e pulmão são os tipos de câncer que mais causam mortes no mundo, levando a cada ano aproximadamente 1,7 milhões de pessoas ao óbito. Estima-se que em 10 anos o número de casos tenha crescido 29%, com 2 milhões estimados somente em 2015. Neoplasias pulmonares são divididas em dois grandes grupos: câncer de pulmão de células pequenas (CPCP) e câncer de pulmão de não-pequenas células (CPNPC), este último responsável por 85% dos diagnósticos. Marcadores moleculares, ou biomarcadores, surgiram como uma nova ferramenta para auxiliar na escolha de tratamento para pacientes com adenocarcinoma de pulmão e alterações moleculares específicas. Por exemplo, deleções do éxon 19 e a substituição L858R do éxon 21 no gene EGFR estão associadas a altas taxas de resposta ao tratamento com inibidores de tirosina quinase (ITQs). Já pacientes positivos para fusões de ALK e ROS1 apresentam uma taxa de resposta de 72% ao tratamento com ITQs. Mesmo com avanços na descoberta de alvos terapêuticos e novos tratamentos específicos, nos últimos anos a taxa de sobrevida em 5 anos foi de apenas 15% para pacientes diagnosticados com CPNPC. Apesar do impacto clínico positivo das novas terapias de alvo molecular, especialmente no aumento da sobrevida livre de progressão, a resistência ao tratamento tem sido reportada como um dos principais desafios clínicos. Resistência primária ocorre quando o clone resistente já está presente antes do início do tratamento. Inserções do éxon 20 e a mutação T790M em EGFR, além de mutações em KRAS, são exemplos de resistência aos tratamentos com ITQs, sendo nestes casos indicado o uso de quimioterapia convencional. Resistência secundária, ou adquirida, em pacientes com adenocarcinoma de pulmão é observada após cerca de 9-14 meses a partir do uso dos inibidores de tirosina quinase de primeira ou segunda geração. Por exemplo, a mutação T790M no gene EGFR explica cerca 60% dos casos observados de progressão da doença. Atualmente, a análise desta mutação específica faz-se relevante, dada a aprovação de uma nova droga de terceira geração, comercialmente conhecida como Osimertinib. O osimertinib é uma droga altamente efetiva para o tratamento de pacientes positivos para mutação somática T790M no gene EGFR. Ademais, trials têm demonstrado que a utilização deste inibidor como primeira linha de tratamento traz ganhos na sobrevida livre de progressão e global, além de estar associado a menos efeitos adversos. No entanto, novos mecanismos de resistência já foram observados e descritos para esta droga, incluindo a mutação C797S em EGFR e mutações no oncogene KRAS. Além das drogas de alvo molecular, mais recentemente foram aprovados novos tratamentos para o CPNPC pertencentes a classe dos imunoterápicos, denominados inibidores de checkpoint imunológicos. Sua prescrição depende da expressão de certos biomarcadores na superfície celular do tumor, como a proteína PD-L1, que se liga ao seu receptor PD-1 em células-T, impedindo sua proliferação. O uso de fármacos anti-PD-1/PD-L1 impede tal ligação, reativando a resposta imune do paciente. Porém, mesmo com uma alta expressão de PD-L1, a resposta a inibidores de checkpoint tem variado de 10% - 45%. Novos estudos demonstraram que tumores hipermutados (>10mt/Mb), os quais possuem uma maior chance de apresentarem neoantígenos, tendem a responder bem ao uso de inibidores de checkpoint, independente da expressão de PD-L1. Apesar do uso promissor da carga mutacional para a seleção de pacientes que se beneficiarão da imunoterapia, o diagnóstico ainda é custoso, uma vez que demanda sequenciamento completo de exoma ou ainda painéis com um número muito elevado de genes. Portanto, biomarcadores com aplicação clinica que sejam indicadores de maior sensibilidade as imunoterapias ainda são escassos. Da mesma forma que os ITQs, resistência primária e secundária a inibidores de checkpoint também são observadas, incluindo mutações em genes das vias MAPK, PI3K, WNT e IFN. Um dos grandes avanços na investigação de biomarcadores tumorais foi o advento da análise em material tumoral circulante, conhecida como biópsia líquida. Esta técnica se baseia na análise de alterações moleculares do tumor em sangue ou outros fluidos corpóreos a partir do DNA livre circulante (ctDNA, do inglês circulating tumor DNA). No ano de 1994 foi demonstrado que mutações identificadas em plasma de pacientes com câncer eram concordantes àquelas identificadas no tecido tumoral. Dentre suas principais vantagens estão a baixa invasividade e a possibilidade de realizar múltiplas coletas ao longo do tratamento do paciente. No contexto do adenocarcinoma de pulmão, a biópsia líquida teve sua primeira aplicação clínica aprovada para casos em que há progressão da doença por um mecanismo de específico de resistência adquirida, como a mutação T790M no gene EGFR. Apesar dos avanços e potenciais aplicações, inúmeras limitações como a carga tumoral, estadiamento, tratamentos utilizados previamente, e metodologia de análise, têm sido descritos como fatores que influenciam diretamente na sensibilidade de detecção de ctDNA. Neste contexto, a evolução das novas plataformas de sequenciamento de nova geração (NGS, do inglês Next Generation Sequencing), foram fundamentais para a evolução do campo da biópsia líquida. O NGS permite a detecção de mutações com frequências inferiores a 1%, e tem sido o principal método para a investigação de biomarcadores circulantes. Diante dos aspectos científicos discutidos acima, fica evidente que a descoberta de mecanismos de resistência primária e secundária as novas drogas, bem como desenvolvimento de metodologias custo-efetivas para a investigação de biomarcadores em pacientes com diagnóstico de adenocarcinoma de pulmão serão fundamentais para uma escolha de tratamento mais precisa e personalizada.
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriel Dequigiovanni

Ciências Agrárias

Agronomia
  • domesticação e melhoramento de urucum (bixa orellana l.): uma abordagem genômica
  • A domesticação é um processo evolucionário contínuo que vem ocorrendo nas plantas cultivadas ao longo dos últimos 12.000 anos. É um fenômeno que envolve pressões seletivas ocasionadas tanto pelos seres humanos como pela própria seleção natural e leva a modificações genéticas para que as plantas melhor se adaptem às condições ecológicas e agronômicas da região onde estão sendo cultivadas. Este projeto tem como principal objetivo o estudo do processo de domesticação e melhoramento de urucum (Bixa orellana L.) através do uso de ferramentas de genética molecular e genômica populacional. Urucum é uma cultura tropical, originaria da região Amazônica que vem demonstrando grande valor econômico pela produção de corantes naturais a partir de suas sementes. Pretendemos entender como e onde ocorreu o início da domesticação do cultivo de urucum elucidando também como ocorreu o processo de dispersão a partir da Amazônia. Além disto, pretendemos identificar regiões do genoma que estejam envolvidas com o processo de domesticação da cultura, e relacionadas com características de interesse agronômico. Para esta abordagem serão utilizados novos marcadores de DNA a partir da técnica de GBS (genotipagem por sequenciamento). Posteriormente, serão desenhados primers específicos para estas regiões a fim de identificar prematuramente plantas com alto potencial produtivo e técnicas de cultivo in vitro serão testadas para fixar os genótipos superiores. Além disso, análises do DNA cloroplastidial (cpDNA) e modelagens de nicho ecológico serão utilizadas para organizar a filogenia do gênero Bixa.
  • Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriel Haeser

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • algoritmos de segunda-ordem em otimização não linear e outros tópicos
  • Neste projeto vamos investigar algoritmos de otimização não linear que tem propriedades de convergência global a pontos estacionários de segunda ordem. Em particular, vamos investigar as condições sequenciais de segunda-ordem recentemente introduzidas AKKT2 e CAKKT2 em conexão com o desenvolvimento de algoritmos com convergência a pontos estacionários de segunda-ordem mais fortes que o usual. Diversos outros temas relacionados também serão abordados.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriel Heerdt

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • modelagem molecular combinada com espectrometria de mobilidade iônica: obtenção de informação estrutural de biomoléculas
  • A técnica de mobilidade iônica acoplada a espectrometria de massas (IM-MS) tem sido amplamente utilizada em laboratórios de pesquisa para obter informação estrutural de biomoléculas, sendo os experimentos de fácil execução e bastante rápidos. A interpretação dos dados obtidos de IM-MS é ainda um grande desafio, dependendo de uma extensiva quantidade de cálculos teóricos da seção de choque transversal (CCS) para a molécula estudada. A princípio, o CCS pode ser calculado para qualquer geometria, basta utilizar um tratamento adequado para posterior comparação com os valores experimentais. Recentemente, apresentamos um novo software, HPCCS – High Performance Collision Cross Section, que realiza os cálculos de CCS, por meio do método de trajetória, usando técnicas de computação de alto desempenho. Nesse projeto de pesquisa pretende-se utilizar toda potencialidade da técnica de IM-MS combinada com Modelagem Molecular para obtenção de informação estrutural de biomoléculas. A técnica experimental surge como uma nova aliada para estudos estruturais de íons moleculares, dando informações ligadas as moléculas em solução, diferentemente das técnicas mais utilizadas de raios-X e RMN.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriel Jubé Uhlein

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • investigação estratigráfica, quimioestratigráfica e paleontológica das formações serra da saudade e três marias do grupo bambuí (ediacarano-cambriano)
  • O presente projeto de pesquisa tem por objetivo geral avaliar as condições biogeoquímicas de deposição das formações Serra da Saudade e Três Marias (parte superior do Grupo Bambuí), e sua influência sobre o desenvolvimento de formas de vida complexa durante os estágios finais de evolução da bacia. Secundariamente, pretende-se também: (1) Investigar a existência de outros registros fósseis do final do Ediacarano e/ou Cambriano no Grupo Bambuí; (2) Avaliar se a deposição do Grupo Bambuí ficou restrita ao Ediacarano ou se ultrapassou o limite Ediacarano-Cambriano. Obtendo-se, assim, uma melhor estimativa do tempo de duração da bacia e correlações globais. (3) Avaliar as condições redox do oceano epicontinental do Grupo Bambuí e testar hipóteses de restrição/conexão bacinal; (4) Avaliar se a escassez de dados paleontológicos do Grupo Bambuí é devido a prospecção fossilífera historicamente insuficiente ou a condições biogeoquímicas particulares durante a deposição. Para tanto, os métodos de pesquisa serão: (1) Levantamento de seções estratigráficas em duas áreas-chave; (2) Prospecção paleontológica focada em macro-organismos e icnofósseis do final do Ediacarano e Cambriano, (3) Investigação quimioestratigráfica utilizando dados de especiação de ferro, isótopos de carbono em carbonato e querogênio, conteúdo de carbono orgânico total (COT) e geoquímica de rocha total. Como produtos, haverá a publicação de artigos científicos em revistas especializadas, participações em congressos nacionais e internacionais com submissão de resumos e a confecção de uma dissertação de mestrado.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriel Max Dias Ferreira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • obtenção de novos sistemas aquosos bifásicos mais amigáveis ambientalmente: estudo termodinâmico e pré-concentração de praguicidas
  • A busca por novas tecnologias de monitoramento ambiental eficientes na detecção de poluentes é indispensável a fim de comprovar a presença, no ambiente, de substâncias comprovadamente tóxicas e danosas à fauna, à flora e aos seres humanos. Nos últimos anos, o foco destas tecnologias tem sido direcionado para um grande grupo de poluentes orgânicos cujos danos ao ambiente e ao ser humano se dão mesmo em concentrações muito baixas, como é o caso dos praguicidas. Tais substâncias são amplamente empregadas na agricultura para o controle de pragas e quando aplicadas em algum cultivo podem persistir no solo ou ser transportadas através dos compartimentos terrestres, atingindo diversos níveis tróficos na cadeia alimentar. Por geralmente estarem presentes em pequenas quantidades no meio onde se encontram, o desenvolvimento de metodologias de quantificação e, consequentemente, monitoramento destes poluentes requer etapas de pré-concentração. Para esta finalidade, os sistemas aquosos bifásicos (SABs) se destacam devido às suas características que permitem enquadrá-los dentro de alguns dos Princípios da Química Verde. Esta proposta visa avaliar o potencial de novos SABs mais amigáveis ambientalmente para pré-concentrar praguicidas, buscando contribuir com o desenvolvimento de métodos de monitoramento ambiental desta classe de substâncias. Em um primeiro momento serão obtidos dados de equilíbrio líquido-líquido para novos SABs formados por surfactante não-iônico, líquido iônico à base do cátion colina e água. Os efeitos da mudança do surfactante formador do sistema, do ânion do líquido iônico e da temperatura sobre o comportamento de fase dos SABs também serão avaliados. Em um segundo momento será realizado o estudo da partição de três praguicidas amplamente utilizados em diferentes cultivos no Brasil (imidacloprida, o tiametoxan e o clorpirifós) nos novos sistemas aquosos bifásicos obtidos. A partir da determinação do coeficiente de partição destes praguicidas nos SABs, a viabilidade destes sistemas para pré-concentração destes analitos será investigada.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriel Nuto Nóbrega

Ciências Agrárias

Agronomia
  • recuperação do estoque de c e de processos pedogenéticos em manguezais replantados
  • A preocupação com o ciclo global do C, as emissões de gases do efeito estufa (GEEs) e seus impactos no clima global levaram pesquisadores e agências públicas à busca por políticas que visem a mitigação do aumento da concentração de GEEs na atmosfera. Neste sentido, os manguezais possuem um papel significativo no sequestro de C e se caracterizam como os ecossistemas responsáveis pelo maior acúmulo de C no globo, principalmente em seus solos. Neste sentido a compreensão dos processos pedogenéticos/biogeoquímicos envolvidos na recuperação dos estoques de C destes ecossistemas tornam-se essenciais. Este projeto objetiva avaliar restabelecimento dos estoques de carbono e dos processos pedogenéticos que governam a dinâmica de C (i.e., paludização, sulfidização e gleização) em solos de manguezais replantados. Na APA de Guapimirim (estado do RJ), serão identificados quatro setores do manguezal sob diferentes estádios de replantio. Nestes setores serão avaliados parâmetros físico-químicos do solo (Eh, pH); coletadas amostras de solo para análises laboratoriais e amostras de gases para quantificar a emissão de CO2 e CH4. Com os resultados desta pesquisa espera-se contribuir com a divulgação da importância dos manguezais como sequestradores de C; e compreender a dinâmica do C em solos de manguezais em processo de regeneração, fornecendo bases para políticas de financiamento de projetos de recuperação de manguezais.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriel Pereira

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • mecanismo para a detecção da severidade dos incêndios florestais e do aumento da intensidade da potência radiativa do fogo como fator de tomada de decisão
  • A queima de biomassa é um fenômeno global e desempenha um papel fundamental na dinâmica terrestre e atmosférica. O fogo é amplamente utilizado como instrumento de manejo para estimular a rebrota de forragem para a pecuária, diminuir as pragas, remover os remanescentes agrícolas e está associado à mudanças do uso e cobertura da terra, principalmente nas regiões tropicais. Entre os principais impactos relacionados ao fenômeno dos incêndios florestais, pode-se citar a extinção da cobertura vegetal natural, perda de biodiversidade, alteração da dinâmica dos ecossistemas e modificação das características da atmosfera. Neste contexto, para analisar a ação das queimadas em diferentes escalas de atuação é imprescindível estimar, espacialmente e temporalmente, a área queimada e sua respectiva degradação ambiental. Desta forma, esta proposta visa integrar sensoriamento remoto, VANT, técnicas de processamento digital de imagens orbitais e trabalhos de campo para analisar os efeitos das queimadas no meio ambiente e implementar um sistema de acompanhamento em tempo quase-real da energia emitida pelo fogo, severidade, evolução temporal do fogo para a área e seu ciclo de atividades, assim como, a quantidade de gases traço e aerossóis que estão sendo emitidos para a atmosfera. Assim, esta proposta tem como foco principal a utilização do sensoriamento remoto aplicado à detecção e monitoramento de incêndios florestais, permitindo aos gestores públicos e comunidade científica a análise em tempo quase-real dos eventos que estão ocorrendo nas áreas de atuação do Prevfogo/IBAMA. Espera-se desenvolver um mecanismo de monitoramento e de coleta de informações que permita a tomada de decisões tanto no que se refere ao manejo do fogo quanto aos processos de regeneração das áreas afetadas.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 01/01/2019-31/10/2021
Foto de perfil

Gabriel Sperandio Milan

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • determinantes da continuidade de uso de uma rede social e o papel moderador da personalidade narcisista do usuário
  • O número de usuários de redes sociais cresceu exponencialmente nos últimos anos, no entanto, existem lacunas de pesquisas sobre o conhecimento acerca das relações entre os construtos determinantes da continuidade de uso das redes sociais por parte dos usuários. Assim, para o desenvolvimento deste projeto de pesquisa, será analisada a influência do valor hedônico, do valor utilitário, da experiência do fluxo, da influência social e do senso de pertencimento sobre a continuidade de uso de uma rede social (Facebook), avaliando a moderação da personalidade narcisista de seus usuários. Para tanto, foi realizado o levantamento teórico que aborda a continuidade de uso, bem como a compreensão e análise dos construtos e relações a serem investigadas. Posteriormente, será realizada uma pesquisa quantitativa, por meio da implementação de uma survey. A análise dos resultados será feita por meio de estatísticas multivariadas, utilizando-se a técnica da Modelagem de Equações Estruturais para se observar e analisar os elementos que compõem o objeto em estudo, além da realização do teste das hipóteses levantadas. Como resultado, espera-se contribuir com a literatura, gerando evidências sobre a influência dos construtos testados sobre a continuidade de uso e o efeito moderador da personalidade narcisista, no contexto de redes sociais.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriela Bezerra de Medeiros

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • efeitos reais assimétricos das políticas fiscal e monetária no brasil
  • Este projeto de pesquisa procura verificar se os efeitos reais de choques nos gastos do governo e na taxa de juros de política monetária são assimétricos com relação à fase do ciclo de negócios da economia brasileira. Para isso, propõe-se a estimação de um modelo autorregressivo vetorial de transição suavizada (STVAR) que considera conjuntamente choques fiscais e monetários. A análise será feita baseada em funções de impulso-resposta generalizadas que consideram os efeitos dos choques de política sobre a variável de transição entre as fases de recessão e expansão econômica. É importante ressaltar que a consecução do objetivo delineado permitirá: i) aperfeiçoar o entendimento do mecanismo de transmissão das políticas econômicas e de seus efeitos sobre o produto agregado; e ii) ampliar a capacidade de análise e acompanhamento da conjuntura econômica brasileira.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriela Cantarelli Lopes

Engenharias

Engenharia Química
  • estudo experimental e numérico de um leito fluidizado líquido usando partículas com propriedades físicas, mecânicas e superficiais distintas
  • Sistemas onde partículas são suspensas por fluidos são amplamente empregados em processos industriais. A maior parte dos estudos envolvendo leitos fluidizados tratam da fluidização de partículas perfeitamente esféricas, lisas e rígidas. Porém, em muitos processos industriais, partículas macias, rugosas e não esféricas são empregadas, como é o caso dos biorreatores de leito fluidizado. Ao se chocarem, partículas macias perdem grande parte da sua energia por causa da deformação resultante deste processo. A dissipação de energia que ocorre durante a colisão de partículas em leitos fluidizados pode ter influência significativa no comportamento das fases no equipamento. A não consideração destas colisões, bem como de sua influência sobre outros aspectos do escoamento, tais como a adesão de partículas e a alteração das forças de arraste e sustentação, no projeto desses equipamentos, pode levar a problemas operacionais. Neste contexto, o presente projeto tem como objetivo investigar o comportamento fluidodinâmico de partículas com diferentes propriedades físicas, elásticas e superficiais em um leito fluidizado líquido, bem como verificar a influência desses parâmetros sobre características fluidodinâmicas do escoamento. Para isso, é proposta a construção de uma coluna de 100 mm de diâmetro interno, na qual serão colocados sensores para a medida da pressão estática ao longo da altura do leito e para a medida da frequência e da energia de colisão das partículas. Esses dados serão adquiridos através do uso de microcontroladores do tipo Arduino e registrados em cartões de memória. Simulações usando técnicas de Fluidodinâmica Computacional e o Método dos Elementos Discretos serão realizadas e comparadas aos dados experimentais. A partir dos resultados obtidos, espera-se verificar a validade dos modelos de interação partícula-partícula e fluido-partícula existentes e, caso necessário, propor novos modelos que levem em conta características elásticas e superficiais das partículas sobre os fenômenos envolvidos no escoamento líquido-sólido em leitos fluidizados.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriela da Silva Tarouco

Ciências Humanas

Ciência Política
  • partidos políticos e governança eleitoral: fatores da mudança institucional na américa latina
  • Por que os partidos no legislativo decidem delegar a governança eleitoral para atores não partidários? Esta pesquisa aborda a mudança institucional em países latino-americanos desde a redemocratização para identificar as condições associadas às reformas que delegaram a governança eleitoral a atores não partidários. Como as instituições são criadas e alteradas pelos legisladores, a compreensão dos processos de reforma das instituições de governança eleitoral pode ajudar a avaliar o papel dos partidos políticos como autores da regulação da competição eleitoral. O projeto usa um desenho de pesquisa comparativo de poucos casos para responder como a adoção de modelos não partidários de governança eleitoral se relaciona com interesses e estratégias dos próprios partidos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriela Felix Persinoti

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento de abordagens in silico para análises multi-omicas de comunidades microbianas visando explorar novas estratégias de desconstrução de biomassa lignocelulósica
  • A biomassa lignocelulósica é a principal fonte de carboidratos renováveis do mundo e é considerada uma plataforma sustentável para a produção de bioprodutos como biocombustíveis, blocos químicos de base biológica e biopolímeros. Um dos principais desafios da bioconversão de biomassa lignocelulósica em bioprodutos é a transformação dos polissacarídeos presentes na biomassa em açúcares fermentescíveis. Comunidades microbianas presente em ambientes naturais como solos recoberto por biomassa e intestino de aninais herbívoros como ruminantes, possuem naturalmente grande capacidade de obter energia a partir de biomassa lignocelulósica. Essa capacidade encontra-se codificada no potencial genético dos micro-organismos presentes nestes ambientes, porém, muitas vezes esse potencial é pouco ou apenas superficialmente explorado. O recente desenvolvimento das tecnologias de sequenciamento de ácidos nucleicos, impulsionaram o uso de abordagens em larga escala independentes de cultivo, como a metagenômica, a qual se tornou uma poderosa ferramenta que permite acessar o potencial genético de comunidade microbianas por meio do sequenciamento direto do DNA ambiental. Neste sentido, a metagenômica é uma técnica promissora para prospecção de enzimas degradadoras de biomassa vegetal, pois além de permitir estudos de diversidade microbiana, permite acessar o genoma desses organismos incultiváveis possibilitando a descoberta de genes envolvidos em variadas atividades enzimáticas de sistemas biológicos até então desconhecidos. Estas técnicas apenas fazem sentido se suportados pela área de pesquisa de Bioinformática e computação de alto desempenho, as quais visam atribuir significado biológico ao enorme volume de dados gerado. Nesse sentido, este projeto visa o desenvolvimento e aplicação de abordagens in silico de Bioinformática para explorar o potencial genético de comunidades microbianas de forma a aprofundar o conhecimento acerca da diversidade de micro-organismos e enzimas presentes em ambientes naturais, visando compreender as estratégias naturalmente empregadas pelas comunidades microbianas para desconstrução de materiais lignocelulósicos e explorar de forma racional o potencial existente para a prospecção de novas enzimas ou microrganismos. Por meio de análises integradas multi-ômicas de comunidades microbianas recuperada de solo recoberto com bagaço de cana-de-açúcar e de intestino de herbívoros, espera-se com esse projeto poder contribuir com a elucidação da diversidade filogenética dessas comunidades e com isso possibilitar a descoberta de genes, enzimas, genomas e microrganismos envolvidos na degradação de materiais lignocelulósicos, que podem ser de grande interesse para aplicações biotecnológicas.
  • Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriela Medeiros Nogueira

Ciências Humanas

Educação
  • ações de incentivo à leitura na infância em espaços escolares e não escolares: uma investigação sobre práticas desenvolvidas no brasil, na argentina, nos estados unidos, na nova zelândia e na grécia
  • Este projeto busca responder as seguintes questões de pesquisa: Quais ações e estratégias de incentivo à leitura na infância são realizadas em espaços escolares e não escolares, como bibliotecas e/ou centros culturais em diferentes países? De que modo as ações realizadas nesses espaços podem contribuir com a formação do público leitor infantil no Brasil? De que modo articular ações de incentivo à leitura e formação de professores da Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental? Os países participantes na pesquisa, além do Brasil, são: Argentina, Estados Unidos, Nova Zelândia e Grécia, considerando sobretudo as aproximações estabelecidas, em diferentes espaços acadêmicos e científicos, entre os pesquisadores envolvidos em ações e/ou projetos sobre leitura. A investigação de perspectiva qualitativa (GIALDINO, 2007) será realizada, em um primeiro momento, por meio de pesquisa documental (CELLARD, 2008) sendo que o corpus será constituído a partir da recolha das informações disponibilizadas nos sites das bibliotecas e/ou centros culturais investigados nos países participantes, tais como, acervo infantil divulgado online, projetos, atividades, eventos direcionados ao público infantil, imagens e outras informações relevantes, com vistas a conhecer quais discursos e práticas estão presentes nesses espaços. Em um segundo momento, o foco da pesquisa volta-se para uma ação de incentivo à leitura realizada em cada país. Essa ação também passará a constituir o corpus de análise e os dados recolhidos por meio de registro escrito, fotográfico ou filmagem, buscando conhecer o espaço/ambiente em que a ação ocorre, o tempo de realização, o que é proposto, quem a propõe, quem a planeja, quem a patrocina, quem participa, de que modo participam, o que realizam e em que condições a ação é proposta. A descrição desses aspectos justifica-se, considerando sobretudo, o modelo ideológico de letramento (STREET, 2003), em que os modos e os significados que as práticas de leitura e escrita assumem em determinados contextos sociais, estão relacionados com os âmbitos políticos e ideológicos que as constituem. Pretendemos com os resultados desta pesquisa contribuir com as discussões que vem sendo realizadas no campo acadêmico sobre as práticas de incentivo à leitura na infância em diversos espaços educativos e também cooperar com o fomento de políticas públicas voltadas para público leitor desde a infância. Além disso, essa pesquisa promove a criação e o fortalecimento de redes de investigação em âmbito nacional e internacional.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriela Narezi

Ciências Biológicas

Ecologia
  • núcleo de estudos em agroecologia e produção orgânica da universidade federal do sul da bahia - segurança alimentar e nutricional em populações indígenas e rurais com foco na agroecologia e na conservação da biodiversidade.
  • Pode-se considerar que a América Latina destaca-se no que se refere ao surgimento de experiências de desenvolvimento rural e de agriculturas alternativas, que se constituem como resistência ao modelo agroindustrial mundial, também contando com espaços de referências históricas e acúmulo de aprendizados sobre as práticas agroecológicas já consolidadas. A presente proposta apresenta como objetivo principal o desenvolvimento de um conjunto de ações de ensino, pesquisa e extensão que buscam a promoção da segurança alimentar e nutricional com enfoque na agroecologia e na conservação da biodiversidade junto aos povos indígenas, pequenos agricultores familiares e assentamentos rurais da reforma agrária localizados no entorno de Unidades de Conservação de proteção integral na região sul da Bahia. A proposta de pesquisa deverá desenvolver uma metodologia científica capaz de identificar o nível de insegurança alimentar junto às populações indígenas e comunidades rurais a serem selecionadas. Deverá ser considerado o padrão de análise de Segurança Alimentar e Nutricional proposto pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), considerando os sistemas locais de produção de alimentos; a disponibilidade de alimentos; a renda e gastos com alimentos; balanço calórico alimentar; infraestrutura e acesso a serviços de saúde. Além disso, tais dados deverão compor uma análise capaz de favorecer a construção de indicadores e diagnóstico sobre a situação de Insegurança Alimentar e Nutricional e insegurança hídrica da população envolvida. Os pesquisadores e técnicos integrantes deste projeto, juntamente com os agricultores, gestores e lideranças de movimentos sociais e indígenas, buscarão construir uma estratégia de socialização das informações necessárias para o planejamento alimentar das famílias e da produção de alimentos de bases agroecológicas, por meio de uma proposta de extensão tecnológica. Também está prevista a oferta de um curso de extensão em Segurança Alimentar e Nutricional e Agroecologia com vagas a serem ofertadas preferencialmente para responsáveis técnicos do PNAE, Conselheiros municipais e estaduais de SAN, agricultores, produtores, professores, estudantes, população indígena, afrodescendente, população quilombolas e comunidades pobres e excluídas entre outras. Os dados gerados deverão ser compartilhados e interpretados de forma colaborativa entre as instituições parceiras.
  • Universidade Federal do Sul da Bahia - BA - Brasil
  • 01/12/2017-31/10/2020
Foto de perfil

Gabriela Nestal de Moraes

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • eixo de sinalização akt-foxk2 como um potencial alvo terapêutico no câncer de mama: papel no prognóstico e na resistência às drogas
  • O câncer de mama é a neoplasia que apresenta maior mortalidade entre as mulheres ao redor do mundo, a despeito da identificação de novas modalidades terapêuticas e marcadores prognósticos. A resistência ao tratamento quimioterápico é uma das principais causas de falha terapêutica, o que está associado à recaída da doença e a uma sobrevida reduzida. Evidências crescentes sugerem que a desregulação da expressão e função dos fatores de transcrição FOX está intimamente relacionada à iniciação e progressão tumoral, bem como à aquisição do fenótipo de resistência. Recentemente, demonstramos que o pouco estudado fator de transcrição FOXK2 desempenha um papel na sensibilidade à quimioterapia e no prognóstico no câncer de mama. Em contrapartida, sua expressão parece ser alterada para um estado de inativação em células resistentes e em pacientes com sobrevida reduzida, sugerindo que níveis constitutivamente altos de expressão de FOXK2 podem promover a resistência às drogas e contribuir para um prognóstico desfavorável. Nossa hipótese é de que FOXK2 esteja com a expressão modificada pós-traducionalmente nas células resistentes e nos tumores mais agressivos, resultando num comprometimento de sua atividade. Através de uma análise in silico, identificamos a serina-treonina quinase AKT1 como uma reguladora putativa da expressão de FOXK2. AKT1 é uma isoforma de AKT, mediadora central de via de sinalização PI3K, cuja função envolve tanto a transformação e crescimento tumoral quanto a migração e desenvolvimento de metástases. Nesse contexto, o nosso objetivo é investigar o papel da fosforilação por AKT na inativação da função de FOXK2 e o impacto do eixo de sinalização AKT-FOXK2 na resistência às drogas e no prognóstico no câncer de mama. Para atingir essa meta, o projeto contará com a realização das técnicas de imunohistoquímica, cultura de células, ensaio de MTT, ensaio clonogênico, Western blotting, co-imunoprecipitação (co-IP), RNA de interferência (siRNA) e transfecção plasmidial. A elucidação dos mecanismos de regulação de FOXK2 pode impactar diretamente em uma melhor compreensão dos mecanismos envolvidos na quimiorresistência no câncer de mama, de forma a propor intervenções terapêuticas mais específicas e eficazes e identificar biomarcadores prognósticos e preditivos de resposta à quimioterapia.
  • Instituto Nacional de Câncer - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriela Peixoto Coelho de Souza

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • conservação e uso sustentável do bioma mata atlântica: produtos, modelos agroflorestais e governança da sociobiodiversidade
  • A Mata Atlântica é um bioma com altíssima riqueza de biodiversidade e endemismos, que sofre grande ameaça, sendo, por isso, considerado um hotspot de biodiversidade. Neste bioma, os ecossistemas mais suscetíveis às mudanças climáticas são os ecossistemas costeiros e de altitude. O projeto proposto tem como objetivo fortalecer a conservação e a sustentabilidade do uso do Bioma Mata Atlântica, desenvolvendo produtos e modelos de sistemas agroflorestais biodiversos, integrados aos ecossistemas nativos, promotores de segurança alimentar, energética e hídrica, fortalecendo a interação entre as redes agroecológicas e os processos de governança associados à sociobiodiversidade nos Estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Para tanto, apresenta como objetivos específicos: a) Desenvolver modelos agroflorestais de manejo e restauração da reserva legal e de áreas de preservação permanente para a floresta ombrófila mista e ecótono e restingas; b) Desenvolver produtos e subprodutos de Araucaria angustifolia, para contribuir no manejo sustentável da floresta ombrófila mista e no fortalecimento de cadeias produtivas sustentáveis e solidárias; c) Avaliar o potencial dos modelos agroflorestais na promoção da segurança alimentar, energética e hídrica; d) Fortalecer os espaços de gestão governamental compartilhada responsáveis por avançar nos gargalos no manejo, beneficiamento e comercialização dos produtos da sociobiodiversidade, construindo instrumentos de monitoramento de políticas públicas de fortalecimento dos sistemas agroflorestais sustentáveis da Mata Atlântica; e) Promover a difusão da sociobiodiversidade e da alimentação adequada e saudável incentivando a implantação dos sistemas agroflorestais, em reserva legal e áreas de preservação permanente, e fortalecendo as cadeias produtivas sustentáveis e solidárias. A metodologia está baseada em uma abordagem interdisciplinar, contando com uma base experimental de manejo, de laboratório para o desenvolvimento de novos produtos, pesquisa biológica, etnobotânica, socioeconômica e produtiva, qualitativa e quantitativa. Conta também com métodos participativos de desenvolvimento de indicadores dos SAF`s para construção de uma metodologia de monitoramento da segurança hídrica, energética e alimentar nos sistemas agroflorestais. O projeto focará seus estudos sobre as experiências agroflorestais na porção sul-sudeste da Mata Atlântica em diferentes ecossistemas, monitorando 6 unidades demonstrativas: APA Baleia Franca, APA da Baleia Franca, Estação Experimental da Embrapa de Caçador - SC, Flona São Francisco de Paula - RS, Comunidade do Caconde - São Francisco de Paula - RS, Assentamento Nova Estrela e Batalha e comunidade Capela de Fátima - Vacaria - RS e Comunidade Capela Vila Damiane - Ipê - RS. O projeto se debruça em construir respostas às demandas sociotécnicas sobre o manejo dos sistemas agroflorestais e desenvolvimento de novos produtos, postuladas por redes de agroecologia e espaços de governança, envolvendo técnicos, agricultores locais, pecuaristas familiares, cooperativas e pesquisadores da Região Sul. Esta relação entre experimentação, formulação de questões, interação com a pesquisa, relação da produção sustentável com redes de consumo consciente, irá permitir o desenvolvimento de um modelo agroflorestal biodiverso, integrando a produção agroecológica a redes de consumo consciente. Os modelos agroflorestais biodiversos em áreas de restinga e de Floresta Ombrófila Mista, respondem a uma demanda da sociedade em geral, que se refere à construção de um modelo agroflorestal que cumpra a função de conservação e de produção sustentável, para o uso em áreas de Reserva Legal e em Áreas de Preservação Permanente. Espera-se promover os sistemas agroflorestais como sistema capaz de garantir a segurança hídrica, energética e alimentar, como mecanismos intersetoriais de desenvolvimento rural, conservação e agricultura sustentável.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 05/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Gabriela Pereira da Silva Maciel

Engenharias

Engenharia de Energia
  • caracterização do resíduo sólido urbano do litoral norte do rs como fonte energética para a pirólise na geração de energia
  • O presente projeto propõe a caracterização físico-química dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) para utilização como fonte de energia na pirólise, tecnologia voltada à transformação, recuperação energética e valorização de biomassas baseada em processo termoquímico. O projeto visa a caracterização do material para a verificação da viabilidade da sua conversão em energia elétrica, a partir da utilização do gás de síntese, biocombustíveis, com o uso do produto líquido da pirólise, e fertilizantes e material corretivo de solo, a partir da utilização dos sólidos formados. As discussões e estudos estão voltados para o potencial energético do RSU no processo de pirólise, pelo qual obtemos o gás de síntese utilizado para geração de energia elétrica, e seus subprodutos obtidos, assim como para o aspecto ambiental, desde a geração, coleta e separação de RSU. O projeto apresenta como alvo em sua linha de pesquisa, além de aspectos energéticos, ambientais, acadêmicos e científicos, o incremento ao desenvolvimento de tecnologia. A disposição final dos resíduos sólidos é uma questão preocupante e não deve ser considerada uma tarefa a ser resolvida apenas pelo poder público, deve haver uma conscientização de toda a sociedade para tentar solucioná-la. Para isso, faz-se necessário inserir uma filosofia de diminuição da geração de resíduos sólidos, reaproveitar, reciclar ou reusar o material que se tem em mãos, antes de descartá-lo totalmente. Os resíduos sólidos que vão parar diariamente nos lixões, muitas vezes são descartados de forma inadequada. O instrumento básico para o gerenciamento resíduos sólidos é o conhecimento das fontes e dos tipos de resíduos, através de dados da sua composição e da sua taxa de geração. Entretanto, a composição e a taxa de geração dos resíduos sólidos é função de uma série de variáveis, dentre elas, a condição socioeconômica da população, o grau de industrialização da região, a sua localização geográfica, as fontes de energia e o clima. Geralmente, quanto maior o poder econômico e maior a porcentagem urbana da população, maior a quantidade de resíduos sólidos produzidos e quanto menor a renda da população, maior o percentual de matéria orgânica na composição dos resíduos. Frente aos desafios relacionados à gestão de resíduos e os impactos causados por eles como: contaminação das águas, qualidade e quantidade de recursos hídricos disponíveis atualmente, e a piora da qualidade do ar, nos apontam a necessidade de se pensar em novas alternativas para os resíduos sólidos urbanos. O município de Tramandaí pode ser utilizado como exemplo, com a desativação do aterro sanitário da cidade, que está no limite da sua capacidade operacional, 15 munícipios do Litoral Norte passaram a destinar as mais de 5.500 toneladas de lixo produzidas por mês para outra região do Estado. No munícipio de Tramandaí foi criado uma área de transbordo para posterior transporte dos resíduos para o aterro licenciado no Munícipio de Minas do Leão a mais de 200 km de distância. O contrato com o aterro, transporte e gestão destes resíduos acarreta em um grande custo econômico somado ao custo ambiental, uma vez que dezenas de carretas movidas a combustível fóssil estão nas rodovias transportando estes resíduos. Neste contexto, a pirólise pode ser vista como uma das alternativas de enfrentar o problema de maneira sustentável. A pirólise consiste na decomposição térmica da matéria orgânica em altas temperaturas (entre 300 - 500ºC) e em atmosfera inerte (livre de oxigênio). O mecanismo se conduz por um processo fechado à altas temperaturas que permite a quebra das moléculas resultando três frações: sólida, líquida e gasosa, o que permite estudar separadamente cada fração. Sobretudo esse processo é auto sustentável sob o ponto de vista energético, pois, a decomposição química pelo calor na ausência de oxigênio, produz mais energia do que consome. Dentre os processos térmicos a principal vantagem da pirólise sobre a combustão ou incineração é o fato de se trabalhar na ausência de oxigênio, o que evita a formação de compostos oxigenados, como dioxinas e furanos, que são compostos extremamente tóxicos. Portanto, a pirólise é uma alternativa tecnológica muito promissora para o tratamento de resíduos sólidos urbanos, pois produz essas três frações, mencionadas anteriormente, com diferentes potenciais de aplicações. O percentual e a composição química de cada fração depende da matéria-prima processada e das condições de processo, por isso a otimização do processo e a caracterização dos produtos gerados é de extrema importância. Esta tecnologia tem aplicação nos segmentos agricultura de baixo carbono, química fina de base natural, siderurgia verde e energia renovável. No contexto das energias renováveis, sugere-se um modelo tecnológico sustentável para a produção de energia elétrica através do método de pirólise/gaseificação, utilizando RSU como biomassa. Contudo, o desenvolvimento deste projeto busca contribuir para o fortalecimento científico e tecnológico da pesquisa em biomassa como fonte de energia, uma vez que procura estabelecer uma colaboração entre o grupo de pesquisadores existente na UFRGS Campus Litoral Norte com os gestores públicos e as empresas responsáveis pela gestão dos resíduos sólidos urbanos.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gabriela Rezende Fernandes

Engenharias

Engenharia Civil
  • formulações do mec ou acoplamento mec/mef para análise de chapas ou placas compostas por materiais heterogêneos
  • Inicialmente, serão analisados exemplos numéricos de chapas e placas considerando-se uma abordagem multi-escala e uma formulação do Método dos Elementos de Contorno (MEC), aplicada a materiais que não apresentem amolecimento, sendo os resultados comparados à formulação onde se faz acoplamento MEC/MEF (Método dos Elementos Finitos). Nessa etapa, poderão ser considerados elementos de contato entre as inclusões e a matriz do EVR (Elemento de volume Representativo),que representa a micro-estrutura do material. Em seguida, pretende-se desenvolver uma formulação do MEC para análise de chapas onde fissuras possam ser nucleadas, a fim de analisar chapas compostas por materiais frágeis que apresentam amolecimento. Nessa formulação será utilizada a técnica com descontinuidades fortes incorporadas para modelar o fenômeno de nucleação e propagação de fissuras coesivas, devendo-se analisar exemplos numéricos, a fim de verificar tal formulação. Então, será desenvolvida uma formulação multi-escala acoplando o MEC e o MEF, onde o macro-contínuo (chapa) será modelado pelo MEC utilizando-se a formulação desenvolvida anteriormente e a micro-escala será modelada pela formulação desenvolvida por Toro [15] através do MEF, os processos de localização de deformação no micro-contínuo (EVR) levam à nucleação de uma fissura no macro-contínuo. Finalmente, caso tenha tempo hábil para implementar e verificar a formulação multi-escala para materiais frágeis, com acoplamento MEC/MEF, análises multi-escala de chapas serão também consideradas considerando-se essa última formulação.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022