Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Anna Maria Sales

Ciências da Saúde

Medicina
  • poliquimioterapia nos pacientes com hanseníase multibacilar tratados com esquema oms/12 doses: avaliação do efeito da estatina nos eventos após tratamento
  • A hanseníase é uma doença infectocontagiosa, com alto potencial incapacitante. Com a poliquimioterapia (PQT) para o tratamento da hanseníase, introduzida na década de 1980, a cura dos pacientes em tratamento mostrou grande impacto na redução da prevalência. O tempo e a dose do tratamento estão bem estabelecidos, entretanto, os pacientes multibacilares podem receber alta do tratamento com a carga bacilar positiva. Após a alta, também podem aparecer episódios reacionais, que são agudos, decorrentes de processo inflamatório, de caráter recidivante e mantém a morbidade da doença. As estatinas são medicamentos utilizados longamente na prática médica como reguladores dos lipídeos sanguíneos não só no tratamento, como também na profilaxia de doenças cardio vasculares. Por outro lado, numerosos estudos demonstraram seu efeito de regulação da alça inflamatória, caracterizando os chamados efeitos pleiotrópicos, que se caracterizam pelas propriedades antiinflamatórias, ações imunomoduladoras, antitrombogênica e de melhora da disfunção endotelial. Objetivos: Avaliar o efeito da administração da estatina nos pacientes multibacilares após a alta da poliquimioterapia padrão/OMS, na ocorrência dos episódios reacionais e na queda da carga bacilar após a alta. Métodos: Será realizado um estudo experimental, prospectivo, randomizado, com os pacientes multibacilares da coorte de pacientes acompanhados no Ambulatório de Hanseníase do Laboratório de Hanseníase da Fundação Oswaldo Cruz do Rio de Janeiro (FIOCRUZ), submetidos ao tratamento padrão da OMS com 12 doses supervisionadas e que receberão alta da poliquimioterapia no período de Agosto de 2016 a Agosto de 2019. Os pacientes serão alocados em dois grupos: grupo exposto: receberá a sinvastatina 40mg/dia por 12 meses, após a alta da PQT durante 12 meses e o grupo controle: não receberá a medicação. Serão avaliados os seguintes desfechos: quadros reacionais: Será avaliada a incidência de quadros reacionais e o número de episódios após a alta da PQT. Carga bacilar: Será determinada pelos índices baciloscópico (IB) e morfológico (IM). Avaliação da redução dos depósitos dos lipídeos da lesão cutânea na alta da poliquimioterapia: avaliação dos lipídeos através de análise imunohistoquímica apropriada. Para a análise de dados será avaliada a eficácia de intenção de tratamento a qual inclui todos os indivíduos que iniciaram o estudo, independente de ter concluído a intervenção e do período de seguimento.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-30/06/2021
Foto de perfil

Anna Rafaela Cavalcante Braga

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • fermentação da polpa de frutos de juçara (euterpe edulis mart.) por bactérias produtoras de ácido láctico: avaliação de seu potencial bioativo e nutricional pelo aumento da biodisponibilidade de antocianinas
  • A juçara (Euterpe edulis Mart.) é uma palmeira típica da Mata Atlântica, que ocupa uma vasta extensão territorial, desde o sul da Bahia ao Rio Grande do Sul. A polpa de juçara pode ser considerada uma fonte de compostos bioativos, principalmente no que se refere ao teor de compostos fenólicos e principalmente de antocianinas. A ação biológica das antocianinas depende de diversos fatores tais como absorção, metabolismo, distribuição nos tecidos e excreção. Neste contexto, torna-se possível levantar uma hipótese, que se as antocianinas fossem consumidas pré-digeridas (tivessem seus açúcares parcialmente hidrolisados das agliconas) a biodisponibilidade destes compostos poderia ser aumentada significativamente e, portanto, a capacidade antioxidante e os efeitos benéficos ao organismo humano seriam potencializados. Uma forma de promover a deglicosilação das antocianinas é empregando um processo fermentativo em que ocorra a produção de enzimas como a β-glucosidase que modificam o perfil das antocianinas podendo aumentar sua bioacessibilidade e biodisponibilidade. Com isso, o objetivo principal do presente projeto é contribuir para a valoração da polpa dos frutos de juçara através do desenvolvimento de um processo fermentativo promovido por bactérias dos gêneros Bifidobacterium e/ou Lactobacillus, tornando as antocianinas mais biodisponíveis e portanto, agregando valor bioativo, nutricional e econômico a polpa.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Anne Magaly de Paula Canuto

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • investigando o impacto da inclusão da dinamicidade no desempenho dos comitês de classificadores
  • A combinação de vários classificadores surgiu como uma tentativa de criar estruturas de classificação que sejam eficientes para problemas de classificação complexos. Este método de combinar diferentes classificadores individuais é conhecido na literatura como comitês de classificadores. Esses sistemas são compostos por um conjunto de classificadores, organizados em paralelo, que recebe os dados de entrada e fornece sua predição para um método de combinação, que é responsável por apresentar a saída final do sistema. Um dos principais desafios no projeto de comitês de classificadores eficientes é o processo de escolha da sua estrutura. Uma maneira de melhorar o desempenho dos comitês de classificadores é através da seleção dos melhores atributos, classificadores e método de combinação para compor a sua estrutura. Essa seleção pode ser feita estaticamente ou dinamicamente. Na seleção estática, uma vez definida a estrutura do comitê, todas as instâncias de teste serão classificadas pela mesma estrutura. Esta seleção é a mais tradicional e tem sido utilizada desde o início das pesquisas com comitês de classificadores. Recentemente, com base no pressuposto de que toda instância de teste possui particularidades e diferentes níveis de dificuldades no processo de classificação, a abordagem de seleção dinâmica surgiu. Nesta seleção, cada instância é classificada por uma estrutura diferente de comitês (conjunto de classificadores individuais e método de combinação). Existem alguns trabalhos que têm sido propostos na literatura utilizando a abordagem de seleção dinâmica. No entanto, a maioria dos trabalhos encontrados fazem a escolha dinâmica de apenas um componente, atributo, classificador individual ou método de combinação. Uma investigação de qual componente com seleção dinâmica tende a produzir comitês de classificadores eficientes pode ajudar na construção de estruturas de comitês cada vez mais robustos para diferentes problemas de classificação. Portanto, o principal objetivo do projeto aqui apresentado é melhorar a eficácia e desempenho dos comitês de classificadores, visando torná-los mais adequados para cada padrão de teste individualmente, além de manter a eficiência de tais sistemas. Objetiva-se, com este projeto, explorar todo o potencial de comitês de classificadores e torná-los ainda mais eficiente para a classificação de dados.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anne Marie Pessis

Ciências Humanas

Arqueologia
  • instituto nacional de arqueologia, paleontologia e ambiente do semi-árido do nordeste do brasil
  • O Instituto Nacional de Arqueologia, Paleontologia e Ambiente do Semiárido (Inapas - INCT) é uma rede de pesquisa formada por quatro instituições (FUMDHAM, UFPE, FIOCRUZ e URCA) que desenvolve pesquisas nas áreas disciplinares de arqueologia, paleoambiente, paleoparasitologia e paleontologia no semiárido do Nordeste do Brasil. Essa rede tem como objetivo caracterizar e definir cronologicamente a ocupação pré-histórica da região Nordeste do Brasil e seu contexto paleoambiental, visando à integração e inovação das metodologias da pesquisa arqueológica paleoambientais no país. Devido ao seu amplo espectro interdisciplinar de pesquisas, as instituições que participam da rede atuam em diversas etapas da cadeia de inovação. As pesquisas fundamentais do Inapas em arqueologia, paleontologia e ambiente aportam contribuições na geração de conhecimentos para aplicação tecnológica, na conservação do patrimônio cultural e ambiental e ainda, na gestão de recursos naturais e culturais, em transformação com as mudanças climáticas em ambientes semiáridos, cujos temas demandam a criação e utilização de novos métodos e tecnologias. As principais linhas de pesquisa do Inapas, desenvolvidas no semiárido nordestino, são: Povoamento pré-histórico; Paleoparasitologia, ecologia e emergência de infecções parasitárias; Análise gráfica tridimensional dos registros rupestres; Paleoambiente do Quaternário; Paleontologia do Quaternário e das bacias sedimentares e Metrologia arqueológica e patrimonial. A pesquisa desenvolvida pelo Inapas trata de temas relevantes para a ciência brasileira e mundial, entre eles: a origem do homem americano, mudanças paleoclimáticas e seus reflexos sobre a vida e a saúde, fluxos migratórios das primeiras populações humanas da região, paleontologia e metrologia arqueológica patrimonial. A rede consolida pesquisas em curso de instituições parceiras há mais de duas décadas. A sede do Inapas permanecerá na Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM), entidade científica há mais de três décadas responsável pelas pesquisas arqueológicas e pela gestão do Parque Nacional Serra da Capivara, Patrimônio Mundial Cultural da Unesco. A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), por meio dos Departamentos de Arqueologia, Energia Nuclear, Ciências Geográficas e Engenharia de Minas forma um núcleo consolidado de pesquisas interdisciplinares e ensino atuando na região Nordeste. A Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ-RJ), com a participação da Escola Nacional de Saúde Pública pesquisa há trinta anos os parasitos encontrados em material arqueológico, contribuindo para a formação da Paleoparasitologia e das condições de saúde na pré-história e seus reflexos no presente e futuro. A Universidade Regional do Cariri (URCA), por meio do Laboratório de Paleontologia, integra pesquisas em taxonomia e mapeamento paleontológico das bacias sedimentares do semiárido brasileiro. Essas quatro instituições, com laboratórios e grupos de pesquisa envolvidos, partilham um mesmo objetivo, integrando aportes inovadores que permitem a integração regional dos dados e conta ainda com a parceria de grupos de pesquisas de outras renomadas instituições. Além da pesquisa formal, as relações interinstitucionais contribuem para a formação de recursos humanos e de divulgação e difusão científica.
  • Fundação Museu do Homem Americano - PI - Brasil
  • 25/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Anne Priscila Dias Gonzaga

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • flutuações na vegetação em área de ecótono cerrado-floresta na serra do espinhaço, mg
  • O presente projeto visa estudar uma faixa de vegetação de transição (Floresta Estacional Semidecidual e Cerrado) existente na região meridional da Serra do Espinhaço, que é amplamente reconhecida pela sua singularidade ambiental. O que se justifica em virtude da escassez de pesquisas que englobem análises paleoambientais, bem como a determinação dos padrões relacionados à distribuição da vegetação em ambientes ecotonais. A partir deste estudo, pretende-se enfatizar a alteração da paisagem e realizar a caracterização florístico estrutural de uma área transicional, visando a compreensão das mudanças/evolução da flora em tempos pretéritos e atuais. Na área de estudo serão alocadas 50 parcelas de 400 m² (10m × 40m), dispostas ao longo do gradiente fitofisionômico, onde serão mensurados indivíduos arbóreos com (DAP) > 5cm. Serão calculadas as diversidades taxonômica, filogenética e funcional das espécies amostradas. A influencia ambiental nos atuais padrões de distribuição das espécies serão avaliadas a partir de análises topográficas, edáficas (química, textural e de umidade) e rochosidade. A dinâmica paleoambiental será realizada por meio de microvestígios fósseis (fitólitos) e pela comparação dos padrões florísticos atuais com a distribuição pretérita da vegetação. Ainda visando reconstruir possíveis flutuações da vegetação no local de estudo serão realizadas análises de modelagem de distribuição potencial das espécies de maior valor de importância amostradas no ecótone. Espera-se detectar a existência de flutuações nos padrões vegetacionais ao longo do tempo, que refletiram e podem ainda estar atuando na distribuição e composição da flora atual, que na área em questão é mais relevante haja vista, que ecótones são ambientes frágeis e que abrigam elevada diversidade. E dessa forma subsidiando planos de manejo, estratégias de conservação e restauração de áreas degradadas, assim como, norteando estudos de cunho ambiental e biogeográfico na região do Espinhaço Meridional
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Annelise Batista D'Angiolella

Outra

Divulgação Científica
  • a casa da ciência: um olhar para a amazônia
  • A presente proposta trata da criação de um núcleo de extensão “A casa da ciência: um olhar a Amazônia” que objetiva promover a comunicação museológica do conhecimento em Ciências Biológicas produzido no campus da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), campus de Capitão Poço, por meio de palestras, oficinas, exposições, produção de materiais didático-pedagógicos e outras ações pertinentes. Espera-se que A Casa da Ciência represente um espaço científico-cultural que se constitua em uma janela para uma educação científica, colaborando com o ensino formal e informal das ciências por meio de ações capazes de envolver os visitantes em um novo cenário. Acreditamos que a Casa da Ciência atuará como um polo nucleador de conhecimento, permitindo que a UFRA atue de maneira mais efetiva na Mesorregião Nordeste Paraense, fortalecendo e difundindo suas ações de ensino, pesquisa e extensão e contribuindo para melhorias no âmbito social, ambiental e técnico-científico da região.
  • Universidade Federal Rural da Amazônia - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Annelise Batista D'Angiolella

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • a casa da ciência vai à escola!
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal Rural da Amazônia - PA - Brasil
  • 12/08/2019-31/01/2022
Foto de perfil

Annette Droste

Outra

Ciências Ambientais
  • determinação de um modelo estratégico de conservação de vriesea incurvata gaudich. (bromeliaceae): estudo de fatores relacionados ao estabelecimento de indivíduos reintroduzidos
  • Uma das principais características do bioma Floresta Atlântica são as plantas vasculares epifíticas com alto grau de riqueza e diversidade, que proporcionam a manutenção da diversidade biológica e o equilíbrio interativo das comunidades florestais. Os epífitos utilizam outras espécies vegetais apenas para fixação e suporte, obtendo a água e os nutrientes da atmosfera. Além de componentes de importância para as interações ecológicas, a maioria das espécies epifíticas é sensível às modificações de origem antrópica, sendo consideradas importantes como indicadoras de qualidade ambiental. Entre os epífitos da Floresta Atlântica, Bromeliaceae constitui a segunda maior família, correspondendo a 12,9% dos epífitos vasculares do bioma, e cerca de 270 espécies são consideradas endêmicas deste bioma. A maioria das bromélias acumula água da chuva em “tanque” formado pela disposição das folhas, o que permite a coexistência de outros organismos. As estruturas florais de diversas formas atraem um grande número de polinizadores. As bromélias igualmente apresentam importante potencial ornamental, levando muitas espécies nativas a integrarem a categoria de ameaçadas de extinção, como consequência do extrativismo. A degradação do ambiente natural por meio da ação antrópica também contribui para o atual estado de conservação de diversas espécies da família. Na lista do Livro Vermelho da Flora do Brasil, figuram 202 espécies de Bromeliaceae em categoria de ameaça e, no Rio Grande do Sul, 78 espécies compõem a lista de espécies da flora ameaçada. Dentre as estratégias de conservação de bromélias epifíticas, a propagação in vitro e a subsequente reintrodução podem ser ferramentas importantes, uma vez que as etapas de germinação e desenvolvimento inicial, nas quais as plântulas são mais vulneráveis, ocorrem em condições controladas, podendo aumentar o sucesso no estabelecimento dos indivíduos. Além de permitir a recuperação e a regeneração de populações de espécies ameaçadas de extinção por meio de iniciativas de reintrodução em ambientes naturais, o monitoramento de populações reintroduzidas in situ pode fornecer informações para o entendimento da biologia e dos processos ecológicos estabelecidos entre as plantas e os fatores bióticos e abióticos vigentes, uma vez que cada evento de reintrodução é exclusivo. Vriesea incurvata Gaudich. é uma Bromeliaceae epifítica, endêmica da Floresta Atlântica, que ocorre nas regiões Sul e Sudeste do Brasil geralmente no interior do sub-bosque e em beiras de cursos d’água. Seus principais atributos ornamentais são as folhas, dispostas em roseta, lisas e sem espinhos, e sua inflorescência espigada. No Rio Grande do Sul, V. incurvata figura na lista de espécies ameaçadas, na categoria de dados insuficientes para classificação. Espécies que compõem esta categoria de conservação necessitam de especial atenção em relação a iniciativas de cultivo in vitro e reintrodução no ambiente, bem como em relação à coleta de dados que permitam conhecer as áreas em que ainda ocorrem populações naturais, para poder indicá-las como alvo de futuras estratégias de reintrodução, bem como contribuir para a determinação do estado de conservação. Soma-se a isto o fato de que o número de programas de conservação voltados a espécies epifíticas no Brasil é extremamente limitado, o que também se aplica para iniciativas espécie-específicas para bromeliáceas. Nesta perspectiva, o projeto tem por objetivo determinar uma estratégia eficiente de conservação de V. incurvata, a partir da avaliação do estabelecimento de plantas micropropagadas e reintroduzidas em uma área de ocorrência natural da espécie, bem como da relação destas plantas com fatores bióticos e abióticos vigentes. Áreas ocorrência de V. incurvata no Estado do Rio Grande do Sul serão identificadas e caracterizadas para escolha de um ambiente para a reintrodução das plantas. A sobrevivência e parâmetros morfométricos destas plantas serão avaliados mensalmente; dados meteorológicos serão coletados; a ação de herbívoros sobre as plantas será registrada; características físicas, químicas e estruturais do substrato das plantas serão analisadas; as relações ecológicas estabelecidas entre as plantas e os fatores bióticos e abióticos vigentes serão estudadas. As conclusões baseadas nos resultados alcançados constituirão um modelo reintrodução e conservação de V. incurvata que poderá ser aplicado em ambientes no Rio Grande do Sul e em demais estados de ocorrência da espécie.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Annibal Duarte Pereira Netto

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • hidrocarbonetos policíclicos aromáticos em carbono pirogênico e em solos tratados com carbono pirogênico
  • Carbono pirogênico (CPi) destinado a uso agrícola ou biochar é um produto sólido, carbonáceo formado na pirólise ou combustão incompleta de biomassa, composto basicamente por estruturas poliaromáticas de elevado peso molecular. Esta definição de biochar exclui outras formas de carbono pirogênico como carvão, fuligem, resíduos de queima industrial de combustíveis como diesel e carvão mineral. O interesse em biochar resulta de sua importância potencial e positiva para o aumento da produtividade de solos, que tem importância crucial para o Brasil e o agronegócio brasileiro, e também do sequestro de carbono. Neste aspecto específico, a produção de CPi pode contribuir para a destinação final de resíduos sólidos, como por exemplo, bagaço de cana e lodo de esgoto. As primeiras observações sobre o aumento de fertilidade de solos provêm de observações Terras Pretas de Índio, que ocorrem na Amazônia Brasileira e em outros países como a Colômbia, Equador, Guiana, Peru e Venezuela, onde o estoque adicional de carbono encontrado em solos ocorre principalmente na forma de CPi. Estas observações levaram à avaliação da adição de CPi a solos para melhoria de sua fertilidade e produtividade. A produção de CPi envolve pirólise de biomassa e uma ampla faixa de condições e processos de pré-tratamento têm sido usados, o que permite formar CPi com diferentes composições e características. Por exemplo, temperaturas na faixa de 180 a 900ºC e períodos de aquecimento de minutos a dias são usados. Considerando o emprego de diferentes biomassas e/ou misturas de biomassas, este conjunto de condições permite considerar a produção de diferentes CPi, com diferentes estruturas poliaromáticas e possivelmente diferentes funções no solo. Entretanto, o aquecimento de biomassa pode levar à formação concomitante de HPA, pois os mecanismos envolvidos na produção de CPi e HPA são possivelmente os mesmos. De fato é bem estabelecido que HPA, que são carcinogênicos para seres humanos, são formados quando matéria orgânica é aquecida acima de 100-150ºC. Assim, a adição de CPi aos solos poderia levar à sua contaminação por HPA, que seriam depois transportados para outros compartimentos ambientais em diferentes processos (resuspensão de partículas, run off, lixiviação de solos), possibilitando exposição humana. Assim, este projeto tem como objetivo geral a determinação e caracterização da distribuição de HPA em CPi obtidos com matérias primas (biomassas) brasileiras e em solos tratados com CPi. Neste caso, amostras coletadas em diferentes períodos de tempo serão estudadas para avaliar o decaimento de concentrações. As concentrações e distribuições de HPA serão avaliadas considerando razões de HPA selecionados e toxicidade equivalente a benzo[a]pireno, além de distribuição de ácidos benzenopolicarboxílicos (BPCA) que serão determinados nas amostras e que são marcadores da estrutura poliaromática dos CPi. A determinação de HPA será baseada em extração acelerada por solventes e análise por cromatografia a gás acoplada à espectrometria de massas (CGAR-EM) e será inteiramente realizada no LaQAFA/UFF e para isto, um método analítico será implementado e validado de acordo com orientações do INMETRO. Este estudo se insere dentro das linhas de pesquisa e atuação do coordenador do projeto e que a determinação de HPA em amostras de CPI obtidos a partir de matérias primas do Brasil é inédita, o que terá efeito positivo no impacto das publicações. A determinação de BPCA será realizada na EMBRAPA por cormatografia a líquido de alta eficiência com detecção por UV-DAD (CLAE-UV-DAD) após oxidação com HNO3, que opcionalmente poderá ser realizada também no LaQAFA/UFF. Métodos estatísticos e quimiométricos serão empregados para obtenção de inter-relações entre concentrações e condições de obtenção dos CPi. É esperado que ao término do projeto, a metodologia de caracterização de HPA em CPi e os resultados obtidos sejam repassados à EMBRAPA-Solos e/ou ao setor produtivo interessado na produção e/ou utilização de CPi para aumento de fertilidade de solos. O principal aspecto inovador do projeto é o nível de integração que permitirá estabelecer relações entre processos e composição de CPi, e certamente sua caracterização.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Anselmo Cardoso de Paiva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • detecção e diagnóstico de doenças oftalmológicas e de pulmão baseada em imagens
  • Nos dias atuais, utilizam-se diversas modalidades de aquisição de imagens na área médica. Isto levou a avanços significativos na área de imagens médicas e processamento de imagens médicas computadorizada. As formas de aquisição de imagens médicas mais comuns atualmente são: Radiografia (Raio-X), Tomografia Computadorizada (CT), Ressonância Magnética (MRI), Tomografia Computadorizada por Emissão de Photons (SPECT), Tomografia por Emissão de Positrons (PET) e Ultrasom. E, para o caso específico da oftalmologia temos a Retinografia e Tomografia de Coerência Ótica (OCT). Pode ser observado que esses métodos envolvem instrumentação sofisticada e equipamentos baseados em computadores para a coleta dos dados, reconstrução da imagem e sua visualização. Este processo baseado em imagens possui a grande vantagem de ser não invasivo. Além disso, é indubitável a qualidade das imagens geradas por tais equipamentos, beneficiando atividades médicas tais como detecção, diagnóstico, planejamento cirúrgico e terapia. Tais imagens possuem um alto grau de conteúdo médico, pois contêm informações relevantes para o exercício de diversas especialidades: oncologia, ginecologia, radiologia, pneumologia e oftalmologia, para citar algumas. Entretanto, para o aproveitamento máximo do conteúdo nessas imagens, faz-se necessário o uso do computador pelos profissionais dessa área. Este uso permite que as imagens sejam processadas e manipuladas possibilitando a visualização de características inicialmente não perceptíveis que possibilitam uma melhor precisão na análise e verificação para a elaboração do diagnóstico. Isto permite que as características sejam quantificadas e analisadas através de programas e modelos computacionais para entender o seu comportamento de modo a contribuir para a detecção, o diagnóstico ou para a avaliação da evolução de protocolo terapêutico. Este projeto propõe o desenvolvimento de programas e métodos computacionais para processar e manipular o dado obtido através desses diversos métodos de aquisição de imagens médicas de modo a preservar e incrementar a informação clinica presente no exame. O grau de desenvolvimento atual alcançado pelas técnicas de modelagem computacional, em conjunto com o rápido crescimento do desempenho de cálculo dos computadores, tem permitido o estudo, desenvolvimento e solução de modelos altamente sofisticados, capazes de auxiliar, com aceitável grau de precisão, os resultados de importantes procedimentos médicos, como por exemplo, a detecção e diagnóstico de câncer, doenças pulmonares e doenças oftalmológicas. Câncer é o nome dado a todas as formas de tumores malignos, frequentemente expressos, quando em pequenas dimensões, sob a forma de um nódulo. Existe uma grande dificuldade na definição qualificada das características benignas ou malignas do nódulo, bem como no acompanhamento do crescimento eventual do mesmo de uma forma mais fidedigna. A extração cirúrgica do nódulo é a conduta tomada na maioria dos pacientes com um nódulo assintomático de etiologia indeterminada em um paciente com dados epidemiológicos compatíveis com uma maior susceptibilidade ao câncer. Contudo, muitas dessas intervenções poderiam ser evitadas, visto que na maioria das vezes trata-se de nódulos benignos, principalmente no Brasil e em outros países em desenvolvimento. Assim, é fundamental o uso de técnicas mais precisas para melhor avaliar o crescimento nodular e suas características, podendo, desta forma, determinar com mais credibilidade a benignidade ou a malignidade do nódulo. Patologias oftalmológicas como o glaucoma são caracterizadas por alterações típicas do disco ótico e da camada de fibras nervosas da retina, com alterações características no campo visual. A avaliação destas alterações pode envolver a detecção e mensuração de alterações estruturais. A melhor forma de se diagnosticar doenças como o glaucoma é através do exame do nervo ótico que pode ser feito com a retinografia e a OCT. O uso dessas imagens permite também um acompanhamento mais preciso e aumenta a sensibilidade para a detecção de alterações progressivas. O processamento digital de imagens médicas representa um conjunto de técnicas computacionais, que aplicados podem prover auxílio ao diagnostico, planejamento de tratamentos, simulação de cirurgias, compressão de imagens em bancos de exames, recuperação de exames por conteúdo de imagens, auxılio a pesquisa em medicina, e educação médica, dentre outros. Tuberculose é uma doença que afeta muitas pessoas em países em desenvolvimento. Embora o tratamento seja possível, é necessário um diagnóstico preciso. Em geral nos paises com maior incidência da doença existem aparelhos de Raio-X a disposição, mas a disponibilidade de radiologistas especializados nas analises das imagens é baixa. Assim, métodos computacionais que permitam a análise dessas imagens com rapidez e a baixo custo podem incrementar consideravelmente a capacidade de realização deste diagnóstico e melhorar as condições de tratamento desta doença. Além da tuberculose, a pneumonia é outra doença pulmonar de grande incidência. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a pneumonia é a principal causa da mortalidade infantil no mundo, matando aproximadamente 1,2 milhões de crianças, sendo assim responsável por 18% de todas as mortes de crianças com até cinco anos. O melhor método disponível para auxiliar o diagnóstico de pneumonia é a radiografia. Assim, é importante o desenvolvimento de ferramentas computacionais que auxiliem no diagnóstico por parte dos especialistas. As linhas de pesquisa propostas neste projeto pretendem investigar a aplicação de técnicas de processamento de imagens, computação gráfica, realidade virtual/aumentada e visão computacional no desenvolvimento de ferramentas que visem facilitar a detecção e o diagnóstico de câncer e de doenças oftalmológicas como o glaucoma, através do paradigma conhecido como “Diagnóstico Assistido por Computador - Computer-Aided Diagnosis (CAD)”.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anselmo de Athayde Costa e Silva

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos do treinamento combinado sobre independência funcional e níveis de atividade física em indivíduos com lesão da medula espinhal
  • Introdução: Pessoas com Deficiência Física apresentam menores níveis de atividade física em comparação com a população sem deficiência. Ou seja, trata-se de uma população com elevados níveis de sedentarismo. O treinamento combinado tem sido recomendado como forma de aumentar os níveis de atividade física em indivíduos com LME. Portanto o objetivo do presente projeto é analisar se o treinamento combinado resulta em melhora de funcionalidade e aumento nos níveis de atividade física nos indivíduos com LME. Metodologia: 32 sujeitos serão subdivididos em dois grupos: Tetraplégicos (n=16) e paraplégicos (n=16) os quais serão aleatoriamente alocados em grupo treinamento combinado (n=8) e controle ativo (n=8). Serão realizadas avaliações completas de entrada e reavaliação para estimativa da capacidade aeróbia e de força muscular (1RM). Serão avaliadas a independência funcional na avaliação e na reavaliação assim como os níveis de atividade física mediante acelerometria. Semanalmente os sujeitos farão um registro de 24 horas de acelerometria que permitirá descrever o comportamento dos níveis de atividade física durante o programa de treinamento.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Anselmo Nogueira

Ciências Biológicas

Botânica
  • evolução morfológica associada as interações mutualistas em chamaecrista ser. coriaceae (leguminosae)
  • Os mutualismos, interações cooperativas entre espécies, constituem a base do funcionamento dos ecossistemas, e acredita-se que tais interações tiveram papel chave no processo de diversificação das angiospermas por meio de interações específicas entre flores-polinizadores e propágulos-dispersores. Em sua maioria, as interações mutualistas planta-animal são mediadas por recursos disponibilizados pelas plantas (ex. néctar), no qual os custos de produção desses recursos são mitigados pelos benefícios dos serviços prestados pelos animais (ex. polinização). Embora os mutualismos entre insetos e plantas sejam os mais bem conhecidos, são os mutualismos que se estabelecem no sistema radicular, tais como as bactérias fixadoras de nitrogênio, que tem influência maior no balanço energético das plantas. Sabe-se que as bactérias do tipo rizóbio, ao estabelecerem os nódulos radiculares e iniciar a fixação de nitrogênio, consomem cerca de 13-28% de todos os fotoassimilados da planta, alterando a alocação de recursos durante o desenvolvimento vegetal. Nas últimas décadas, houve um avanço muito grande no entendimento do papel de alguns mutualismos na evolução das plantas, mas não existem estudos filogenéticos detalhando a evolução de múltiplas interações mutualistas, e os caracteres relacionados a tais interações, em um mesmo grupo de plantas. Em geral, as características das plantas são estudadas de maneira isolada e pontual, assim como os mutualismos, impedindo o entendimento da influência de múltiplos mutualismos entre si, e o resultado dessas interações na diversificação fenotípica das linhagens vegetais. O objetivo geral deste projeto será investigar o padrão de evolução de diferentes interações mutualistas em um grupo de leguminosas endêmicas do Cerrado. Mais especificamente, iremos investigar o padrão de evolução morfológico em Chamaecrista ser. Coriaceae (Leguminosae), uma linhagem de plantas distribuídas principalmente nos campos rupestres de Minas Gerais. Nesse primeiro objetivo será priorizado o detalhamento de caracteres mediadores dos mutualismos nas raízes (nódulos bacterianos), nas folhas (nectários associados com formigas) e nas flores (anteras associadas as abelhas), e na reconstrução dos estados ancestrais de tais caracteres por meio dos métodos filogenéticos comparativos. De forma complementar, iremos investigar como os diferentes modelos de evolução fenotípica explicam a divergência morfológica nesse grupo de plantas. No terceiro objetivo iremos investigar de forma pormenorizada a correlação entre a morfologia dos nectários extraflorais e sua funcionalidade em diferentes estádios de desenvolvimento foliar. Espera-se por meio deste projeto consolidar uma linha de pesquisa focada na investigação dos padrões de evolução morfo-funcional em plantas, em especial, de linhagens altamente diversas e endêmicas dos biomas brasileiros.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anselmo Pereira de Lima

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • investigação de processos de produção de artigos de opinião em laboratório informatizado de leitura, escritura e reescritura de textos argumentativos
  • O principal problema a ser abordado neste projeto diz respeito à dificuldade de produção satisfatória de textos argumentativos por estudantes brasileiros do Ensino Médio. Levanta-se a hipótese de que essa dificuldade se deve, dentre outras coisas, a práticas escolares de ensino-aprendizagem que se orientam e são orientadas por teorias linguísticas que concebem e tendem a conceber o texto escrito apenas (ou predominantemente) como produto, e não como processo. Com o objetivo de elaborar teorias e hipóteses explicativas do texto escrito como processo, a fim de se dar uma contribuição para uma renovação teórica do estudo e do ensino-aprendizagem do texto na escola, este projeto propõe 1) o desenvolvimento de um laboratório informatizado de leitura, escritura e reescritura de textos argumentativos em uma sala de informática já existente na UTFPR, Câmpus Pato Branco; e 2) a investigação de processos orientados de produção de artigos de opinião por alunos do Ensino Médio em um curso rápido projetado tanto para essa finalidade quanto para dar aos sujeitos de pesquisa uma contrapartida pelo seu voluntariado. Para o alcance desses objetivos, será necessário adquirir 27 licenças de software, duas câmeras filmadoras e tripés, dois computadores laptops, dois HD´s externos e material bibliográfico, além de implementar uma bolsa de Iniciação Científica para um aluno da Licenciatura em Letras e participar de eventos acadêmicos. Estima-se o investimento total em R$ 26.992,00 – excluído o valor da bolsa.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Anselmo Ramalho Pitombeira Neto

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • modelos lineares dinâmicos para a estimação de fluxos origem-destino em redes de transportes
  • Atualmente, as capitais e grandes cidades brasileiras passam por problemas de mobilidade. Ao longo de décadas, o aumento da população urbana e o planejamento inadequado do transporte nas cidades levou à deterioração progressiva nas condições de mobilidade, cujo principal sintoma é o congestionamento do sistema viário, o qual implica em altos custos para os usuários do sistema de transportes. Neste projeto de pesquisa, será abordado o problema de estimação de fluxos origem-destino em redes de transportes. Este problema também é conhecido na literatura como o problema de obtenção da matriz origem-destino (matriz OD). Dada uma região geográfica subdividida em zonas, o problema consiste em estimar os fluxos de transporte, de passageiros ou de carga, entre pares de zonas de origem e de destino em um dado período de tempo. O conhecimento de tais fluxos é de suma importância, pois se caracterizam como dados de entrada para metodologias e programas computacionais utilizados para o planejamento e a operação dos sistemas de transporte. Em geral, os métodos para a estimação dos fluxos OD podem ser classificados em diretos e indiretos. Nos métodos diretos, os fluxos OD são estimados por meio de levantamentos amostrais, dentre os quais se destaca a pesquisa domiciliar, as quais são dispendiosas e geralmente realizadas a cada decênio. Nos métodos indiretos, os fluxos OD são estimados por meio de modelos matemáticos a partir de dados que possuem correlação com os fluxos OD, tais como dados socioeconômicos e demográficos, dados de volumes de tráfego, tempos de viagem, amostras de rotas seguidas por veículos, bilhetagem eletrônica em transporte público, dentre outros. Em particular, destacam-se os modelos para a estimação de fluxos OD a partir de dados de volumes de tráfego. Nos dias atuais, muitas cidades possuem sistemas de controle semafórico centralizado, os quais coletam em tempo real os volumes de tráfego em links da rede de transportes. A grande disponibilidade desses dados e a possibilidade teórica de estimar os fluxos OD a partir dos mesmos torna o desenvolvimento de modelos matemáticos bastante promissor. Mais recentemente, em virtude da disponibilidade de séries temporais dos volumes de tráfego, tem-se buscado explorar a variabilidade dinâmica dos fluxos OD, dando origem aos modelos dinâmicos. Este projeto tem o objetivo de investigar a aplicação de modelos dinâmicos lineares (DLMs) para a estimação de fluxos origem-destino em redes de transportes. O uso de DLMs para modelar a dinâmica temporal e estimar os fluxos OD em uma rede de transportes é promissor, pois os DLMs têm as seguintes características: levam em consideração a dependência temporal dos fluxos OD; são modelos hierárquicos, possibilitando a modelagem de múltiplos níveis de variabilidade; podem facilmente modelar não estacionariedade em séries temporais; quando calibrados, podem ser usados para prever volumes de tráfego futuros. Busca-se responder as seguintes questões de pesquisa: Quais formulações matemáticas dos modelos dinâmicos são capazes de representar a variabilidade temporal dos fluxos origem-destino, levando em conta tendências e sazonalidade, permitindo estimá-los ao longo do tempo? Quais informações a priori são exigidas pelos modelos desenvolvidos e qual sua influência na qualidade da estimação dos parâmetros? É possível calibrar um modelo de escolha de rotas com base na série temporal de dados de volumes de tráfego em uma rede de transportes? É possível utilizar os modelos dinâmicos desenvolvidos para prever volumes de tráfego futuros? A aplicação de algoritmos do tipo markov chain monte carlo para estimar parâmetros dos modelos dinâmicos em redes de transporte de escala real é computacionalmente viável? Em quais aspectos os modelos dinâmicos podem capturar com mais generalidade e fidedignidade o fenômeno da distribuição dos fluxos de transporte em uma rede viária em relação aos modelos existentes na literatura? Para responder às questões, serão realizados experimentos computacionais com os modelos desenvolvidos. Também serão usados dados reais de volumes de tráfego de uma grande cidade brasileira para avaliar a aplicabilidade dos modelos e validá-los. Os modelos dinâmicos desenvolvidos poderão ser usados para estimar fluxos OD atuais e futuros, complementando as informações provenientes de pesquisas domiciliares. Ademais, contribuirão para a teoria relativa à análise de sistemas e redes de transportes, permitindo uma melhor compreensão dos problemas reais de mobilidade nas grandes cidades.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antenor de Oliveira Aguiar Netto

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • reuso de água para fomento de quintais produtivos no semiárido do nordeste do brasil: produção e renda, empoderamento da mulher camponesa e fortalecimento da agricultura familiar
  • O semiárido brasileiro é desafiado pelo manejo adequado da água para produção de alimentos devido as suas condições edafoclimáticas limitantes ao desenvolvimento da agricultura familiar. Uma atividade agropecuária importante para essa região são os quintais produtivos, especialmente quando se trata da inclusão de mulheres na geração de renda. É nesse contexto que se insere a proposta do presente projeto, visando promover o reuso da água cinza, tratada pelo Sistema Bioágua Familiar (SBF), para produção agrícola em quintais produtivos do Assentamento de Reforma Agrária Jacaré-Curituba em Poço Redondo-SE, buscando potencializar a produção e aumentar a renda das famílias agricultoras, com foco para a inserção das mulheres camponesas na cadeia produtiva; mediante a transferência dessa tecnologia a duas famílias assentadas, contemplando o diagnóstico inicial, mobilização, capacitação, implantação, operação e manutenção do SBF, além do fornecimento de assessoria técnica, produtiva e organizacional de forma qualificada e continuada ao longo da vigência do projeto. Essas ações serão realizadas pela Universidade Federal de Sergipe, vinculada a parcerias entre grupos de pesquisa (Acqua, Xique-Xique e Química ambiental), à Cooperativa Regional dos Assentados de Reforma Agrária do Sertão de Sergipe LTDA (COOPRASE) e aos agricultores familiares, na integração do tripé ensino-pesquisa-extensão, com e para o desenvolvimento da agricultura familiar.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 01/12/2018-31/05/2020
Foto de perfil

Antenora Maria da Mata Siqueira

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • mobilização social e enfrentamento de desastres ambientais em campos dos goytacazes, no norte fluminense/rj.
  • Os recentes desastres relacionados às águas ocorridos no Brasil ampliaram as reflexões e as produções científicas sobre tais processos no âmbito das ciências sociais. Ao considerar os desastres como socialmente construídos, as dimensões sociais, econômicas, históricas, culturais e políticas são consideradas fundamentais junto aos aspectos biogeofísicos.Inerentes a tais aspectos, a ampliação dos diferentes impactos ocorridos nas cidades permeadas por desastres ambientais foi acompanhada pela presença de conflitos, mobilizações e protestos. Este projeto tem como objetivo identificar e analisar a emergência de processos de mobilização e organização dos atingidos em contextos de desastres ambientais, para o enfrentamentoe recuperação dos seus ambientes e da sua vida cotidiana no município de Campos dos Goytacazes/RJ. A sua proposta metodológica conta inicialmente com uma pesquisa bibliográfica, documental e hemerográficaseguida de entrevistas com moradores das áreas afetadas, grupos focais, mapeamentos, seminários itinerantes e apresentação e debate dos resultados da pesquisa com os sujeitos pesquisados. Será desenvolvido por pesquisadores do Núcleo de Pesquisas e Estudos Socioambientais (NESA), parte pertencente ao Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Ambiente e Políticas Públicas bem como ao Programa de Pós-Graduação em Defesa e Segurança Civil e ao Programa de Pós-Graduação em Geografia, todos da Universidade Federal Fluminense, além de pesquisadora dos Programas de Pós-Graduação em Sociologia Política e em Políticas Sociais da Universidade Estadual do Norte Fluminense. No contexto do planejamento urbano, os desastres ambientais (no caso deste estudo, os relacionados à água) têm se tornado relevantes como objeto de pesquisa e intervenção em função da frequência e magnitude com que têm ocorrido no Brasil nas últimas décadas. As cidades constituíram-se como espaço de diversos tipos de precariedades, fazendo com que tais desastres não sejam apenas eventos, mas processos sociais, espaciais, políticos, que podem ser considerados desastres urbanos. Apresenta-se a necessidade de compreensão dos desastres no contexto da gestão urbana, a fim de identificar e analisar os principais fatores que causam estes desastres que ainda não foram devidamente enfrentados de modo a impedir ou reduzir os danos e prejuízos decorrentes dos desastres. Sendo assim, os desastres geralmente são entendidos como eventos pontuais decorrentes de fenômenos físicos datados, que causam grandes transtornos do ponto de vista ambiental e socioeconômico em um período específico, exigindo uma resposta imediata do poder público em caráter emergencial. No entanto, no campo das ciências sociais, os desastres ambientais são entendidos como fenômenos sociais, além de geobiofísicos, possuindo uma historicidade que antecede e continua após o evento físico (chuvas, furacões, deslizamentos de massa etc.). Portanto, são processos socialmente construídos. Nesse sentido, de acordo com Siqueira (2015), o estudo das condições sociais em sua historicidade é fundamental para entende-los, sendo necessário prolongar as investigações deste campo para além do momento da “ruptura grave”. Os diferentes estudos realizados pelo NESA sobre inundações no norte fluminense indicaram que no município de Campos dos Goytacazes, onde devemos concentrar a pesquisa, tais eventos atingiram diferentes áreas da cidade. Entretanto, a maioria dos bairros atingidos concentra os trabalhadores mais empobrecidos da cidade que estabeleceram moradias às margens de rios, lagoas e canais. Isso reforça a afirmação de Valencio (2009, p. 44) de que “os fenômenos naturais (como chuvas intensas) afetam, primeiramente, a territorialização dos empobrecidos”. Os estudos também revelaram que a última inundação no município, caracterizada como desastre, teve uma grande contribuição da interferência antrópica pela construção excessiva de diques, que tinham uma dupla função: na área urbana, de proteger a cidade e na área rural de ampliar as áreas de fronteira agropecuária e protege-las das inundações. A falta de manutenção de alguns dos diques de proteção também foi um fator preponderante. Isso demonstra que os eventos de desastres apresentam relação com a forma como a cidade foi se constituindo, o que merece ser analisado. A explicação para os processos de desastres pode estar na formação do espaço urbano, nas práticas de uso e forma de ocupação do solo urbano, nos procedimentos históricos adotados para a gestão urbana, na disputa entre os diversos atores sociais para a apropriação da cidade, e nas relações sociais construídas a partir destes elementos.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anthony César de Souza Castilho

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • maturação in vitro de complexo cumulus-oócito bovino com proteína sérica a associada à prenhêz (pappa) e seus efeitos na competência oocitária e na produção embrioária
  • O Brasil é o país de maior produção mundial de embriões bovino. Desde 2005, com o aprimoramento das biotecnologia, a técnica in vitro superou a produção in vivo. A produção in vitro de embriões consiste em três etapas: maturação, fertilização e cultivo. Apesar da ampla magnitude de produção, a eficiência da técnica ainda é baixa. Diante de todo o processo, a maturação in vitro (MIV) do oócito recebe singular importância em virtude de fatores limitadores dessa etapa. Fatores de crescimento são amplamente estudados na composição do meio de maturação. O fator de crescimento semelhante à insulina (IGF), tem importância comprovada para o oócito e embrião bovino, devido à presença do seu receptor (IGFR1) nessas estruturas, assim como seu efeito estimulador na maturação oocitária e desenvolvimento embrionário in vivo e in vitro. A biodisponibilidade do IGF é regulada por dois mecanismos: as IGFBPs (proteínas ligantes de IGF) e a PAPPA (proteína sérica A associada à prenhêz), sendo a segunda capaz de clivar as ligações do IGF às IGFBPs, aumentando a disponibilidade de IGF livre. Muitos estudos investigam os efeitos da adição de IGF-1 exógeno no meio de maturação, no entanto, a modulação da biodisponibilidade de IGF in vitro ainda não foi investigada e funciona como estratégia adicional para o estudo dos efeitos do sistema IGF sobre a MIV e produção in vitro dos embriões (PIVE) bovinos. Visto isso, o objetivo do presente trabalho é investigar os efeitos da adição da PAPPA durante a MIV sobre a competência oocitária, produção e qualidade embrionária. Para isso, complexos cumulus-oócito (CCOs) bovinos provenientes de ovários de abatedouro serão maturados com concentrações crescentes de PAPPA (0, 1, 10 e 100 ng/mL), e cultivados até o estágio de blastocisto. A quantificação relativa de genes de competência oocitária e embrionária, adicionalmente à análise apoptótica do oócito e a quantificação do número de células do embrião, possibilitará a investigação dos efeitos da PAPPA no meio de maturação in vitro da produção em embriões. Espera-se que a adição de PAPPA durante a MIV, aumente a biodisponibilidade de IGF e consequentemente os efeitos positivos desse sistema reflita numa maior qualidade do oócito, aumento da eficiência da produção e qualidade embrionária na espécie bovina.
  • Universidade do Oeste Paulista - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antoine Laurain

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • otimização de forma não suave e controle de problemas de fronteira livre
  • Neste projeto, vamos trabalhar em aspectos teóricos e numéricos de otimização de formas e tópicos relacionados. O projeto de pesquisa é dividido em três tópicos principais. 1. Controle de fronteiras livres. Um problema de fronteira livre é uma equação diferencial parcial onde tanto a função quanto o domínio são desconhecidos. Esse tipo de problema é onipresente em física e engenharia. Há alguns anos, eu desenvolvi uma abordagem sistemática para calcular a sensibilidade da fronteira livre em relação aos parâmetros do problema. Neste projeto, continuaremos a desenvolver esta teoria, considerando modelos mais complicados e realistos. Em particular, consideraremos o problema de controlar a forma de uma gotícula em movimento em vez de uma estática, como fizemos em um artigo anterior. 2. Otimização de forma não suave. A maior parte da literatura de otimização de formas lida com problemas relativamente suaves. No entanto, aplicações modernas frequentemente apresentam domínios e funções com baixa regularidade, como domínios poligonais, domínios com cúspides ou rachaduras, domínios Lipschitz, funções descontínuas, etc. Portanto, é necessário um exame mais profundo de resultados bem estabelecidos na otimização de forma para expandir a teoria para problemas não suaves. Neste projeto, usaremos a abordagem de derivativa de forma distribuída para estudar propriedades de derivadas de formas de segunda ordem. O objetivo é ver qual é a regularidade mínima do domínio, permitindo calcular derivadas de formas de segunda ordem distribuidas. Por exemplo, resultados preliminares mostram que fórmulas podem ser obtidas para domínios poligonais, o que é útil para aplicações numéricas. De uma perspectiva numérica, esses resultados podem ser usados para definir métodos de Newton de forma em domínios com baixa regularidade. 3. Problemas inversos. Uma abordagem comum para resolver problemas inversos é reformulá-los como solução de um problema de otimização. A natureza muitas vezes não convexa e possivelmente de grande escala de muitos desses problemas inversos leva a problemas desafiadores de otimização. Nesse quadro, a solução do problema inverso é geralmente pesquisada dentro de conjuntos de funções com certa regularidade, como as funções Lipschitz. No entanto, em muitas aplicações interessantes, como em geofísica, a quantidade de interesse apresenta descontinuidades, por isso é importante incluir tais descontinuidades diretamente no modelo matemático para obter uma reconstrução mais precisa. Nesta parte do projeto, vamos considerar problemas inversos onde a função desconhecida é constante por partes. Desta forma, consideramos um modelo com várias fases, e o desconhecido é agora a interface entre essas fases. Esse problema pode ser modelado como um problema de otimização de forma. Isso permite reconstruir precisamente a interface. Em um artigo recente com o Professor Kevin Sturm, introduzimos uma nova abordagem numérica baseada na derivada de forma distribuída, que permite uma implementação eficiente do método do conjunto de níveis e permite considerar formas com baixa regularidade. Neste projeto, continuaremos o desenvolvimento dessa abordagem. Nós vamos considerar o caso de medições em pontos, o que é mais realista para aplicações do que medidas em todo o limite. A principal dificuldade será trabalhar com funções de baixa regularidade, devido às medidas de Dirac que modelam as medidas pontuais. Assim, primeiro teremos que estudar se as derivadas de formas distribuídas estão bem definidas nesta configuração não-suave.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Antonádia Monteiro Borges

Ciências Humanas

Antropologia
  • a contínua luta: etnografia das políticas de movimentos por um lugar para viver
  • As pesquisas que se somam neste projeto têm como cenário o Brasil e a África do Sul, onde desenvolvemos cinco estudos de caso distintos, cada qual levado a cabo por um pesquisador principal. Baseadas em experiências prévias, sustentadas em trabalhos de campo de longa duração, as presentes investigações pretendem levar adiante questionamentos acerca das lutas por um lugar para viver nos diferentes contextos. Trata-se por princípio de um projeto comparativo e de diálogo mútuo em que movimentos bastante diversos são trazidos a baila para uma apreciação epistemológica de seus projetos políticos. Normalmente classificadas como ‘pobres’, as pessoas com quem fazemos pesquisa, estão envolvidas em ações políticas cotidianas que têm o estado como um de seus principais interlocutores. O estado com que lidam se transmuta em diversas formas: de concessor de benefícios ditos ‘sociais’ a perpetrador de violência, encarceramento e, muito amiúde, segregação. Nas suas lutas por um lugar para viver, os dois termos – lugar e vida – são de suma importância para nossos propósitos. Queremos nos dedicar ao entendimento de lutas que não se restringem a uma batalha para se manter respirando, mas para preservar as condições de possibilidade de sua existência em combate – um combate muito distinto, mas que tem em comum um alvo preciso: a obliteração de existências complexas que não se resumem ao termo pobreza. Encontramos nas lutas por um lugar para viver – das lutas por moradia àquelas que defendem o direito à mobilidade e ao trânsito de corpos dissonantes – férteis loci para burilar essas questões. É nesta paisagem política e epistemológica que situamos nosso objeto de pesquisa: a luta por um lugar para viver. Pensamos que o diálogo cruzado entre os subprojetos aqui dispostos tende a contribuir para um refinamento dos recursos conceituais de que dispomos em antropologia para entender fenômenos contemporâneos e para abordar por outras vias perspectivas estabelecidas ou versões hegemônicas da história que têm sido desafiadas por nossas interlocutoras.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antonella Lombardi Costa

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • estudos sobre o comportamento térmico e análises de segurança de reatores de muito alta temperatura usando ferramentas de cfd
  • A melhoria na segurança dos reatores, na economia de urânio e nas tecnologias de reprocessamento principalmente relacionadas aos reatores de quarta geração (GEN-IV) tem aumentado a consideração de uso de reatores nucleares na matriz energética de diversos países do mundo, incluindo o Brasil. Há um intenso e contínuo programa internacional de pesquisa sobre os reatores GEN-IV, porém a definição de novos materiais para combustível nuclear, elementos estruturais do circuito primário e refrigerantes para tais reatores pode se estender por vários anos. Portanto, as simulações desses sistemas com códigos nucleares são uma ferramenta fundamental no processo de desenvolvimento da tecnologia GEN-IV. Desta forma, este projeto visa aplicar os métodos CFD (Computational Fluid Dynamics – Dinâmica dos Fluidos Computacional) para uma melhor descrição da distribuição de temperatura em reatores GEN-IV como, por exemplo, o VHTR (Very High Temperature Reactor – Reator de Muito Alta Temperatura). A necessidade surge porque muitos sistemas tradicionais de reatores e códigos de contenção são modelados como redes de elementos 1-D ou 0-D. É evidente, no entanto, que o fluxo em componentes de um vaso reator é 3-D. Além disso, a circulação natural, a mistura e a estratificação em contenção também são essencialmente de natureza 3-D. Depois de desenvolver modelos de reatores GEN-IV usando métodos de CFD, os resultados dos cálculos serão verificados em relação aos dados de referência. Concluída a verificação dos modelos para estado estacionário, serão simuladas várias situações transitórias para investigar a segurança dos sistemas, considerando principalmente a perda de refrigerante. Como os reatores GEN-IV ainda estão em desenvolvimento, todos os esforços devem ser agregados e compartilhados para garantir que as pesquisas realmente melhorem a segurança desses sistemas. Melhorar a segurança dos reatores nucleares aumenta a aceitação pública e governamental desse tipo de geração de energia.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022