Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alzir Azevedo Batista

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • complexos metálicos: citotoxidade e mecanismo de ação
  • O presente projeto visa a obtenção de compostos de rutênio(II), cobre(I), platina(II) ou paládio(II) contendo como ligantes bifosfinas, diiminas e produtos naturais, ou derivados, aciltioureas mercaptopiridina ou mercaptopirimidinas, Os compostos a serem obtidos serão caracterizados por várias técnicas, tais como análise elementar (C,N,H), espectroscopia de absorção na região do infravermelho e UV/Vis; RMN (1H, 13C e 31P), eletroquímica, e quando for o caso, por difração de raios X. Ensaios objetivando o conhecimento da citotoxidade dos compostos contra células tumorais serão realizados. Para a realização dos ensaios in vitro poderão ser utilizadas diversas linhagens de células tumorais, tais como mama MDA-MB-231 (invasiva) e MCF-7 (não invasiva), a tumoral de próstata DU-145, hepatocarcinoma humano (HEPG-2) e por meio de comparação será utilizada a célula sadia de fibroblasto de camundongo L929. Serão também realizados ensaios para verificar a atividade dos compostos contra doença de Chagas e tuberculose, além do estudo dos complexos como agentes anti-oxidantes. Estudos serão também realizados para que se vislumbre um possível mecanismo de ação dos compostos, nos ensaios biológicos: 1.ENSAIOS DA POSSÍVEL FRAGMENTAÇÃO DO DNA 2.ESTUDO DA INTERAÇÃO COMPLEXO/DNA 3.ESTUDO DA INTERAÇÃO COMPLEXO/HSA ou BSA 4.MEDIDAS DE VISCOSIDADE 5. MEDIDAS DE DICROISMO CIRCULAR 6. DETERMINAÇÃO DA LIPOFILICIDADE (LOG P) 7. ELETROFORESE EM GEL 8. CICLO CELULAR E ENSAIO DE APOPTOSE 9.ANÁLISE MORFOLÓGICA DAS CÉLULAS 10. TESTES IN VIVO (a serem feitos pelos colaboradores, profa. Elisângela Lacerda(UFG) e Denise Crispim - UNIFRAN)
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alzira Maria Paiva de Almeida

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • desenvolvimento e avaliação de antígenos f1 recombinantes de yersinia pestis para o diagnóstico da peste
  • A Yersinia pestis é agente causador da peste, zoonose que afeta humanos e outros mamíferos. Apesar dos avanços tecnológicos e desenvolvimento científico essa doença ainda não pode ser erradicada e representa um sério problema mundialmente. A peste possui a capacidade de causar um impacto significativo na saúde pública e de rápida disseminação podendo gerar uma emergência de saúde pública internacional que exige notificação a OMS segundo o Regulamento Sanitário Internacional vigente. Por isto é necessário uma vigilância constante das áreas focais assim como a disponibilidade de ferramentas de diagnósticos sensíveis, rápidos e eficazes, que facilitem a detecção precoce e o desencadeamento imediato das medidas de tratamento e controle. A maioria das técnicas de diagnóstico da peste emprega o antígeno F1 (fração 1) específico da Y. pestis. A F1 é uma proteína capsular altamente imunogênica para o homem e outros mamíferos. A metodologia atual de produção do F1 é trabalhosa, demorada, com custo elevado e necessita de uma estrutura laboratorial e equipe capacitada para trabalho em NB3. Desta maneira, o desenvolvimento de uma proteína F1 recombinante pode tornar o custo da produção mais baixo, num tempo mais curto, utilizando um laboratório NB1 e um rendimento de produção de proteínas superior. O objetivo do trabalho é desenvolver e otimizar a produção do antígeno F1 recombinante para utilização na metodologia das atividades de diagnóstico, vigilância e controle da peste. Com este intuito o gene estrutural (caf1) da F1 será clonado em vetores plasmidiais e obtidas proteínas F1 recombinantes, purificadas a partir de Escherichia coli. As proteínas recombinantes obtidas serão purificadas utilizando diversas resinas e usadas em ensaios sorológicos ELISA e Hemaglutinação para validação das propriedades diagnósticas do antígeno recombinante. Desta maneira, espera-se que o desenvolvimento da proteína F1 recombinante diminua os custos da produção da proteína nativa atualmente produzida na própria Y. pestis no laboratório NB3, com diminuição do tempo de produção, incremento do rendimento de F1 gerada e utilização de condições de biossegurança mais seguras, visto a produção ser transferida do laboratório NB3 (nativa) para o laboratório NB1 (recombinante)
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amadeu Moura Bego

Ciências Humanas

Educação
  • o processo ear de validação de sequências didáticas fundamentadas no modelo topológico de ensino na formação de professores de química
  • A formação inicial e continuada de professores no âmbito do modelo da racionalidade prática deve possibilitar um saber-fazer prático-racional e fundamentado para agir em situações intrinsecamente complexas de ensino. Para tanto, essa formação deve primar pela constante dialética entre a experiência concreta nas salas de aula e a pesquisa, tomando o educar pela pesquisa como tempo, modo e espaço de desenvolvimento da competência profissional docente e de formação do professor-pesquisador de sua própria prática. O planejamento didático-pedagógico fundamentado em pesquisas da área de Ensino de Ciências e na realidade objetiva das unidades escolares, materializado em planos de ensino estruturados, é um dos elementos fundamentais para a formação de professores de Química de acordo com essa perspectiva teórica. Entretanto, atualmente, não há referenciais consensuais e consolidados na literatura acadêmico-científica da área de Ensino de Ciências que norteiem a elaboração e a análise de planos de ensino teórica e metodologicamente fundamentados. O presente projeto de pesquisa pretende, de modo geral, contribuir para a compreensão da influência do processo de elaboração, aplicação e reelaboração (EAR) de validação de Sequências Didáticas (SDs) na formação inicial e continuada de professores de Química e para a produção de SDs inovadoras para o ensino de Química na Educação Básica. No que se refere à formação de professores, o projeto prevê a validação de SDs no âmbito de atuação do subprojeto do PIBID-Química desenvolvido no Instituto de Química da Unesp, campus de Araraquara (IQ/CAr). As SDs, fundamentadas do Modelo Topológico de Ensino (MTE), serão validadas por meio do processo EAR, desenvolvido por pesquisas recentes do Laboratório de Pesquisa em Ensino de Química e Tecnologias Educativas (LAPEQ), coordenadas pelo professor Marcelo Giordan. No que tange ao registro e armazenamento de aulas de Química em situações de desenvolvimento de SDs serão utilizados os princípios técnicos e metodológicos para digitalização, transcrição e armazenamento de cenas para organização de banco de dados correlacionados propostos por Giordan. Por fim, a análise dos dados será realizada por meio dos procedimentos da Análise de Conteúdo e da Triangulação.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amália de Fátima Lucena

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • efeito do laser de baixa potência no tratamento de úlceras venosas avaliada pela nursing outcomes classification - noc: ensaio clínico randomizado
  • Ensaio clínico randomizado com o objetivo geral de comparar o efeito do tratamento adjuvante de terapia de laser de baixa potência com o tratamento convencional na reparação tecidual de úlcera venosa em pacientes em consulta de enfermagem ambulatorial. O estudo será realizado no ambulatório do Hospital de Clínicas de Porto Alegre da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS. Os pacientes serão captados de acordo com os critérios de inclusão e alocados em dois diferentes grupos; os do Grupo Controle serão submetidos ao tratamento convencional e os Grupo Intervenção receberão a terapia de laser de baixa potência como tratamento adjuvante. Os dados serão coletados em instrumentos construídos pelos pesquisadores. A avaliação do processo de reparação tecidual será pelos indicadores dos resultados da Nursing Outcomes Classification denominados Cicatrização de feridas: segunda intenção e Integridade tissular: pele e mucosas. O banco de dados será organizado no programa Excel for Windows e analisado pelo Statistical Package for Social Sciences (SPSS) 18.0. Projeto de pesquisa submetido à aprovação da Comissão de Pesquisa da Escola de Enfermagem e Plataforma Brasil/Comitê de Ética.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amália Moreno

Ciências da Saúde

Odontologia
  • avaliação da eficiência mastigatória e qualidade de vida em portadores de deformação adquirida por neoplasia reabilitados com prótese total obturadora de palato e/ou faringeana.
  • A prótese para as grandes perdas da maxila visa reparar a mutilação cirúrgica ou traumática que ocorre no esqueleto facial, e nas estruturas correspondentes, capaz de estabelecer ampla comunicação da cavidade bucal com as regiões vizinhas. Existem poucos estudos que avaliam a capacidade mastigatória e qualidade de vida em usuários reabilitados com próteses maxilofaciais. O objetivo deste estudo será avaliar a atividade elétrica muscular, força de mordida, halitose, qualidade de vida e satisfação de indivíduos portadores de deformação adquirida por neoplasia com necessidade de reabilitação com prótese total (PT) obturadora. Para isso, serão selecionados de uma população alvo de indivíduos portadores de deformação adquirida por neoplasia, e indicados para reabilitação com PT obturadora reparadora de palato e/ou faringeana. Estes indivíduos serão examinados e dados demográficos serão coletados, incluindo uma questão sobre satisfação (sim, não ou não sei). As próteses dentárias serão confeccionadas durante 60 dias, e avaliações de eletromiografia, força de mordida, halitometria, sialometria; e questionários de qualidade de vida e satisfação serão aplicados antes, imediatamente após a instalação da prótese dentária, e após os períodos de 60, 120 e 180 dias. Os registros de eletromiografia serão realizados nos músculos masseter, temporal e bucinador, de ambos os lados; e músculo orbicular superior e inferior, durante repouso, mastigação e fala. A força máxima de mordida será registrada na região de incisivos centrais e primeiro molar, de ambos os lados. A aferição do hálito dos indivíduos participantes será por meio de aparelho medidor de enxofre, e a medida do fluxo salivar será coletada em repouso. Todos os participantes deverão responder a dois questionários: University of Washington (UWQOL), que avalia a qualidade de vida relacionada as atividades diárias; e escala Obturator Funcional Scale (OFS), que verifica a satisfação em relação a funcionalidade do obturador. Os dados obtidos serão submetidos à análise estatística e avaliação de acordo com teste apropriado.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amanda Abati Aguiar

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • utilização do laser no desenvolvimento e fabricação de componentes do elemento combustível do reator do laboratório de geração nucleoelétrica
  • O Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP) tem enfrentado um desafio tecnológico para dominar o desenvolvimento do Elemento Combustível para o reator do projeto LABGENE (Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica). Muitas são as dificuldades, tendo em vista, os inúmeros componentes para a montagem do Elemento Combustível. Em um desses componentes é necessário a utilização da máquina de Laser “LASAG VEGA 322”. O laser é utilizado tanto para a realização de corte quanto para a realização da solda. Torna-se, portanto, essencial a obtenção de alguns acessórios deste equipamento, uma vez que, todas as atividades e equipamentos são realizadas com todos os critérios de segurança e rastreabilidade para utilização do Elemento Combustível no reator.
  • Centro Tecnológico da Marinha Em Sao Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amanda Dantas de Oliveira

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • influência da adição de argila na dispersão de nanotubos de carbono e na propriedades de nanocompósitos de blendas de pc/abs/mwcnt
  • A incorporação de nanotubos de carbono em matrizes poliméricas tem sido explorada como uma estratégia para obter materiais compósitos com propriedades elétricas e com superiores propriedades mecânicas e térmicas. No entanto, estas cargas são materiais de difícil dispersão em materiais poliméricos. O uso de surfactantes e nanoargilas podem melhorar a dispersão destes materiais e consequentemente aumentar as propriedades mecânicas e elétricas dos nanocompósitos. No caso de nanocompósitos baseados em blendas poliméricas e nanotubos de carbono, poucos estudos na literatura mostram a influência da adição de nanoargilas na dispersão dos nanotubos de carbono. O presente Projeto de Pesquisa tem como objetivo o estudo do efeito da adição de argila (natural e organofílica) na dispersão dos nanotubos de carbono e também o estudo do teor de nanotubos de carbono nas propriedades elétricas, mecânicas e térmicas de nanocompósitos poliméricos com matriz da blenda de policarbonato PC/acrilonitrila-butadieno-estireno (ABS)
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amanda Posselt Martins

Ciências Agrárias

Agronomia
  • compreendendo a dinâmica de nutrientes em sistemas integrados de produção agropecuária em terras baixas para a sustentabilidade da lavoura arrozeira
  • O atual cenário da produção agrícola não é capaz de sustentar as crescentes demandas, onde necessita-se dobrar a produção global de alimentos até 2050. Nesse contexto, o arroz é uma das culturas agrícolas que merece especial atenção, por ser o alimento básico para cerca de 2,4 bilhões de pessoas. No mundo, o Brasil é o maior produtor fora do continente asiático, sendo o Rio Grande do Sul (RS) responsável por 60% dessa produção. No entanto, a produção de arroz irrigado brasileira tem se mostrado frágil do ponto de vista econômico e ambiental, com baixas margens de lucro ao produtor rural e alto uso de insumos. Embasado no monocultivo do arroz e no pousio hibernal, o sistema produtivo do arroz se mostra praticamente insustentável, com forte impacto negativo no solo e alta dependência do uso de fertilizantes para assegurar altas produtividades. Os sistemas integrados de produção agropecuária (SIPA), também conhecidos como integração lavoura-pecuária, surgem como alternativas viáveis para se intensificar a produção de arroz de forma sustentável. Além da diversificação da renda, esses sistemas proporcionam melhorias no solo e possibilitam produzir com maior ecoeficiência. A partir disso, o objetivo do presente projeto de pesquisa é investigar a dinâmica, no sistema solo-planta-animal-atmosfera, dos três principais macronutrientes de plantas (nitrogênio - N, fósforo - P e potássio - K) em diferentes arranjos de sistemas integrados de produção agropecuária, conduzidos em manejo conservacionista do solo (plantio direto) em terras baixas, visando uma maior sustentabilidade da produção de arroz brasileira, através de seis diferentes estudos. Os estudos serão conduzidos em dois experimentos que testam diferentes arranjos de SIPA no contexto da produção de arroz irrigado, do manejo conservacionista do solo (plantio direto) e das terras baixas, em diferentes locais do RS. O Experimento 1 vem sendo conduzido desde abril de 2013 na Fazenda Corticeiras, localizada no município de Cristal/RS; e, o Experimento 2, vem sendo conduzido desde abril de 2018 na Estação Experimental Integrar-Agrinova, localizada no município de Capivari do Sul/RS. A hipótese de ambos porta sobre o impacto da pastagem introduzida nas rotações agrícolas e a diversidade espacial (intensidade) e temporal (duração) dessas rotações, com o adendo de, no Experimento 2, também haver o uso de diferentes níveis de tecnologia na pastagem (manejo da altura do pasto e adubação). Nos estudos propostos, será investigado(a), nos diferentes SIPA: 1) a resposta, em crescimento e rendimento de grãos, das culturas agrícolas; 2) a produção primária e animal; 3) a resposta a diferentes doses de N e a eficiência de uso de N pelo arroz irrigado; 4) a quantidade e a qualidade da matéria orgânica e dos microrganismos do solo, responsáveis pelo fornecimento de N; 5) a dinâmica temporal de P e K disponíveis no solo e absorvidos pelas plantas; e 6) a distribuição de raízes e de formas de K no perfil do solo. A duração prevista do projeto é de março de 2019 a fevereiro de 2022. Essa pesquisa permitirá o aprofundamento, a atualização e a consolidação dos conhecimentos existentes sobre a dinâmica dos nutrientes do solo em SIPA, com um novo ambiente de abordagem com estudos escassos até então, que são as terras baixas. As informações geradas servirão de base para orientação aos produtores na diversificação de suas propriedades para potencializar a utilização dos recursos naturais de forma sustentável e de subsídio para recomendações de adubação diferenciadas para os SIPA. Uma vez consolidados, esses resultados serão transferidos ao setor produtivo com vistas à sua implantação gradativa, ao menos em parte da vasta área das terras baixas do Rio Grande do Sul que apresenta eficiência de utilização e oportunidade de integração. Como contribuição importante tem-se também a formação de recursos humanos que, no curto e médio prazo, estarão realizando a transferência desse conhecimento no campo. Além disso, a equipe envolvida tem tradição em realizar Dias de Campo (junto aos experimentos), que além da participação de produtores, técnicos e estudantes das mais diversas instituições do Mercosul, tem servido como apoio a ações de fomento a Programas como Agricultura de Baixo Carbono (ABC), cuja capacitação vem beneficiando cooperativas, Sistema SENAR/SEBRAE, BRDE, Banco do Brasil e outras instituições que devem aplicar, ou avaliar sistemas de integração com vistas a acesso a crédito pelo referido Programa ABC. A expectativa é de comparecimento de 300 a 400 participantes em cada evento. Do ponto de vista científico, os resultados obtidos deverão permitir a publicação de pelo menos quatro artigos científicos em revistas internacionais de alto fator de impacto e de pelo menos doze resumos em anais de congressos a partir dos resultados obtidos no presente projeto, além do apoio em teses de doutorado, dissertações de mestrado e atividades de iniciação científica vinculadas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Amanda Ribeiro de Oliveira

Ciências Humanas

Psicologia
  • relações entre a catalepsia induzida pela administração intraperitoneal de haloperidol em ratos e estados emocionais de medo/ansiedade
  • Considerável progresso tem sido alcançado com as pesquisas direcionadas para a identificação dos processos subjacentes às respostas a distintos estressores. Menos se sabe, entretanto, sobre a regulação desses processos por neuromoduladores, entendimento este que pode ser útil no tratamento das doenças relacionadas ao medo/ansiedade, assim como outros transtornos psiquiátricos. Com o presente trabalho visamos esclarecer a importância da neurotransmissão dopaminérgica em aspectos comuns subjacentes aos estados de medo/ansiedade, à esquizofrenia e à doença de Parkinson. Nesse sentido, o haloperidol – um antagonista de receptores dopaminérgicos do tipo D2 – é um antipsicótico frequentemente utilizado no tratamento da esquizofrenia podendo, entretanto, levar ao surgimento do parkinsonismo medicamentoso como efeito colateral do tratamento. Da mesma forma, quando administrado sistemicamente em roedores, o haloperidol pode induzir catalepsia – um estado de imobilidade no qual podem ser observados diferentes graus de rigidez muscular e baixa flexibilidade, em um padrão muito semelhante ao observado na doença de Parkinson. Sabendo-se que muitos dos sintomas do Parkinson mostram-se dependentes do estado emocional – já que pacientes imóveis podem ser capazes de responder a gatilhos externos como barulho alto ou sinalização visual repentina – deseja-se no presente estudo dar continuidade à avaliação da existência ou não de um estado emocional aversivo associado à catalepsia induzida pela administração de haloperidol em ratos e, por outro lado, se a exposição a eventos estressores poderia influenciar a duração de tal catalepsia. Uma vez que o impacto social e econômico dos transtornos mentais associados ao estresse é crescente, a investigação das alterações biológicas subjacentes a tais transtornos é de fundamental importância. Nesse sentido, o presente estudo deve contribuir para: um melhor entendimento do modelo de catalepsia (podendo este vir a ser utilizado de forma mais segura como teste para seleção de drogas antipsicóticas ou com validade de face para aspectos da doença de Parkinson), o avanço do conhecimento sobre a participação da dopamina em aspectos comuns subjacentes aos estados de medo/ansiedade, à esquizofrenia e ao Parkinson; o estabelecimento futuro de uma melhor terapêutica para as psicopatologias em questão.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amarildo Luiz Trevisan

Ciências Humanas

Educação
  • teorias da violência na educação: formação de professores para atuar em situações de conflito
  • O projeto busca tratar o tema da violência nas teorias da educação a partir das reflexões abertas desde o texto Para uma crítica da violência, de Walter Benjamin. Vários filósofos contemporâneos como Marcuse, Derrida, Bernstein, Žižek e, inclusive, Agamben e Honneth têm-se debruçado diretamente sobre esse texto para escrever sobre o tema da violência, porém a discussão ainda não foi suficientemente enfocada pela educação. A temática da violência constitui uma base referencial indireta, mas substancial, também para outros autores não menos importantes, como Levinas, Gadamer, Hannah Arendt, Sen, Paul Ricoeur, René Girard e Nussbaum, cujas reflexões têm incidências diretamente importantes para a educação, especialmente em seus fundamentos. Nesse artigo que tomamos como base referencial de abertura desta pesquisa, Benjamin aborda a questão da violência relacionada ao direito, mas de um ponto de vista moral. Entretanto a sua tese - de que há um tipo de violência que não se enquadra nas categorias tradicionais da coerção, e que é puro meio, não fim, citando o caso da educação -, ainda necessita ser mais bem desenvolvida. Por isso a investigação busca evidenciar como seria a violência não-coercitiva na educação e no que ela difere do conceito tradicional, violência esta reificada na educação via teorias referenciais dos fundamentos e práticas educacionais, contribuindo para a biopolítica da violência. Além disso, parte-se da análise de um caso concreto a partir de um estudo interdisciplinar, conjugado pela visão da História, Filosofia, Sociologia e Psicologia da Educação. A escolha deste caso foi devido a atuação prática de membros do Grupo de Pesquisa na estruturação de parte da resposta que foi usada para a gestão da crise na escola e na cidade e que levou ao acompanhamento dos detalhes do ocorrido, fazendo despertar a percepção da necessidade de se refletir sobre possíveis lacunas que a formação de professores está deixando de considerar. O que motivou a discussão, mais especificamente, foi o convite realizado para um membro do grupo de pesquisa Formação Cultural, Hermenêutica e Educação - GPFORMA a atuar em um caso de homicídio premeditado de um menino de 11 anos, que estudava em uma escola da cidade de Três Passos – RS/Brasil, por aqueles que, supostamente, deveriam ser seus cuidadores e protetores. O desafio é investigar como a temática da violência aparece e se constitui ponto de referência às ações educativas contemporaneamente e como é possível fazer frente a este contexto a partir da investigação de um caso específico. Paralelo a isso, também será efetuado um estudo tentando traçar um pano de fundo sobre a questão da violência nas escolas a partir de dados obtidos através de pesquisas comparativas entre Brasil e Espanha. Sendo assim, o objetivo do projeto está em analisar a desconfiança das teorias da educação em relação à questão da violência e a sua relação com a ausência da preocupação, na formação de professores, em trabalhar com situações de violência e/ ou conflito. Afinal, sob a influência de alguns teóricos, como o historiador italiano Mário Alighiero Manacorda, os sociólogos franceses Pierre Bourdieu e Jean-Claude Passeron, e o pedagogo checo Comênio, considerado o pai da didática moderna, o tema da violência na educação adquiriu, de certa forma, contornos negativos. Portanto, esta pesquisa exige um redimensionamento dos fundamentos e práticas educacionais, procurando inovar nas perspectivas sobre a compreensão da violência nas teorias da educação como condição para a formação de professores que consigam lidar com situações de conflito.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Amarílio Ferreira Neto

Ciências Humanas

Educação
  • projetos de formação pan-americanistas para a educação física: circulação em impressos didático-pedagógicos (1932-1960)
  • Este projeto é um desdobramento da pesquisa “Da imprensa periódica de ensino e de técnicas aos livros didáticos da Educação Física: trajetórias de prescrições pedagógicas” (1932-1960), financiada pelo Edital Universal 006/2014 da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) – Projeto Individual de Pesquisa, sob o Termo de Outorga nº 541/2015 e Processo nº 67.6438.25, situado na grande área de Ciências Humanas na área da Educação. O projeto possui como objetivo geral compreender as orientações para a prática dos professores em circulação nos periódicos especializados em Educação Física, publicados em países da América Latina (1932-1960), interessados em inserir e consolidar uma nova disciplina por meio das orientações didático-pedagógicas fundamentadas em um projeto de formação pananamericanista. De maneira específica, objetiva-se: 1) Mapear e analisar os periódicos especializados publicados em língua hispanofalante caracterizados por prescrever a prática e orientar o processo de formação de professores, no período de 1932-1960; 2) Analisar as apropriações e as circularidades culturais das bases teóricas da Educação Física nesses diferentes periódicos, compreendendo suas implicações para elaboração de um projeto de formação pan-americanista; 3) Compreender as estratégias e os dispositivos de leitura utilizados pelos articulistas que publicavam nos periódicos especializados para prescrever a prática da educação física, orientando-a em relação a quem, o que, como e para que se ensina e se avalia; 4) Entender as bases teóricas que oferecem sustentação para a sistematização da Educação Física nos anos e escolarização, discutindo os critérios utilizados pelos articulistas para atribuir complexidade e aprofundamento em relação a quem, quando e porque se ensina e se avalia; 5) Problematizar as redes de colaborações e lutas de representações entre os articulistas, que visavam elaborar um projeto pan-anamericanista para a Educação Física, colocados em circulação pelos periódicos especializados no período de 1932-1960; 6) Compreender as implicações em se produzir periódicos especializados de natureza didático-pedagógicos, cuja finalidade é contribuir para a escolarização de uma Educação Física circunscrita em um projeto cultural pan-americanista. Para enfrentar o objeto e objetivos estabelecidos, assumimos os conceitos de lutas de representações (CHARTIER, 1990), usos e apropriações, tática e estratégia (CERTEAU, 1994) e paradigma indiciário (GINZBURG, 1989) de circularidade cultural GINZBURG, 1987). Como fontes, selecionaremos as revistas especializadas que possuem como projeto editorial a prescrição e a orientação da formação de professores, configurando-se em dispositivos didático-pedagógico. Para a análise das fontes, utilizaremos o software IBM® SPSS® Statistics 22, o software Iramuteq (Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes e de Questionnaires) e o software Nvivo 11 Pro Academic for Windows. Esse projeto nos permitirá, no presente, compreender as continuidades e as descontinuidades no debate sobre prescrições pedagógicas e sua relação com a inserção da Educação Física nos currículos escolares, em um projeto de formação pan-americanista.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Amaro Xavier Braga Júnior

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • histórias em quadrinhos para portadores de deficiência visual
  • O projeto prevê o desenvolvimento e análise de interações através da produção de história em quadrinhos como experiência tátil para deficientes visuais, pessoas cegas e\ou com baixa visão, visando ampliar seu acesso às produções artísticas (HQs), através dos sistemas de pop ups e partes móveis, haja vista que o braile não suporta a experiência visual de uma HQ. O público-alvo do projeto são os alunos de faixa etária de 5 a 12 anos de idade (infanto-juvenil) da Escola Estadual para Cegos Cyro Accioly em Maceió, capital de Alagoas.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amarolinda Iara da Costa Zanela Klein

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • desenvolvimento de competências com o uso do m-learning e da gamificação
  • A natureza do trabalho vem se modificando; tradicionalmente, trabalhava-se em um local fixo, com tempo determinado, no entanto, hoje muitas atividades são realizadas de forma remota, ou em um contexto de mobilidade, em horários flexíveis, e com intensiva mediação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). Isso gera desafios para as organizações ao buscar desenvolver as competências de seus colaboradores e garantir a criação e o compartilhamento do conhecimento entre eles, onde quer que se encontrem. Este projeto busca avançar no entendimento de duas possibilidades para inovação nos processos de desenvolvimento de competências individuais e coletivas no contexto organizacional: o m-learning (aprendizagem com mobilidade) e a gamificação. O m-learning se refere a processos de aprendizagem apoiados pelo uso de TIC envolvendo a mobilidade dos aprendizes, que podem estar distante uns dos outros e também de espaços formais de capacitação e treinamento. A gamificação, por sua vez, é um fenômeno emergente e deriva diretamente da popularidade dos games, e de suas capacidades intrínsecas de instigar a ação, estimular a resolução de problemas e potencializar aprendizagens em diversas áreas do conhecimento. Assim, este projeto tem a seguinte questão de pesquisa: de que forma o m-learning e a gamificação podem contribuir para o desenvolvimento de competências (individuais e coletivas) no ambiente organizacional? O método adotado é o da Design Research, desdobrada em 03 aplicações, as quais prevêem a criação de artefatos concretos e a contribuição para a solução de problemas reais. O projeto inclui também a realização de 03 missões de intercâmbio acadêmico, com a London School of Economic (LSE) – Reino Unido – e com duas universidades finlandesas: a University of Helsink e a Aalto University. Como contribuições de ordem teórica, o projeto visa colaborar para a geração de conhecimentos científicos a respeito das possibilidades do m-learning e da gamificação para o desenvolvimento de competências individuais e coletivas no contexto organizacional, com a geração de frameworks teóricos. Como contribuições práticas, os métodos, softwares, aplicativos, recursos e lições aprendidas na pesquisa poderão ser úteis a gestores em geral, gestores de RH, profissionais móveis, empreendedores e desenvolvedores de software que estejam interessados ou estejam desenvolvendo iniciativas de m-learning e de gamificação.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amauri Alcindo Alfieri

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • instituto nacional de ciência e tecnologia para a cadeia produtiva do leite
  • O leite é um dos alimentos mais completos e mais consumidos em todo o mundo. Independente da classe social, o leite é parte importante da dieta de indivíduos de todas as idades, particularmente crianças. A sua importância como alimento faz com que essa proteína de origem animal seja produzida em todo o mundo nas mais diversificadas escalas de produção (micro, pequena, média e grande). O Brasil é o quarto maior produtor comercial de leite do mundo caracterizando, com isso, a importância dessa cadeia produtiva para o agronegócio brasileiro. Diferentemente de outras cadeias produtivas inseridas no agronegócio, o leite é uma fonte de renda mensal que contribui consideravelmente com a manutenção da população no meio rural; tem grande função social, pois gera milhares de empregos diretos e indiretos; é uma das poucas atividades rurais passível de ser realizada nas mais distintas escalas de produção; a maioria dos rebanhos não compete com a agricultura, pois utiliza pastagens em áreas não agricultáveis contribuindo com o uso racional e sustentável do ambiente. Todos esses atributos fazem da pecuária leiteira uma das atividades rurais brasileiras mais tradicionais. De acordo com o último Censo Agropecuário, o país possui 1,35 milhão de propriedades produtoras de leite, com aproximadamente de 5 milhões de pessoas envolvidas diretamente na atividade. Do total de produtores 80% corresponde a pequenos produtores com produção leiteira máxima de 50 L/dia em estabelecimentos de agricultura familiar. Com isso, é evidente a importância nacional da Cadeia Produtiva do Leite. Entretanto, a produção anual de leite (1382 L/vaca/ano) está longe dos índices produtivos dos principais países produtores, como EUA e China, com produções de 5710 L/vaca/ano e 4166 L/vaca/ano, respectivamente. O consumo per capita anual brasileiro é de 172,6 litros, enquanto o recomendado pela Organização Mundial de Saúde é de 210 litros/habitante/ano. Entre os fatores que interferem na produtividade da pecuária de leite brasileira pode-se citar a exploração de animais de baixa aptidão leiteira e a subutilização de técnicas que envolvem melhoramento genético, nutrição, sanidade e manejo racional. Por todos esses aspectos negativos a Cadeia Produtiva do Leite, tema central da presente proposta de formação de Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para a Cadeia Produtiva do Leite (INCT – Leite), consta das políticas públicas de governo no contexto da Política Nacional para o Agronegócio. Por meio de uma rede de cooperação científica interinstitucional englobando dezenas de laboratórios e pesquisadores e inserida nos níveis estadual, nacional e internacional, o INCT – Leite tem como missão desenvolver ações de pesquisas com alto impacto científico nas diversas vertentes da Cadeia Produtiva do Leite. A principal meta será o desenvolvimento científico e tecnológico de toda a cadeia produtiva, por meio de pesquisas direcionadas à solução de problemas e aumento da produtividade e lucratividade desta atividade pecuária, com respeito ao Bem-estar Animal, sustentabilidade e meio-ambiente. O INCT – Leite terá ainda como missão a formação de recursos humanos em todos os níveis (médio, técnico, graduação e pós-graduação), a socialização dos conhecimentos com os setores produtivo (cooperativas e indústrias) e público e com a sociedade. O grupo de pesquisadores vinculados à instituição sede atua de forma integrada em temas relacionados à Cadeia Produtiva do Leite por mais de 30 anos. As pesquisas científicas desenvolvidas nas várias áreas do conhecimento, de forma integrada, possibilitaram avaliar a eficácia da adoção de medidas com relação à mitigação de alguns aspectos que contribuem negativamente em parâmetros que interferem na produtividade da cadeia leiteira. Ainda, no estado do Paraná também participam como instituições colaboradoras da proposta do INCT – Leite os Centros Mesorregionais de Excelência em Tecnologia do Leite (CMETL). Os oito CMETL, construídos com recursos da FINEP e da Fundação Araucária, foram idealizados para articular e desenvolver a Cadeia Produtiva do Leite no estado. Adicionalmente, os pesquisadores da instituição sede e das demais parceiras (nacionais e internacionais) desenvolvem pesquisas basicamente em 5 grandes linhas temáticas de pesquisa que integram a Cadeia Produtiva do Leite destacando-se: i) Sanidade; ii) Produção; iii) Reprodução; iv) Bem-estar animal, sustentabilidade e meio ambiente; v) Qualidade, tecnologia e mercado do leite. As linhas temáticas de pesquisa são constituídas por projetos que abordam os vários atores incluídos na cadeia produtiva destacando-se os animais, o produto e subprodutos, o ambiente e o mercado. É fato que os proponentes do INCT – Leite, tanto aqueles vinculados à instituição sede quanto, particularmente, às instituições parceiras, reuniram-se também para concretizar a presente proposta. Facilmente é possível constatar que a grande maioria deles já atua de forma compartilhada desenvolvendo projetos e publicações em conjunto, alguns dos quais por mais de uma década. A oportunidade de concretizar a proposta INCT – Leite contribuirá com o desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Leite em todas as suas vertentes, não apenas no estado do Paraná, mas em todo o Brasil. Essas ações terão reflexos diretos nas condições de vida do trabalhador rural, aumentando a sua renda e padrão de vida. Por fim, o aumento de produção, produtividade e rentabilidade da Cadeia Produtiva do Leite possibilitará o incremento de sua inserção e importância no âmbito do agronegócio brasileiro por meio da geração de divisas, impostos, empregos, entre outros. Além disso, contribuirá no atendimento dos desafios social, econômico, tecnológico e ambiental.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Amauri Alcindo Alfieri

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • proposta da universidade estadual de londrina para apoio à formação de doutores em centros de excelência
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 09/01/2020-09/01/2025
Foto de perfil

Amauri Alcindo Alfieri

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • senecavirus a: diagnóstico etiológico e sorológico da infecção em rebanhos suínos brasileiros e desenvolvimento de estudos de infecção experimental
  • As doenças vesiculares são de grande importância para a Medicina Veterinária. A febre aftosa, a doença vesicular suína, o exantema vesicular suíno e a estomatite vesicular são doenças vesiculares clássicas de etiologia viral. A febre aftosa é considerada a doença animal de maior importância em todo o mundo. Por apresentarem sinais clínicos indistinguíveis das demais doenças vesiculares clássicas em rebanhos de suínos com lesões vesiculares todas devem ser incluídas no rol de diagnósticos diferenciais da febre aftosa. Na família Picornaviridae estão incluídas duas espécies virais (vírus da febre aftosa e vírus da doença vesicular suína) que ocasionam lesões vesiculares em suínos. Entretanto, dois estudos realizados no Canadá e nos EUA a partir de 2008 identificaram uma nova espécie de picornavírus, denominada Senecavirus A, como o mais provável agente etiológico de doença vesicular, similar à febre aftosa, em suínos. A primeira detecção do Senecavirus A fora da América do Norte ocorreu no Brasil em 2015. Vários surtos de doença vesicular em suínos das categorias de creche, terminação e em reprodutores foram relatados em diferentes estados brasileiros a partir do segundo semestre de 2014. As investigações diagnósticas resultaram negativas para as doenças vesiculares clássicas; porém o Senecavirus A foi identificado nos rebanhos acometidos. Posteriormente, novas manifestações clínicas associadas à infecção foram relatadas em leitões neonatos. Os surtos associados ao Senecavirus A causaram perdas produtivas e econômicas consideráveis, especialmente em sistemas de produção de leitões, dos principais estados brasileiros produtores de suínos, caracterizando a infecção como emergente no Brasil. Este projeto de pesquisa tem como objetivo principal investigar a infecção natural pelo Senecavirus A em rebanhos suinícolas de diferentes regiões geográficas brasileiras. Para o cumprimento dos objetivos os diagnósticos etiológico e sorológico da infecção pelo Senecavirus A serão realizados por métodos diagnósticos clássicos (isolamento viral em cultivo celular, vírus neutralização e histopatologia) e moleculares (RT-PCR convencional, quantitativa e sequenciamento genômico). Adicionalmente, também deverão ser avaliadas, por histopatologia e imunohistoquímica, as lesões macro e microscópicas induzidas pela infecção experimental em camundongos convencionais soronegativos com uma cepa de Senecavirus A isolada no Brasil, bem como algumas características e parâmetros da infecção. Com os resultados espera-se estabelecer o perfil epidemiológico e molecular da infecção pelo Senecavirus A em rebanhos suinícolas brasileiros e obter informações adicionais a respeito da patologia e patogenia associadas à infecção experimental em camundongos. Por meio da análise do conjunto de dados gerados neste projeto poderão ser propostas e avaliadas medidas de controle e profilaxia da infecção pelo Senecavirus A.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amauri Antonio Menegário

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • especiação, fracionamento químico e biodisponibilidade de metais em efluentes de mineração
  • Em algumas minas, o processo de oxidação dos minerais sulfetados e, consequentemente, a redução dos valores do pH, resulta em um fenômeno conhecido como Drenagem Ácida de Mina (do inglês Acid Mine Drainage - AMD). Por exemplo, a AMD provinda da mineração de urânio na mina Osamu Utsumi (Caldas, MG) gera volumes de águas de 250 m3 h-1 contendo U em concentrações de até 200 mg L-1. O principal objetivo deste projeto é implementar novas metodologias, baseadas no uso da técnica de difusão em filmes finos por gradientes de concentração (DGT) e no biomonitoramento através de organismos transplantados (do inglês Active Biomonitoring - ABM) para especiação, fracionamento químico e avaliação da biodisponibilidade in situ de metais. Os estudos enfocarão principalmente a especiação, o fracionamento químico e a biodisponibilidade de Al, Cd, Cu, Mn, Ni, Pb, U e Zn em efluentes no entorno de uma área de mineração (águas de drenagem ácida de mina tratada) - município de Caldas - MG, Brasil (mina Osamu Utsumi). As pesquisas envolvendo DGT serão realizadas utilizando-se dispositivos convencionais (Chelex-100 e poliacrilamida) e os estudos envolvendo ABM serão conduzidos, possivelmente, utilizando exemplares da Tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) implantados no local de amostragem. Para fins de comparação, também serão determinadas nos locais amostrados os teores totais e as frações dissolvidas dos metais, além das principais características físicas e químicas associadas às determinações por DGT. No decorrer do Projeto serão reavaliados os organismos utilizados na ABM. Serão realizadas, pelo menos, duas campanhas de amostragem, uma no período seco e outra no período chuvoso. Com o desenvolvimento da proposta espera-se uma avaliação quantitativa in situ das espécies de Al, Cd, Cu, Mn, Ni, Pb, Eu e Zn em AMD tratadas (genericamente, efluentes decorrentes de mineração de U) e, consequentemente, informações relevantes sobre problemas ambientais decorrentes da AMD em uma mina de U.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Amauri Bogo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • influencia de porta-enxertos da série americana geneva® em combinações com cultivares copa de macieira em diferentes sistemas de condução sobre o desempenho agronômico e dinâmica temporal da mancha foliar de glomerella e marssonina no sul do brasil
  • Porta-enxertos e sistemas de condução em macieira influenciam diretamente no desempenho agronômico de densidade de plantio, arquitetura de plantas, otimização da interceptação luminosa, produtividade e na dinâmica temporal de doenças. Contudo, os principais porta-enxertos utilizados na pomicultura brasileira, atribuem vigor excessivo as plantas, influenciando diretamente no desempenho agronômico e no período de entrada de produção e consequente na epidemiologia de doenças, principalmente as foliares. Os sistemas de condução passam por modificações em decorrência das transformações ocorridas nas cultivares copa, nos porta-enxertos, nos sistemas de poda e na própria susceptibilidade a diferentes doenças, especialmente nas Manchas Foliares de Marssonina (MFM) e de Glomerella (MFG), que são doenças indutoras de desfolha precoce e/ou de final de ciclo em macieiras, reduzindo drasticamente o acúmulo de reservas. Quando ocorrem em altas intensidades, afetam a diferenciação de gemas floríferas na safra subsequente, afetando a produção e qualidade de frutos. O projeto tem como objetivo avaliar a influencia de porta-enxertos da Série Americana Geneva® em combinações com cultivares de macieira em diferentes sistemas de condução sobre o desempenho agronômico e dinâmica temporal da mancha foliar de Glomerella e Marssonina no Sul do Brasil, durante os ciclos produtivos 2018/2019, 2019/2020, 2020/2021 e 2021/2022. O projeto será composto de dois experimentos concomitantes. O primeiro experimento será com as combinações da cultivares Maxi Gala, Fuji Suprema e Pink Lady sobre os porta-enxertos da Serie Americana Geneva® G.202, M.9 e Marubakaido com interenxerto M.9, conduzidas nos sistemas Tall Spindle e Multi Líder no Município de Lages, SC. O segundo experimento será com as combinações das cultivares Gala Select e Fuji Suprema sobre os porta-enxertos da Série Americana Geneva® G.202, G.210, G.213, G.814 e CAT 16 conduzidas nos sistemas Tall Spindle nos municípios de Vacaria/RS, Urubici/SC e São Joaquim/SC. Serão determinados em ambos os experimentos o efeito dos porta-enxertos da Serie Americana Geneva® em combinações com cultivares de macieira sobre: 1) desempenho agronômico: a) altura de planta, b) área da seção transversal do caule, c) número de ramos por planta, d) número de brindilas e esporões por metro linear de ramos laterais, e) ângulo de inserção do ramo, f) comprimento do entrenó, g) volume de copa, h) frutificação efetiva, i) retorno de florada, j) produtividade, k) eficiência produtiva, l) teor de sólidos solúveis, m) firmeza da polpa, n) diâmetro transversal dos frutos, o) classe ou calibre e p) categoria. O delineamento experimental utilizado nos experimentos será em blocos casualizados, arranjados em esquema fatorial 3 x 3 e 2 x 5 (nas diferentes regiões), composto de duas cultivares copas e cinco porta-enxertos, com quatro repetições, sendo cada repetição composta por cinco plantas. Para o parâmetro 2) epidemiologia da MFM e MFG serão avaliadas: a) início do aparecimento dos sintomas (IAS); b) tempo para atingir a máxima incidência e severidade da doença (TAMID e TAMSD); c) valor máximo de incidência e severidade (Imax e Smax) e d) área abaixo da curva do progresso da incidência e da severidade da doença (AACPID e AACPSD). A incidência será calculada pela percentagem das folhas com pelo menos uma lesão em relação ao número total de folhas avaliadas e a severidade através de escalas diagramáticas, sendo para a MFM pela Escada Diagramática de Yin et al., 2013 (Figura 1) para a MFG pela Escala diagramática de Kowata et al., 2010 contendo 6 níveis de severidade de 0.08; 0.28; 0.99; 3.45; 11.23; 30.93%. Valores acima de 30.93% induz queda da folha. Os dados de incidência e severidade serão analisados por meio de análise de regressão linear simples, sendo ajustados para três modelos empíricos, Logístico, Monomolecular e Gompertz. A avaliação da desfolha será feita em todos os ramos marcados e a taxa de desfolha será calculada de acordo com a metodologia proposta por Willocquet et al. (2004). Os dados de AACPD serão submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas (P<0,05).
  • Universidade do Estado de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Amauri Garcia

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • ligas zn-mg-(x) e mg-sn-(x) como materiais biodegradáveis alternativos: parâmetros microestruturais e comportamentos mecânico e à corrosão
  • Materiais metálicos com características biodegradáveis têm sido alvo de investigações sistemáticas objetivando sua aplicação na forma de implantes cirúrgicos temporários graças a uma combinação adequada de resistências mecânicas e à corrosão, e biocompatibilidade. O Zn é um metal biocompatível, biodegradável e bioabsorvível e essencial na nutrição humana. Apresenta ainda baixo ponto de fusão (420°C), boa resistência à corrosão e baixa reatividade no estado líquido, o que facilita sua fusão e processamento a quente. O Mg é um metal atóxico, biodegradável e biocompatível, no entanto suas ligas apresentam elevada taxa de corrosão em meios fisiológicos. Sabe-se que o Zn é um metal mais nobre que o Mg, e que a adição Mg em ligas de Zn afeta positivamente o comportamento mecânico e a resistência à corrosão. Por outro lado, a incorporação de Sn ao Mg permite o aumento das resistências mecânica e à corrosão, sendo que a formação do intermetálico Mg2Sn leva também ao aumento da resistência à fluência. Os comportamentos mecânico e eletroquímico das ligas Zn-Mg e Mg-Sn são influenciados diretamente por características microestruturais. Estudos experimentais enfatizando fatores relacionados à parâmetros da microestrutura, bem como sua correlação com propriedades mecânicas e químicas são escassos na literatura para ambos os sistemas de ligas. Além disso, a adição de terceiros elementos precisa ser investigada na busca de adequação de propriedades à aplicações como biomateriais Desse modo, um entendimento mais profundo da evolução microestrutural em função de propriedades de aplicação pode ser alcançado com o uso da técnica de solidificação unidirecional, a qual promove ampla faixa de valores experimentais de parâmetros térmicos em um único experimento, permitindo analisar características únicas como: tamanho de grão, sua macroestrutura, morfologia e escala das fases que compõem a microestrutura e distribuição de fases intermetálicas. Esses parâmetros microestruturais são determinantes das propriedades mecânicas e químicas finais, e que consequentemente estabelecem as condições prévias de processamento. No presente trabalho, pretende-se desenvolver uma análise detalhada da evolução microestrutural, por microscopias ótica e eletrônica, de diferentes composições de ligas Zn-Mg-(X) e Mg-Sn-(X) em condições transitórias de solidificação, correlacionando parâmetros térmicos da solidificação com parâmetros quantitativos da microestrutura e propriedades de aplicação. Amostras representativas de cada liga, com diferentes morfologias e escalas microestruturais, serão submetidas a ensaios de tração e de corrosão, e ensaios in vitro no sentido de se estabelecer correlações entre essas microestruturas e caraterísticas mecânicas e químicas apropriadas a aplicações como biomateriais.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Amauri Jardim de Paula

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo da dinâmica de formação de biofilmes em múltiplas-escalas
  • Os biofilmes são comunidades multicelulares associadas a superfícies que causam infecções humanas intratáveis, e altos prejuízos industriais. Apesar dos múltiplos esforços para se compreender a arquitetura do biofilme a nível celular (“at single cell”), ainda não temos um entendimento fundamental da dinâmica de crescimento dos microrganismos e a conseqüente organização desses em biofilmes. Dificuldades desse entendimento surgem em função da existência de uma intrínseca heterogeneidade espacial e temporal, em múltiplas escalas. Nesse contexto, se propõe nesse projeto estudar em tempo real a dinâmica de crescimento e a heterogeneidade espaço-temporal de microrganismos modelo, formadores de matriz de substâncias exopoliméricas (EPS), como Streptococcus mutans, Streptococcus oralis, Cândida albicans, e outros (bactérias e fungos). O desenvolvimento dos microrganismos em biofilmes (mono- e multi-espécies) será acompanhado ao longo do tempo com a microscopia ótica confocal por varredura a laser (CLSM), e as pilhas (“stacks”) de imagens geradas serão processadas computacionalmente para determinação de parâmetros como população de células, volume, ocupação da superfície, formas, distâncias entre elementos, quantidade de EPS, e etc. Como os dados estão em 4D, todos esses aspectos podem ser estudados no tempo. As rotinas de processamento dos stacks serão construídas em Python, usando uma moderna biblioteca de algoritmos (Scikit, Skimage, e outras). Conjugando as técnicas de CLSM e o processamento de imagens, espera-se determinar possíveis leis de crescimento volumétrico e populacional dos biofilmes.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022