Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

André Gündel

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo in-situ das propriedades magnéticas e morfológicas de nanoestruturas preparadas por eletrodeposição
  • Durante o período do projeto, serão desenvolvidas atividades ligadas à produção de nanoestruturas magnéticas por eletrodeposição, bem como caracterização das mesmas, na qual se destaca o estudo da magnetização em tempo real (in-situ) e a caracterização morfológica in-situ através de um microscópio de força atômica. Espera-se o desenvolvimento de novos materiais, de baixo custo e com ótimas características magnéticas.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Gustavo Carvalho Machado

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • dinâmica da inovação na estratégia saúde da família
  • A Estratégia Saúde da Família (ESF) é um instrumento de inovação na assistência à saúde, uma vez que procura reorientar as ações de saúde, conforme as demandas e necessidades das comunidades. Além disso, é, em si, uma inovação estabelecida no plano de modelo assistencial de saúde no Brasil, por mudar o foco do modelo médico-assistencial para um modelo de assistência coletivo e de trabalho multiprofissional, adotando uma noção mais ampla do processo saúde-doença. Apesar de sua importância, há pouca sistematização das inovações que são efetivamente implementadas no âmbito da (ESF), ficando estas restritas ao contexto local em que foram desenvolvidas, em detrimento de sua difusão para todo o sistema de saúde público. Por outro lado, o conhecimento de como a inovação acontece é fundamental para que os gestores na área de saúde possam orientar seus esforços na busca por novas práticas e novos instrumentos que possam melhorar a atenção e assistência à saúde. Neste contexto, o objetivo do projeto de pesquisa é esclarecer como ocorre a dinâmica da inovação na Estratégia Saúde da Família. Para isso, será adotada a abordagem qualitativa utilizando o método da teoria adaptativa. A estratégia de pesquisa será de Estudos de Casos Múltiplos em diferentes regiões do país, utilizando-se técnicas de entrevistas semi-estruturadas, observações sistemáticas e análise de documentos. A análise dos dados será feita procedendo-se a análise individual dos casos (within case) e cruzada dos dados (cross case), por meio de técnicas de análise de conteúdo. As potenciais contribuições da pesquisa dizem respeito à elaboração de um framework que explique a dinâmica da inovação em saúde nos serviços públicos da Estratégia Saúde da Família no país, tornando-se um guia útil de referência para o desenvolvimento de inovações, auxiliando no aperfeiçoamento dos processos de inovação, e, consequentemente, na melhoria dos serviços de saúde para a população. Adicionalmente, o estudo proporcionará maior visibilidade e melhor entendimento das contribuições da ESF para a saúde pública no âmbito do SUS.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Lazarin Gallina

Engenharias

Engenharia de Energia
  • nanoencapsulamento de antioxidantes naturais e sintéticos para o biodiesel
  • O biodiesel apresenta inúmeras vantagens ambientais, mas devido a processos de oxidação, ocorre a diminuição da qualidade do biocombustível, causando entupimentos nos motores, pela formação de polímeros. Com o intuito de minimizar a degradação do biodiesel, são adicionados ao biodiesel antioxidantes, entretanto, essas substâncias ficam expostas às mesmas condições do biocombustível, o que pode contribuir para a degradação e consequente minimização da eficiência do antioxidante. O encapsulamento das substâncias antioxidantes pode ser uma alternativa para a proteção do antioxidante e modulação da liberação. Desta maneira, o objetivo deste projeto é desenvolver e caracterizar nanopartículas poliméricas contendo ácido ascórbico, extratos da casca de noz pecã, terc-butil-hidroquinona (TBHQ) e de derivados sintéticos 4-(1H-1,2,3-triazol-1-il)fenol, para futura aplicação ao biodiesel. As nanopartículas poliméricas serão produzidas de acordo com o método proposto por Fessi. Posteriormente, serão realizados ensaios de caracterização como: análise morfológica, medida do tamanho de partícula, medida do teor dos ativos e eficiência de encapsulamento.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Lima Férrer de Almeida

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • investigação e avaliação de sistemas de comunicações para aplicações em internet das coisas
  • Este projeto propõe-se a investigar e analisar tecnologias e sistemas de comunicações para aplicações práticas de Internet das Coisas (IoT). O projeto deve incluir a concepção e avaliação de sistemas e redes de comunicações tanto através de análises numéricas obtidas por meio de simulações computacionais, como da experimentação prática em uma rede de dispositivos IoT. Os problemas de interesse que podem ser solucionados por meio da IoT se concentram nas áreas de gestão de recursos hídricos e saneamento. Ao aplicar estas soluções, a gestão pública de cidades pode ser otimizada: um dos princípios das cidades inteligentes. Após a fase de revisão bibliográfica, as ações deste projeto irão se concentrar: i) na concepção de transceptores utilizando o projeto de rádio definido por software e, ii) no estudo de arquiteturas e mecanismos para redes usando um tecnologia/sistema de IoT existente e, iii) na aplicação de inteligência de máquina para soluções de problemas de gestão pública. Deste modo, o projeto busca a inovação tecnológica na área de transceptores para dispositivos em IoT, de inteligência de máquina para redes de dispositivos em IoT, e a inovação na gestão pública através de uma aplicação relevante na área de gestão de recursos hídricos e saneamento. Baseada na teoria e nos conceitos por trás dos sistemas de telecomunicações, a infraestrutura destes sistemas será investigada e analisada. Resultados numéricos obtidos através de simulações computacionais serão avaliados, bem como aplicações experimentais serão projetadas utilizando transceptores disponíveis no mercado ou desenvolvidos no contexto do projeto. A fim de disseminar o conhecimento adquirido, além dos resultados e das conclusões obtidos, será realizado pelo menos um seminário e/ou workshop para a comunidade interessada em tecnologias e sistemas da IoT. Por fim, relatórios técnicos e pelo menos quatro artigos científicos serão escritos abordando os resultados e as conclusões obtidas.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Linhares Rossi

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudos de materiais nanoestruturados para aplicações biomédicas
  • Diferentes tipos de materiais com dimensões reduzidas na ordem dos nanômetros estão sendo produzidos por técnicas modernas e investigados. A dimensão reduzida destes materiais trazem propriedades específicas que podem ser aplicadas em diferentes áreas como microeletrônica, microdispositivos, terapias médicas, carreadores de fármacos, biomimética, dentre outras. O grande avanço da nanociência e da nanotecnologia têm sido possível graças ao desenvolvimento de novos instrumentos e técnicas de preparação capazes de observar, analisar e manipular nanomateriais. O objetivo deste projeto é investigar a nanoestrutura de diferentes tipos de nanomateriais com aplicações promissoras, em alguns casos compreender o processo de cristalização/nucleação, e por fim propor otimizações. Além disso, o projeto visa desenvolver e ampliar técnicas de análise por microscopia eletrônica e preparação de amostras até hoje não realizas no Brasil. Alguns dos nanomateriais estudados neste projeto são Ca10(PO4)6(OH)2, CaCO3 e nanopartículas de alginato. Os resultados obtidos com os estudos serão usados para ajustar os processos de síntese, otimizar as propriedades dos nanomateriais e propor aplicações em diferentes áreas da nanotecnologia.
  • Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Andrade Menolli

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • estudo do impacto de práticas de reúso na aprendizagem organizacional em empresas de desenvolvimento de software
  • As organizações desenvolvedoras de produtos de software são comumente desafiadas a enfrentar a crescente complexidade e o tamanho dos produtos que precisam conceber e, para tal, podem valer-se de processos de desenvolvimento e abordagens que visam promover reúso de software, com o objetivo de obter melhores resultados ao considerar fatores como qualidade, custo e prazos dos projetos. Algumas das iniciativas que vem sendo consideradas com este direcionamento são a engenharia de linhas de produto de software e a engenharia dirigida a modelos. Além de melhorar características como qualidade e custo dos produtos, estas iniciativas podem auxiliar a melhorar a aprendizagem organizacional. A aprendizagem organizacional visa ajudar as empresas a aprimorar significativamente seus processos por meio de reutilização de experiências, tornando o conhecimento acessível a toda a organização. Dessa forma, este projeto visa entender como as organizações estão desempenhando práticas de reúso de software, e mapear como o uso destas práticas se relacionam e auxiliam a aprendizagem organizacional em empresas desenvolvedoras de software.
  • Universidade Estadual do Norte do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Baggio

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • imagens ultrassônicas de alta resolução baseadas em feixes ultrassônicos super focalizados gerado por lentes esféricas
  • Neste projeto, propomos desenvolver e caracterizar um sistema para geração de imagens ultrassônicas de alta resolução baseado em feixes ultrassônicos super focalizados através de lentes esféricas poliméricas. Resultados recentes obtidos e publicados pelo nosso grupo de pesquisa mostraram que características não lineares da interação de ondas planas sobre uma lente esférica produzem, sob certas condições, feixes ultrassônicos super focalizados com dimensões abaixo do limite de difração na região do campo próximo, com largura à meia altura da ordem de 0,6 de um comprimento de onda . A vantagem de tal método é a de possuir arranjo experimental simples e processamento similar aos utilizados em imagens ultrassônicas convencionais, além disso o feixe forma-se na região do campo próximo permitindo alta resolução nesta região. Utilizando este sistema foi possível obter as primeiras imagens ultrassônicas no modo-c com resolução de cerca de 90% superior às previstas respeitando o limite de difração. Os resultados preliminares obtidos são promissores e estão sendo aprimorados para futura publicação, existe ainda um vasto trabalho para tornar este arranjo experimental em um dispositivo efetivo, o que exige aprimoramento, caracterização e a montagem de protocolos de excitação e processamento de sinais para o aperfeiçoamento da técnica que permitiram a produção de imagens no modo-B. Assim sendo, a proposta deste projeto é caraterizar, otimizar e gerar protocolo de excitação e processamento de forma a desenvolver uma técnica que permita o imageamento ultrassônico na região de campo próximo com alta resolução a partir da utilização da super focalização por lente esférica.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Balbi

Ciências da Saúde

Medicina
  • monitorização dos níveis de vancomicina e amicacina no plasma e no dialisato de pacientes com peritonite associada à diálise peritoneal
  • Monitorização dos níveis de vancomicina e amicacina no plasma e no dialisato de pacientes com peritonite associada à diálise peritoneal
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Branco de Barros

Outra

Biomedicina
  • avaliação do potencial antitumoral e perfil de toxicidade de lipossomas ph-sensíveis carreadores de doxorubicina e multifuncionalizados com folato e dtpa
  • O câncer de mama tornou-se um importante problema de saúde pública ao redor do mundo, devido ao aumento progressivo da incidência da doença ao longo dos últimos anos (BRASIL, 2017; SIEGEL, MILLER & JEMAL, 2018). No entanto, a alta mortalidade vem sendo revertida devido aos constantes avanços em diagnóstico e terapia (HULL, FARRELL & GRODZINSKI, 2014). Doenças não invasivas são tratadas de forma eficaz com terapias localizadas (cirurgia e radioterapia), entretando, no caso de tumores localmente invasivos ou metastáticos, terapias sistêmicas tornam-se essenciais (PEREZ-HERRERO & FERNÁNDEZ-MEDARDE, 2015). Dentre os fármacos utilizados para a terapia sistêmica do câncer, destaca-se a doxorrubicina (DOX). A DOX é um agente antineoplásico amplamente utilizado desde a década de 70 no tratamento de tumores malignos sólidos e hematológicos. Os mecanismos pelos quais esse fármaco atua sobre as células incluem ligação a topoisomerase II, intercalação ao DNA e geração de radicais livres (ROS), ativando vias de apoptose de células tumorais e sadias (WOJTACKI, LEWICKA-NOWAK & LEÆNIEWSKI-KMAK, 2000; ZHANG et al., 2012; DAMIANI et al., 2016). Apesar da alta atividade antitumoral, a baixa especificidade da DOX é responsável por efeitos tóxicos sistêmicos severos, sendo a cardiotoxicidade o efeito mais característico, grave e limitante da dose (WOJTACKI, LEWICKA-NOWAK & LEÆNIEWSKI-KMAK, 2000; OCTAVIA et al., 2012, SAPALLAROSSA et al., 2016). A cardiomiopatia induzida pela DOX é dose-dependente (HOLMGREN et al., 2015; AKOLKAR et al., 2017) e caracterizada por anomalias eletrocardiográficas, além de arritmias e alterações morfológicas (FERRARI et al., 1996; DUCROQ et al., 2010). Nas últimas décadas, a fim de otimizar a farmacoterapia do câncer baseadas em características moleculares e do microambiente tumoral, novas estratégias focadas em sistemas nanoestruturados de direcionamento de fármacos e terapias alvo vem sendo introduzidas aos esquemas terapêuticos convencionais (KHAN, et al., 2015; AL-MAHMOOD et al., 2018). Dentre os sistemas de direcionamento de fármacos destacam-se os lipossomas. Lipossomas PEGuilados de DOX foram a primeira formulação nanoestruturada aprovada pelo FDA para o uso clínico, devido a redução dos efeitos cardiotóxicos intrínscecos do fármaco e a mudança drástica, porém não específica, do perfil de distribuição biológica e tempo de circulação (OLSON et al., 1982; CHARROIS & ALLEN, 2003; GABIZON et al., 2003; ALLEN & CULLIS, 2013). Neste contexto, modificações na composição lipídica dos lipossomas tem sido testadas a fim de aumentar a sua especificidade para as células tumoral. Dentre as modificações testadas, destacam-se os lipossomas pH-sensíveis de circulação prolongada (SpHL-DOX). Estudos prévios constataram que estes nanossistemas são vantajosos por reduzir de forma significativa a toxicidade de moléculas bioativas, incluindo a DOX, além de potencializar a captação pelo tecido tumoral (CARLESSO et al., 2011; LEITE et al., 2012a; MARONI et al. 2012; SOARES et al., 2012; BARROS et al., 2013; SILVA et al., 2016; SILVA, et al., 2018). Estudos pré-clínicos de farmacocinética e toxicidade realizados recentemente por nosso grupo de pesquisa (SILVA et al., 2016; SILVA et al., 2018) determinaram que a encapsulação de DOX em SpHL foi capaz de aumentar o seu tempo de circulção da DOX. Este aumento no tempo de circulação, conferido pela modificação dos componenetes lipídicos da formulação, possibilitou maior acúmulo na região tumoral de camundongos portadores da doença. Quando em animais sadios, SpHL-DOX melhorou o perfil de seguraça do fármaco, prevenido o ocorrência de efeitos tóxicos graves em medula, fígado e, principlamente, coração. Cabe ressaltar que os SpHL-DOX, desnvolvidos em nosso grupo, foi capaz de melhor o perfil farmacocinético e toxicológico tanto do fármaco livre quanto da formulação lipossomal não pH-sensível, similar àquela comercialmente disponível. Baseado nos resultados promissores obtidos até o momento torna-se relevante a avaliação da atividade antitumoral de SpHL-DOX. É sabido que a atividade antitumoral está associada a concentração do componente ativo no interior das células, sendo interessante favorecer a internalização de fármacos e nanoestruturas, estas últimas podendo ser facilmente modificadas e funcionalizadas para este fim. Dentre as estratégias de modificação de superfície de nanoestruturas, a utilização do ácido fólico (AF) é uma das mais amplamente estudadas, por ser uma molécula pequena, pouco imunogênica e de baixo custo (HONG et al., 2017). Para nanoestruturas de base lipídica, moléculas de AF ligadas a cadeias de DSPE-PEG2000 são comumente utilizadas (SOARES et al., 2012; BARBOSA et al., 2015; WU et al., 2017; MONTEIRO et al., 2018). A utilização desta estratégia é baseada na limitada expressão de receptores de folato (RF) em tecidos sadios, associada a superexpressão nas células tumorais (HONG et al., 2017). A eficiência do target ativo é baseada na alta afinidade do AF pelos receptores e na grande variedade de tipos tumorais que expressam RF, que podem representar até 40% dos tumores estudados (YANG, et al., 2015; ALIBOLANDI, et al., 2016). Estudos realizados por nosso grupo de pesquisa determinaram que, devido as propriedades fusogênicas dos SpHL, associadas a adição de target ativo de superfície, observou-se incremento significativo da atividade citotóxica in vitro de paclitaxel encapsulado em relação ao fármaco livre, sendo que a presença de moléculas direcionadoras, incluindo o folato, foi capaz de potencializar os efeitos citotóxicos (VANIC et al., 2011, BARBOSA et al., 2015). Diante do exposto, o presente projeto propõe investigar as vantagens da funcionalização de SpHL-DOX com folato quanto a perfil de distribuição, segurança e eficácia in vitro e in vivo em modelos tumorais com diferentes níveis de expressão de receptores de folato.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Brasil Cavalcante

Engenharias

Engenharia Civil
  • desenvolvimento e implantação de um sistema inteligente de monitoramento e de uma plataforma digital integrada para a análise do risco de ruptura em encostas induzido por chuvas
  • Nas últimas décadas, a ocorrência de desastres naturais relacionados aos deslizamentos de encostas têm chamado a atenção da sociedade por provocarem consideráveis danos ao espaço físico, devido a sua magnitude de destruição, principalmente, em encostas ocupadas de forma irregular e com condições impróprias para usos urbanos. Estas situações têm representado graves ameaças à população e já causaram perdas de vidas humanas e diversos danos ambientais e socioeconômicos ao longo dos anos. Desta forma, atentos à recorrência dos movimentos de massa, pretende-se desenvolver um sistema inteligente de monitoramento meteorológico e geotécnico de encostas e da Plataforma Digital Integrada a este sistema para a análise do risco de ruptura induzido por chuvas. Isto só será possível por meio do desenvolvimento de um sistema de monitoramento que será composto pela produção, calibração e instalação de um sistema inteligente de instrumentação in loco, denominado de estação geometeorológica, em que o protótipo será capaz de monitorar variáveis meteorológicas e geotécnicas da encosta ou talude, contando ainda com um sistema de armazenamento e transmissão de dados automático e em tempo real. Também será necessária a execução de baterias de ensaios geotécnicos para a caracterização e reconhecimento do solo que se dará no Laboratório de Geotecnia da Universidade de Brasília (UnB). Além disso, serão consolidados o código-fonte e a arquitetura da Plataforma Digital de análise que compor-se-á ao sistema de monitoramento, constituindo-se em um software para o armazenamento de dados (Big data) e análise de informações recebidas do monitoramento de campo em tempo real. Assim, a Plataforma Digital irá processar estes dados, apresentando os resultados obtidos das análises hidrogeotécnicas dos locais cadastrados no sistema via Website, com gráficos facilitados que indicarão os principais parâmetros hidráulicos do solo, como: o teor de umidade, o grau de saturação e a sucção ao longo do tempo; além de parâmetros de tomada de decisão, como: o fator de segurança e a probabilidade de ruptura da encosta ao longo do tempo, evidenciando a vulnerabilidade da encosta ou talude de acordo com três níveis de perigo: baixo, médio ou alto, podendo ser analisadas em escala local ou regional. Como resultado todo o sistema poderá ser utilizado pelos gestores como uma ferramenta de apoio à tomada de decisão para o gerenciamento do risco, para a determinação do momento apropriado para a emissão de alertas, para a definição do tempo hábil de desocupação de encostas e taludes em risco e para o planejamento de ações emergenciais.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022