Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

André Camargo de Azevedo

Engenharias

Engenharia de Minas
  • tratamento e reuso de águas residuais da mineração, com micro e nanobolhas
  • O setor minero-metalúrgico é mundialmente reconhecido como um dos mais problemáticos em termos de geração de impactos ambientais. Esses são causados na cadeia de exploração e beneficiamento de minerais e pelos altos níveis de emissões poluidoras, principalmente aquelas originadas pelas águas residuais. A presente proposta de projeto se insere dentro das atividades de P & D & I, desenvolvidas nos últimos anos pelo LTM, na geração e aplicação de microbolhas (MBs) e nanobolhas de ar (NBs) no tratamento de águas de processo da mineração, com remoção de poluentes, visando seu reuso em atividades de beneficiamento de minérios e outras (irrigação, abatimento de poeiras, lavagem de veículos, etc). Os principais poluentes estudados são aminas e xantatos residuais; íons de metais pesados; sólidos suspensos finos, de overflows de espessadores. Nesse contexto, a pesquisa tem como objetivo principal obter parâmetros operacionais e de projeto, com desenvolvimento de estudos, em nível piloto, para remoção de íons metálicos poluentes e sólidos suspensos finos, em concentrações comumente encontradas em águas de processo e em drenagens ácidas de minas. Estas atividades se inserem dentro de um conceito da aplicação de circuitos fechados, na recuperação e reaproveitamento de águas residuais do beneficiamento mineral e águas de barragens de rejeitos em operação e/ou desativadas. Ainda, outras metas técnicas do projeto são o desenvolvimento de inovações tecnológicas, elaboração de patentes e estudos de pré-viabilidade econômica de processos de tratamento e reuso de águas nos casos estudados.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Capaldo Amaral

Outra

Divulgação Científica
  • ciência na escola
  • O presente projeto, denominado “Ciência na Escola”, tem o objetivo de organizar e realizar uma feira de ciências, em parceria com instituições públicas e privadas de ensino fundamental, médio e técnico da cidade de Araraquara. Desde a concepção, este projeto contou com a participação de importantes colaboradores, sem os quais a organização e realização do evento não alcançariam a abrangência e participação desejadas. São eles: Prefeitura do Município de Araraquara, Diretoria Regional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e Collegium Sapiens de Araraquara. Constituídas as parcerias, foi iniciado o processo de elaboração dos objetivos e da estrutura do evento (descritos com detalhes no projeto em anexo). Mais do que simplesmente realizar o evento em si, foi idealizada a proposta de uma consistente interação técnico-científica e pedagógica entre os professores e alunos das escolas e os docentes/pesquisadores e alunos (graduação e pós-graduação) da Universidade. Os objetivos propostos para o evento são de promover:  Socialização da ciência, tecnologia, inovação e a valorização da pesquisa e da metodologia científica entre estudantes e professores de instituições de ensino de Araraquara;  Motivação de professores e alunos de escolas de ensino fundamental, médio e técnico ao contínuo envolvimento com a ciência e o processo científico, contribuindo com o processo de desenvolvimento social e econômico do país;  Ampliação das ações extensionistas da UNIARA relacionadas às escolas de ensino fundamental, médio e técnico da cidade de Araraquara, considerando sua essência vocacional quanto IES;  Capacitação técnico-científica de professores e alunos de escolas públicas e privadas decorrente das atividades didático-pedagógicas programadas. Para que estes objetivos sejam alcançados de forma plena, as atividades vinculadas ao planejamento, desenvolvimento e realização da feira foram idealizadas em duas principais etapas: i) atividades didático-pedagógicas e científicas para o desenvolvimento dos projetos científicos pelos alunos e professores das escolas (trabalhos de montagem, trabalhos informativos ou trabalhos de pesquisa), compreendendo: • Reuniões de planejamento (apresentação das normas e estrutura do evento, elaboração e definição dos temas e construção do cronograma de atividades assessoradas pelos docentes e pesquisadores da UNIARA); • Encontros científicos entre os alunos, professores, docentes e pesquisadores para o desenvolvimento dos projetos científicos; • Visitas à universidade, se pertinente, para vivenciamento do ambiente de pesquisa e complementação/execução de atividades científicas programadas. ii) o evento em si – apresentação dos projetos científicos desenvolvidos pelos alunos professores, em um ambiente amplo e favorável à visitação, para socialização e troca de conhecimento entre alunos, professores, pesquisadores e a sociedade. Diante dos objetivos estabelecidos, e das estratégias para que eles sejam alcançados, foi delineada a estrutura do projeto “Ciência na Escola” (apresentado em detalhes no projeto em anexo). As informações resumidas são apresentadas abaixo: Local: Centro de Eventos de Araraquara e Região (CEAR); Data: 19 de Outubro de 2019 (previsão para a realização da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia – CGPC/SEPED); Organização: Universidade de Araraquara; Tipos de projetos: Desenvolvidos nas seguintes modalidades: 1) Projetos de montagem* - Ensino fundamental (6°,7°,8° e 9° ano); Projetos informativos** - Ensino fundamental (6°,7º,8°e 9° ano); Projetos científicos*** - Ensino médio (1°, 2° e 3° ano) e técnico. Área do conhecimento: 1) Ciências Exatas e da Terra; 2) Ciências Biológicas e da Saúde; 3) Engenharias e Ciências Agrárias; 4) Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes; 5) Inovação e empreendedorismo. Grupos de pesquisa: Os grupos deverão ser mistos, possuindo representação preferencialmente igualitária entre os sexos, e deverão ser constituídos por pelo menos um (1) professor e no máximo cinco (5) alunos. Premiação: A proposta é premiar todos os participantes da feira, com prêmios simbólicos (medalhas) e certificados, como forma de estímulo às atividades desenvolvidas no transcorrer da preparação dos projetos. As Bolsas de Iniciação Científica Jr. (IC-Jr) disponibilizadas pelo CNPq, se aprovada a proposta, serão destinadas ao melhor projeto da modalidade “Projeto Científico” em cada uma das áreas do conhecimento desenvolvido em escola pública. Os projetos científicos oriundos de escola particular, se vencedores em cada uma das referidas áreas, serão encaminhados para solicitação de bolsa de IC-Jr. junto a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP. A UNIARA não realizou ainda nenhuma Feira de Ciências com as características apresentadas nesse edital, destinada à divulgação científica nos ensinos fundamental, médio e técnico. Em contrapartida, apresenta considerável experiência na realização de eventos científicos, destinados ao estímulo e divulgação das pesquisas desenvolvidas em nível de graduação e pós-graduação, e feiras de cursos, destinadas a levar aos alunos, professores e visitantes de Araraquara e região o entendimento e vivenciamento do ambiente universitário e das profissões. Há mais de uma década a Instituição realiza o Congresso de Iniciação Científica (CIC) e a Feira de Cursos da UNIARA (FEC). Acreditamos que o sucesso destes eventos resulte do reconhecimento e da valorização, por parte da sociedade, do trabalho educacional, científico e extensionista da UNIARA junto à comunidade de Araraquara e região. A meta é transferir todo esse know-how na realização de pesquisas de ponta (nível de graduação e pós-graduação) e na realização de grandes eventos científicos e acadêmicos para a feira “Ciência na Escola”.
  • Universidade de Araraquara - SP - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

André Carlos Busanelli de Aquino

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • resiliência financeira em cidades contemporâneas e o aprimoramento do orçamento público
  • A presente proposta trata do financiamento do programa de pesquisa do grupo “Resiliência Financeira em Cidades Contemporâneas” recém implantado no Instituto de Estudos Avançados/USP. A proposta é multidisciplinar e multi-institucional, com o objetivo de explicar como o orçamento público de governos quando operado em regime de austeridade fiscal favorece respostas de curto prazo e pode levar a descontinuidade de políticas públicas. O regime de austeridade fiscal adotado em diversos países, tem efeito benéficos, porém também efeitos colaterais. Governos em épocas de choques são pressionados a fazer corte de despesas, porém a forma como o orçamento público opera e o baixo nível de planejamento de resultados no setor público pode levar a redução de políticas públicas sem análise de impacto. Como a resiliência financeira de governos não é observada por Tribunais de Contas, que consideram apenas os limites fiscais propostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o que se observa são constantes perdas de eficiência na prestação de serviços, pois são frequentemente interrompidos, descontinuados, contrariando a própria busca pela eficiência também colocada na regulação do ciclo de gestão financeira de governos. O problema de pesquisa em questão é como o orçamento público canaliza diversos envolvidos na gestão de políticas públicas em municípios a ações de fraco alcance segundo a literatura de resiliência financeira. Entre as possíveis explicações estão a atuação conjunta das coalizações políticas (conhecida nacionalmente como ‘presidencialismo de coalizão’), brechas deixadas no mecanismo orçamentário e barreiras institucionais existentes no setor público brasileiro. A metodologia consiste em uma série de estudos de caso em metrópoles brasileiras, observando como as decisões das secretarias de planejamento e finanças têm impacto outras políticas públicas, e como estas interagem com choques externos. Em alguns casos observa como resposta à redução dos serviços, respostas que emergem da própria sociedade, como casos de coprodução, liderados por observatórios sociais e comunidades. Com o surgimento desses casos, sem a participação ativa do governo local, observamos um futuro questionamento do próprio papel dos governos, como efeito das políticas de austeridade.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Carraro

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • pagamento por performance na atenção primária de saúde: uma avaliação de impacto do programa nacional de melhoria do acesso e qualidade da atenção básica (pmaq)
  • Considerando que a atuação do Estado brasileiro na área social sofre forte ampliação nas últimas décadas, ganha importância o desenvolvimento de pesquisas que avaliem as políticas públicas na área da saúde com o objetivo de orientar a aplicação dos recursos de forma mais eficiente. O presente projeto de pesquisa propõe uma estratégia de estimação dos impactos do programa de pagamento por performance do sistema de saúde básica brasileiro, o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), sobre indicadores de mortalidade e hospitalizações dos municípios brasileiros para o período de 1998 a 2016. O PMAQ foi selecionado para ser avaliado por representar uma proposta de estratégia de reorganização do sistema de saúde no Brasil. O projeto pretende empregar a metodologia de diferença em diferenças com efeitos fixos, considerando o tempo de exposição dos municípios ao programa. Adicionalmente, pretende-se estimar os efeitos do Estratégia Saúde da Família, uma vez que os incentivos financeiros concedidos pelo PMAQ são direcionados às equipes de saúde. Espera-se que os efeitos do ESF se potencializem após a implementação do PMAQ, reduzindo mortalidades e hospitalizações por causas e condições que são sensíveis à atenção primária.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andre Contin

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • revestimentos aplicados por laser cladding em ferramentas agrícolas
  • Este projeto visa à aplicação de revestimentos de proteção em peças de implementos agrícolas, depositados via laser cladding, A demanda por melhores equipamentos, tais como ponteiras de subsoladores, são crescentes, pois são amplamente empregadas no setor. As peças revestidas com um material de elevada dureza e baixo coeficiente de atrito são ideais, pois aumentam as propriedades de resistência ao desgaste. Outro fator importante é a diminuição do coeficiente de atrito da peça, garantindo, por este modo, uma diminuição da força de tração, acarretando em uma diminuição no consumo de combustível. O emprego de um revestimento protetor não só permite o aumento da vida útil da peça, mas também a obtenção de aumentos significativos na velocidade de operação da máquina. Neste projeto, uma camada em pó será depositada na superfície das peças agrícolas que atuará como um revestimento de proteção. Serão empregados os pós de negro de fumo e WC-Co (carbeto de tugnstênio - cobalto). A técnica para a criação desta barreira intermediária será o processo de laser cladding. Neste processo, uma fina camada de pó previamente depositada sobre a superfície da peça, será irradiada por um feixe de laser, criando assim um revestimento denso e fortemente ligado ao substrato. Esta tecnologia é inovadora, rápida, versátil e de baixo custo, o que a torna interessante para uma possível transferência para a indústria, em termos de escalonamento industrial.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Costa Aciole da Silva

Ciências Humanas

História
  • medicina e saúde do reino: portugal e brasil nos séculos xiv – xvii
  • O objetivo deste projeto é reconstruir o processo produção e transmissão do saber médico e de consolidação de um sistema de saúde pública em Portugal e na colônia Portuguesa da América desde o final da Idade Média até o século XVII analisando a criação e desenvolvimento dos Hospitais Régios em Portugal e no Brasil. O estudo destes temas permitirá conhecer mais sobre a história das doenças e das terapias utilizadas no recorte temporal selecionado. Para tanto, desenvolveremos o trabalho de análise bibliográfica e documental. Será de fundamental importância para o desenvolvimento deste projeto a coleta e tratamento de fontes que acreditamos serem inéditas tanto nos arquivos brasileiros como nos arquivos portugueses. Esperamos, assim, aprofundar o conhecimento sobre a História da Medicina em Portugal e no Brasil revelando aspectos ainda pouco trabalhados sobre o tema e abordando aspectos negligenciados pelas pesquisas do período medieval e da história da colonização portuguesa na América.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André de Mattos Marques

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • a propensão a consumir é convergente ou divergente? análise de dados em painel com dependência de cross-section, 1951-2014
  • O consumo responde por cerca de 2/3 do Produto Interno Bruto dos países e constitui uma fonte de estabilização para o nível de emprego, uma vez que é a componente do produto menos volátil quando comparada ao investimento. Deste modo, a estacionariedade da propensão a consumir da economia implica que choques aleatórios não exercerão efeito permanente sobre sua trajetória, a exemplo da recente Crise Financeira de 2008. Portanto, se a propensão a consumir for estacionária, a recuperação dos níveis de emprego numa grande amostra de países é o cenário mais provável num futuro próximo. Entretanto, se a propensão a consumir for não estacionária, uma longa estagnação das economias é o cenário mais provável, pois o choque negativo da Crise Financeira terá efeito permanente sobre a evolução da propensão a consumir. Este estudo utiliza a Penn World Table 9.0 como fonte de informações para o consumo e a renda de uma grande amostra de países no período 1951-2014, e a segunda geração de testes para raiz unitária em painel, para inferir sobre as propriedades da propensão a consumir dessas economias. Uma característica notável da metodologia proposta é a possibilidade de os dados apresentarem dependência de cross-section. Essa caracterísitica dos dados pode afetar o poder dos testes para raiz unitária da primeira geração. O poder do teste para a hipótese de não estacionariedade em painel é maior que o poder do teste para séries temporais univariadas. A análise preliminar dos dados sugere que a propensão a consumir dos 20 paı́ses analisados em estudos anteriores apresenta comportamento não estacionário. Portanto, há indícios de que a Crise Financeira de 2008 exercerá efeito permanente sobre evolução futura da propensão a consumir. Quando a amostra é ampliada de 20 para 30 países e séries de tempo mais longas são utilizadas, é possível rejeitar a hipótese nula de não estacionariedade a 5% de significância: a Crise de 2008 teria efeito transitório sobre a propensão a consumir. Porém, dois testes para a independência de cross-section em painel de dados indicaram dependência estatisticamente significativa entre as observações, a 1% de probabilidade. A presença dessa característica nos dados requer, portanto, uma análise de dados que adote a segunda geração de testes de raiz unitária, desenvolvida por Bai e Ng (2004) e Bai e Ng (2010).
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André de Oliveira Baldoni

Ciências da Saúde

Farmácia
  • impacto clínico e econômico do acompanhamento farmacoterapêutico em pacientes com diabetes mellitus tipo i atendidos via judicial: um ensaio clínico randomizado
  • Introdução: O diabetes mellitus tipo 1 (DM1) é uma doença crônica de difícil manejo e controle clínico. E os estudos brasileiros evidenciam que dentre os medicamentos mais recorridos a processos de judicialização no Brasil, estão os utilizados para o tratamento do DM1, e isso tem onerado de forma expressiva o Sistema Único de Saúde (SUS), por isso novas estratégias para gerenciamento do cuidado destes pacientes precisam ser implementadas. Objetivos: Implementar, e avaliar o impacto clínico e econômico do acompanhamento farmacoterapêutico em pacientes com DM, que adquirem seus medicamentos por meio de processos judiciais. Métodos: Na primeira etapa serão validados os fluxos e protocolos a serem utilizados no ensaio clínico, e para isso será utilizada a técnica Delphi. A segunda etapa constituirá de um ensaio clínico randomizado do tipo pragmático em pacientes com DM1 que adquirem os medicamentos para o tratamento da doença por meio de processos judiciais no município de Divinópolis-MG. O grupo de intervenção (GI) receberá acompanhamento farmacêutico através de cinco consultas farmacêuticas. Os desfechos para ambos os grupos serão os parâmetros laboratoriais (hemoglobina glicada e glicemia de jejum), o número de medicamentos para o tratamento do DM e custo total da farmacoterapia do DM, antes (T1) e após (T2) a intervenção. Será realizado um sorteio aleatório para composição de ambos os grupos. Serão realizadas análises descritivas, testes de t student e x2 quadrado, além de regressão logística. As análises estatísticas serão realizadas através do programa “Statistical Package for the Social Science-SPSS 22.0”. Resultados esperados: Espera-se que a intervenção proposta possa melhorar o controle metabólico dos pacientes com DM1 e possa reduzir os custos com a aquisição de medicamentos via judicial e com a assistência em geral. Além disso, após o término do estudo científico, espera-se que os resultados forneçam subsídios para que acompanhamento farmacoterapêutico seja permanente no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Dias de Azevedo Neto

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • estratégias para o uso do peróxido de hidrogênio na aclimatação da couve de folhas ao cultivo com água salobra
  • O cultivo da couve de folhas possui grande destaque no Brasil. Entretanto, essas plantas quando cultivadas em regiões áridas e semiáridas estão constantemente submetidas a fatores que restringem o crescimento vegetal, como salinidade. A qualidade da água é de grande importância para a manutenção do metabolismo vegetal, e consequentemente, para a produção agrícola. Em regiões áridas e semiáridas a distribuição das chuvas é irregular tanto no espaço como no tempo, tornando-se um recurso cada vez mais escasso. Nestas regiões, uma alternativa para evitar a escassez hídrica durante o cultivo é o uso de águas subterrâneas, que têm sido a única fonte para irrigação. No entanto, em grande parte, essas águas apresentam altas concentrações de sais que podem afetar o rendimento das culturas. Atualmente, o peróxido de hidrogênio (H2O2) tem sido utilizadas como agentes indutores de tolerância das plantas aos diferentes estresses. Essas moléculas são formas ativas de oxigênio, que tradicionalmente foram consideradas produtos tóxicos do metabolismo aeróbico e que em altas concentrações podem induzir a morte celular programada. Entretanto, estudos recentes mostram que as plantas produzem essas espécies normalmente durante o metabolismo e que elas agem como moléculas sinalizadoras para controlar os diferentes processos celulares. Recentemente alguns trabalhos científicos descreveram algumas rotas de sinalização do H2O2 na fisiologia e bioquímica das plantas cultivadas sob condições de estresse. Porém, ainda é necessário estabelecer quais estratégias de aplicações do H2O2 são mais eficientes para mitigar os efeitos negativos da salinidade. Dessa maneira, o presente projeto pretende avaliar o efeito de diferentes estratégias de aplicação do H2O2 na aclimatação de plantas de couve de folhas ao estresse salino, avaliando principalmente as respostas fisiológicas e bioquímicas. Com uma abordagem multidisciplinar, inovadora, o projeto pretende gerar contribuições para a qualificação da pesquisa no Brasil e no mundo, na área de fisiologia, bioquímica vegetal e fitotecnia e engenharia agrícola além de contribuir na formação e treinamento de recursos humanos nessa importante área de pesquisa.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Ducati Luchessi

Ciências da Saúde

Farmácia
  • biomarcadores epigenéticos envolvido na resposta farmacológica do clopidogrel
  • O clopidogrel é um fármaco utilizado na terapia para prevenção de trombose arterial, atuando principalmente como antiagregante plaquetário em pacientes submetidos à angioplastia coronariana. Entretanto, a sua utilização apresenta certas limitações, principalmente quando é considera a presença de uma variabilidade significativa em sua resposta farmacológica. Variações estas que podem estar sendo induzidas por uma ação hepatotóxica, que por sua vez, é dependente da dose, tempo e interações com outros medicamentos. Dessa forma, considerando tanto a falta de um diagnóstico precoce que permita identificar o surgimento deste efeito adverso, como também, da lacuna existente de um conhecimento mais detalhado sobre o seu surgimento, a proposta deste estudo é investigar se mecanismos epigenéticos com base em miRNAs, podem ser úteis para o monitoramento da resposta antiagregante associada ao surgimento da hepatotoxicidade do clopidogrel decorrente de sua utilização. Além disso, os miRNAs podem representar uma importante estratégia de terapia personalizada a associadas a hepatotoxicidade a medicamentos, uma vez tendo elucidada seu mecanismo de surgimento e resposta farmacológica. Para atingir os objetivos propostos, células HepG2 serão incubadas com concentrações citotóxicas do clopidogrel e transfectadas com anti-miRNAs e miRNA miméticos seleccionados através do estudo in silico, para que o perfil de expressão dos mRNAs alvos, a efetividade da inibição da agregação plaquetária e da quantificação do metabólito ativo no sobrenadante das culturas sejam observados antes e após tratamento com anti-miRNAs/miRNA mimético. Portanto, os resultados esperados deste estudo elucidaram como os processos epigenéticos associados a ação de miRNAs podem regular os mecanismos de metabolização do clopidogrel através do monitoramento de parâmetros farmacocinéticos e farmacodinâmicos, o que poderá indicar seu potencial uso na prevenção da hepatotoxicidade relacionada ao clopidogrel e consequentemente na prevenção da trombose pós angioplastia coronariana.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022