Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alcineia Conceição Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • óxidos ternários nanoestruturados a base d e ce e fe aplicados a oxidação seletiva de hidrocarboneto
  • O projeto propõe a busca de catalisadores para a geração de valiosos produtos usados em química fina, via reações oxidação seletiva dos hidrocarbonetos. Tal proposta insere-se no contexto de síntese, caracterização e avaliação de catalisadores para conversão de hidrocarbonetos de baixo valor agregado (etilbenzeno, estireno, benzil álcool), em intermediários químicos valiosos para a indústria, através do estudo das reações de oxidação catalítica dos referidos hidrocarbonetos. De acordo com a proposta, pretende-se aumentar a seletividade de catalisadores contendo ferro e cério a benzaldeído, epóxido de estireno e ácido benzóico, bem como melhorar a resistência dos catalisadores à desativação, através de estratégias de síntese. Esta proposta insere-se no contexto do desenvolvimento científico e tecnológico do país, por possibilitar a produção de um material com perspectivas de uso em plantas industriais e fortalecer a cooperação entre pesquisadores e formar recursos humanos na área de química e engenharia química Este fato, associado àquele da equipe já ter realizado testes preliminares com a reação e, portanto, já possuir experiência no tema, permite se esperar a apropriação competitiva dos resultados num prazo de 3 anos. Há poucos trabalhos na literatura aberta que investigaram a aplicação de sólidos nanoestruturados à produção de benzaldeído, epóxido de estireno e ácido benzóico, via transformação catalítica de hidrocarbonetos (etilbenzeno, estireno, benzil álcool), dado ao desenvolvimento recente do processo. A proposta do projeto é viável e a sua execução está assegurada pela necessidade das indústrias petroquímicas em agregar valor aos hidrocarbonetos de baixo valor comercial, bem como a infra-estrutura a ser melhorada na Universidade Federal do Ceará (UFC), com a aquisição dos materiais solicitados no projeto. Adicionalmente, ressalta-se a experiência da equipe no tema do projeto e a participação de pesquisadores externos à UFC.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alcione Aparecida de Almeida Alves

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • reator de leito fixo com energia solar fotovoltaica empregado na remoção de agrotóxicos da água de abastecimento público em área rural
  • Em virtude da detecção de agrotóxicos nas águas utilizadas para o consumo humano e considerando os seus efeitos deletérios à saúde humana, o emprego de tecnologia avançada, como a adsorção em reator de leito fixo (RLF) tem contribuído para a potabilização de água no país. Na atualidade, o RLF tem sido - em alguns raros casos no país - instalado em Estação de Tratamento de Água (ETA), a qual contempla o abastecimento público área urbana, ou seja, a população e os áreas rurais que possuem contato direto com a exposição de agrotóxicos não são contemplados por esta, ou por quaisquer tecnologias capazes de remover agrotóxicos das águas de consumo. Como forma de possibilitar a aplicação da referida tecnologia e maximizar a eficiência energética durante a potabilização de água, a energia solar fotovoltaica torna-se uma alternativa promissora, quando acoplada ao RLF. Nesse contexto, o objetivo deste projeto de pesquisa consiste em construir e avaliar a potencialidade de um RLF com energia solar fotovoltaica (ESF) empregado para a remoção de agrotóxicos da água de abastecimento público em área rural. Assim, essa pesquisa será conduzida em cinco etapas distintas, correspondentes a: (i) analisar águas utilizadas para o abastecimento público rural em municípios (26 ao total) da Região das Missões no Estado do RS, para identificar a contaminação por agrotóxicos e elencar uma propriedade rural cuja a contaminação tenha sido confirmada para a instalação do RLF-ESF; (ii) validar o procedimento analítico de detecção de agrotóxicos em água de abastecimento público, por meio da Cromatografia Líquida de Alta Eficiência acoplada a Espectrofotômetro de Massa, de acordo com as exigências das aplicações analíticas de seletividade, linearidade, intervalo, precisão, exatidão, limite de detecção e limite de quantificação (iii) realizar a caracterização física, química e estrutural de um adsorvente comercial proveniente do epicarpo de babaçu (Orbignya phalerata) em comparação a um adsorvente de baixo custo e de aquisição na propriedade rural (Luffa Cylindrica), para fins de determinação do melhor custo benefício e por fim; (iv) confeccionar e avaliar a performance de um RLF com painel solar fotovoltaico acoplado a controlador e bomba e com capacidade de potabilização de até 2.000 L de água por dia. Com a associação desses resultados, pretende-se indicar parâmetros de dimensionamento de RLF para remoção de agrotóxicos de águas de consumo humano e passível de ser implantado em área rural.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alcyr Alves de Oliveira

Ciências Humanas

Psicologia
  • realidade virtual para reabilitação neurocognitva e motora na sarcopenia e na doença de parkinson
  • Nos últimos anos a população de idosos tem crescido em todas as partes do mundo. Com a melhoria das condições de saúde oferecidas mesmo em condições mínimas, os índices de mortalidade caem e com isso a sobrevivência até uma faixa etária superior aumenta. Os estudos na área da saúde de maneira geral têm focado nos prejuízos possíveis do envelhecimento, tanto cognitivos e sociais quanto físicos. Descrevendo melhor o envelhecimento é possível criar melhores condições de tratamento e intervenções mais apropriadas para suas necessidades. Com este foco, o estudo de programas de atividade física, dietária, e cognitiva para a, assim chamada, "terceira idade" têm sido traduzidas como aplicações de novas tecnologias para a manutenção da saúde física e mental. O emprego de realidade virtual imersiva tem sido um dos avanços recentes mais óbvios para a reabilitação de pacientes com dificuldades motoras e, principalmente, psicológicas. Sendo um tipo de tecnologia que explora o efeito perceptual de imersão visual, a realidade virtual permite a construção de ambientes para o desenvolvimento de tarefas, treinamento e aprendizagem de atividades específicas para diferentes tipos de condições. Neste estudo serão disponibilizados ambientes virtuais criados especificamente para pacientes com dois tipos de dificuldade motoras: sarcopenia e doença de Parkinson. O foco do estudo será observar as possíveis alterações cognitivas e motoras produzidas por treinamentos nestes ambientes virtuais.
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alda Cristina Silva da Costa

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • mídia e violência: percepções e representações na amazônia
  • O projeto “Mídia e Violência: percepções e representações na Amazônia” integra um conjunto de pesquisas que tem como finalidade compreender como as pessoas percebem ou ‘consomem’ as narrativas de violência produzidas pelos jornais impressos, programas televisivos de caráter popular ou policial e pelas mídias sociais na Internet na Amazônia. Constata-se que nas narrativas midiáticas construídas há uma exposição demasiada de um discurso imagético negativo, com apelo ao sangue e à morte, esgarçamento da ética, cristalização de uma cultura do medo ou da violência, rótulos, estigmatizações e uma relação de tensão entre sujeitos e instituições. Nesse processo, as narrativas da mídia impressa misturam o factual com o ficcional e através do medo, constroem a ideia compartilhada segundo a qual “o bandido bom é o bandido morto” e que é necessária a intervenção policialesca do Estado, sem permitir a discussão ou reflexão sobre a violência que ocorre na sociedade amazônica. Do mesmo modo, nos programas televisivos é comum ouvir o enunciado “cidade de bem” ou “sociedade de bem”, repetido várias vezes pelos apresentadores dos programas de caráter popular, assim como por policiais. Esse enunciado prefigura uma construção ideal, em que tal construção enunciativa se fundamenta sobre o desejo social de proteção fossilizada no cotidiano paraense dos indivíduos que buscam a segurança por suas propriedades: bens materiais em si e a vida. Os programas utilizam com frequência a categorização idealizante de uma sociedade considerada “sociedade de bem”, em oposição a uma outra, implicitamente construída por enunciados narrativos como sociedade do mal. Assim, essa representação pode intervir de forma conflitual, ou seja, “é indício de um conflito de apreensões, impossível de ser decidido a não ser pela imposição de um ponto de vista único”, conforme escreve Michaud (1978, p.89), ao discutir a noção de violência. O referido projeto de pesquisa objetiva ouvir os sujeitos que ‘consomem’ diariamente as narrativas de violência. Para isso, pretende-se trabalhar com os seguintes atores sociais: os que sofreram diretamente atos violentos, representados pelos integrantes do Movimento pela Vida (Movida); e os receptores dessas narrativas midiáticas de violência, tanto impressas quanto televisivas em Belém (PA), Manaus (AM) e Amapá (AP). O objetivo do projeto é compreender as percepções, representações, usos e apropriações feitos pelos receptores do conteúdo das mídias, considerando que não estão no processo de produção e difusão das narrativas de violência, mas representam, no caso do receptor, a dimensão de repercussão social e simbólica dessas narrativas; no caso das vítimas, que são consideradas fontes periféricas de informação pela mídia, representam os indivíduos afetados pelo fenômeno da violência urbana, que podem dizer mais sobre a realidade do que cabe nas aspas e entrevistas da mídia na Amazônia. As percepções da violência do ponto de vista do fenômeno e da representação guiam nosso olhar para as questões que compõem tanto o cenário midiático da Amazônia quanto a ocorrência da violência na região. Analisamos cenários que se interceptam majoritariamente nos espaços urbanos, em que pesem ligações arquetípicas sobre a região Norte e a Amazônia, cujas construções conduzam a pensar a violência somente a partir dos conflitos agrários, ignorando as mazelas sofridas pela expansão urbana. Trabalhamos assim, com uma Amazônia que requer olhares diferenciados porque, mesmo do ponto de vista do local, apresenta heterogeneidades que se manifestam em contextos, nos quais se devem considerar as especificidades dos fenômenos socioculturais em intersecção com os fenômenos midiáticos. Por isso o nosso olhar vai além de Belém, capital do estado do Pará, e abarca Manaus, capital do Amazonas, e Macapá, capital do Amapá; ampliando a compreensão sobre as relações estabelecidas entre mídia e violência, e sobre as percepções das pessoas que integram esse território. Nas pesquisas que envolvem a mídia e os processos sociais é necessário conciliar metodologias, considerando que se identifica, por um lado, vários elementos na construção narrativa, entre eles, visuais, textuais e imagéticos; e por outro, do ponto de vista do receptor, uma variedade de possibilidades nas percepções e nos usos dessas narrativas, exigindo assim que o pesquisador selecione procedimentos metodológicos apropriados na análise dos produtos e recepção midiáticos. Utilizaremos como procedimentos metodológicos as seguintes técnicas de pesquisa: pesquisa bibliográfica, análise de enquadramento, cartografia das vítimas e entrevista em profundidade. As escolhas foram feita em conformidade com o caráter da investigação. Na busca de compreender os aspectos da violência urbana de forma ampla, partimos da noção de “campo problemático” e de “problemas públicos e sociais” (QUÉRÉ. 2005; 2011), em que o crime, as falhas de segurança pública, a consolidação de um ‘industrialismo jornalístico’ de narrativas de violência, entre outros, podem ser compreendidos como “situações problemáticas”. Assim, do cenário que emerge desse campo, podemos inferir haver condicionamentos sociais, culturais e especificamente midiáticos, que devem ser levados em consideração na reflexão sobre mídia e violência na Amazônia. Além disso, essa necessidade nos impele a considerar a profusão de narrativas, bem como a pluralidade e difusão das experiências dos receptores, considerando a inserção dos sujeitos em contextos complexos da vida social. Por meio do estudo dessas práticas em contextos diferentes dentro da Amazônia, temos a possibilidade de compreender as similaridades e distanciamentos, bem como de olhar para diferentes realidades do país, que têm permanecido à margem de uma problematização sobre fenômenos de subjetividade social.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Aldair da Silva Guterres

Ciências da Saúde

Nutrição
  • enfrentamento e controle da obesidade no âmbito do sus no estado do pará
  • A Atenção Básica de Saúde para a abordagem do paciente com obesidade tem como objetivo desenvolver um conjunto de ações para promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação, oferecendo respostas as necessidades dos pacientes dando resolutividade aos problemas de saúde com alto conhecimento, mais baixa densidade de equipamentos, usando de todos os preceitos de funcionamento do SUS. No entanto, percebe-se a necessidade de uma rede muito mais complexa de saberes, serviço e instituições para elucidar os problemas de saúde mais prevalentes da sociedade. Esta proposta tem por objetivo construir uma rede interinstitucional de combate à obesidade no estado do Pará para subsidiar a PNAN nas três esferas do governo, nos três níveis do SUS e no tripé da Universidade de ensino, pesquisa e extensão.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 30/11/2018-31/03/2021
Foto de perfil

Aldemir Aparecido Cavalini Junior

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • análise do comportamento dinâmico e atenuação de vibrações de máquinas rotativas suportadas por mancais hidrodinâmicos
  • Existem diversas aplicações onde máquinas rotativas suportadas por mancais hidro-dinâmicos operam em altas velocidades, como é o caso de turbinas a vapor. Estes rotores comumente atraves-sam velocidades críticas durante procedimentos de partida ou parada, levando o sistema a amplitudes de vibração indesejáveis. Nestas condições, a ocorrência de falhas catastróficas causadas pela propagação de trincas é intensificada. Assim sendo, nos últimos anos, um esforço significativo vêm sendo dedicado ao desenvolvimento e aperfeiçoamento de mecanismos capazes de atenuar as vibrações indesejáveis de rotores. As técnicas de controle semiativas representam uma alternativa interessante. Os amortecedores dotados de fluído magnetoreológico são um exemplo de sistema semiativo, onde o amortecimento através da variação da sua viscosidade a partir da aplicação de um campo magnético. Neste contexto, este projeto de pesquisa visa a compreensão e a investigação dos fenômenos dinâmicos associados a máquinas rotativas suportadas por mancais hidrodinâmicos, equipadas com amortecedores de fluído magnetoreológico para a atenuação e controle de vibrações indesejadas.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aldenir Feitosa dos Santos

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • feira de ciências do estado de alagoas: integrando ensino e pesquisa
  • Na educação atual, apesar das propostas destinadas à prática de ensino pedagógico, como a interdisciplinaridade, é comum ver nas escolas, um ensino meramente baseado em métodos sistemáticos e disciplinares, geralmente limitando-se aos livros didáticos e a fala majoritária do professor, sem que haja uma participação ativa do aluno no processo de ensino e aprendizagem. Nesta perspectiva, promover a prática científica no processo de ensino e aprendizagem, induzindo o compartilhamento de conhecimento científico, por meio da realização de eventos científicos gratuitos, como feiras de ciências e mostras científicas, que oportunizam a observação, o questionamento e a compreensão da realidade social, é fundamental para a formação educacional do aluno e para a popularização da ciência. Dentro deste contexto, a proposta deste projeto de Feira de Ciências do Estado de Alagoas – FECEAL/Cesmac, tem como objetivo promover o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação no Estado de Alagoas, através da valoração de ações de comunicação da Ciência que estimulem a implementação de práticas interdisciplinares promotoras de interação com o público e, a interiorização de ações de popularização da Ciência. Para alcançar os referidos objetivos serão realizadas atividades que promoverão de forma lúdica, criativa e contextualizada, a integração entre alunos, professores e pesquisadores do ensino superior e das escolas, juntamente com a sociedade como um todo. O projeto foi dividido em 5 etapas distribuídas entre instituições de ensino superior, básico e técnico do estado de Alagoas, inseridas nos municípios de Arapiraca, Belém Coruripe, Feira Grande, Maceió, Major Isidoro, Palmeira dos Índios, Piaçabuçu, Pilar, Satuba, São Sebastião, Santana do Ipanema, Tanque D’arca e Taquarana, representativos das regiões da Zona da Mata, Agreste e Sertão. Como instituições de ensino superior fará parte da proposta o Centro Universitário Cesmac (campus Maceió e Palmeira dos Índios) e a Universidade Estadual de Alagoas – UNEAL (campus Arapiraca e Santana do Ipanema). Como instituições de ensino básico e /ou técnico fará parte da proposta o Instituto Federal de Alagoas – IFAL (campus Maceió, Satuba e Coruripe), e 22 escolas públicas municipais e estaduais, sendo 6 em Arapiraca, 1 em Belém, 1 em Feira Grande, 5 em Maceió, 1 Major Isidoro, 1 em Palmeira dos Índios, 1 em Piaçabuçu, 1 em Pilar, 2 em Santana do Ipanema, 1 em São Sebastião, 1 em Tanque D’arca e 1 em Taquarana. As etapas para presente proposta se dividem em: Etapa 1. Preparar os graduandos do Cesmac e da UNEAL para atuarem como agentes multiplicadores da importância da pesquisa no aprendizado de Ciências e na formação do indivíduo, contribuindo com a formação continuada do professor da escola, para que o mesmo também possa atuar, nas escolas, como agente multiplicador da importância da pesquisa no Ensino Básico – EB; Etapa 2. Incentivar a pesquisa nas escolas de ensino básico e técnico através da implementação de ações que favoreçam a integração de ensino e pesquisa, ao mesmo tempo estimulando as práticas interdisciplinares promotoras de interação com o público; Etapa 3. Promover eventos e ações de popularização da Ciência que estimulem a curiosidade científica e o pensamento crítico, contribuindo para a divulgação do conhecimento, considerando as especificidades locais, com o intuito de estimular trabalhos e projetos inovadores das escolas (produtos de pesquisa dos escolares sob tutela dos graduandos) e das IES envolvidas na proposta da FACEAL-Cesmac; Etapa 4. Proporcionar para os escolares a vivência no Centro Universitário Cesmac e na UNEAL, com o desenvolvimento dos projetos de Iniciação Científica Júnior - ICJ e realizações de incursões nos espaços das IES, para estimular às ações de pesquisa nas escolas como ferramenta metodológica para o ensino de ciências e Etapa 5. Promover a implementação das bolsas ICJ bem como o acompanhamento dos projetos. Os eventos científicos serão de livre participação para as escolas das redes pública do Estado e dos municípios e para a sociedade. Alunos e professores do ensino fundamental, médio e técnico, de escolas públicas da rede pública poderão se inscrever para a apresentação de trabalhos e participação nas demais atividades contempladas neste projeto. O evento será amplamente divulgado por meio físico e pelas redes virtuais, para que contemplar o maior público possível. Como resultados esperados pela presente proposta, espera-se que possam ocorrer interações e trocas de experiências entre os alunos das escolas de ensino básico e/ou tecnológico de Alagoas e os alunos do Centro Universitário Cesmac e UNEAL e como consequência dessa proposta, vislumbra-se que a Ciência, Inovação e Tecnologia no estado de Alagoas possa alcançar novos patamares de crescimento, favorecendo o contato direto com a sociedade civil com jovens talentos, para aumentar a divulgação de ideias e valorar a importância da pesquisa científica e suas aplicações.
  • Centro Universitário CESMAC - AL - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Aldiéris Alves Pesqueira

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito de diferentes protocolos de polimento e repolimento de consultório (intra-oral) nas propriedades físicas-químicas, mecânicas e biológicas (formação de biofilme) de cerâmica para o sistema cad/cam após simulação in vitro de 3 e 6 anos de uso clínico
  • O melhor método para atingir uma superfície lisa das cerâmicas odontológicas é uma questão de controvérsia, devido à falta de um protocolo estabelecido na literatura. Atualmente, há o questionamento se os kits de polimento para consultório resultam em um acabamento e polimento superior ou semelhante ao obtido com o glaze, sendo esta questão de suma importância. Principalmente para restaurações realizadas por meio do sistema CAD/CAM em consultório, onde cirurgião-dentista fica encarregado do acabamento final e polimento das mesmas, que pode ser realizado antes e após a cimentação. Dessa forma, o presente estudo terá como objetivo avaliar as características físicas, químicas, mecânicas e biológicas (formação de biofilme) da cerâmica de dissilicato de lítio para sistema CAD/CAM, submetida a diferentes protocolos de polimento e após diferentes ciclos de envelhecimento térmico com e sem repolimento. Serão confeccionados 204 espécimes de dimensões 14x4x1,2mm para os ensaios físico-mecânicos e 63 espécimes de dimensões 10x10x1,5mm para os ensaios biológicos, divididos em 07 grupos de acordo com os polimentos realizados em suas superfícies e ciclos de ciclagem térmica (CT). Três sistemas de polimento serão avaliados: (Glaze, Kit de polimento Ceramisté (Shofu) e Kit de polimento OptraFine (Ivoclar)); envelhecidos por meio de diferentes testes: T0 - armazenamento em água destilada por 24 horas (Controle); T1 - após 21.900 ciclos de 5 e 55oC por 30 segundos de CT; T2 - após 43.800 ciclos de CT e T3 - após 21.900 ciclos de CT + repolimento dos espécimes + 21.900 ciclos de CT. Serão consideradas 7 variáveis de resposta: (1) topografia superficial, (2) resistência flexural, (3) módulo de elasticidade, (4) quantificação de células cultiváveis (CFUs) do biofilme, (5) quantificação de biomassa total (CV) do biofilme, (6) atividade metabólica das células do biofilme (XTT) e (7) estrutura do biofilme (MEV). Os dados quantitativos serão submetidos à análise estatística mais apropriada com nível de significância de 5%.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aldina Maria Prado Barral

Ciências da Saúde

Medicina
  • identificação de biomarcadores e desenvolvimento de teste molecular de prognóstico para artropatia crônica pós-chikungunya.
  • A doença Chikungunya (CHIKD) é uma infecção causada por um alfavirus artritogênico, transmitido pelo Aedes aegypti, com alta capacidade de expansão geográfica e potencial de causar epidemias em larga escala. O Brasil vem notificando números crescentes da doença, que caracteriza-se como bifásica, com sintomas agudos de febre, artralgia, edema articular que podem evoluir para reumatismo inflamatório (semelhante a artrite reumatóide) e manifestações musculoesqueléticas crônicas em cerca de 14,4 a 87,2%. Na fase crônica, que pode durar anos, a artralgia incapacitante e o agravamento de doenças de base aumentam a demanda por assistência à saúde e os custos com absenteismo, causando impacto social e econômico significativo. Sugere-se que idade avançada, presença de artropatia prévia e comorbidades podem aumentar o risco de cronicidade. Entretanto, não se conhecem marcadores de progressão ou de resolução da doença, o que dificulta as ações preventivas de saúde, vigilância e o manejo clínico. Nesse estudo, pretendemos identificar e validar um painel de biomarcadores de prognóstico da CHIKD. Serão avaliados dados clínicos e amostras previamente obtidos de pacientes da Bahia e do Ceará com PCR positivo para CHIKV e PCR ou sorologia negativas para DENV e ZIKAV, além de 10 voluntários normais. Após 12 meses do início dos sintomas, será realizada avaliação clínica e classificação dos casos em: A - artopatia crônica pós- CHIKD, e B - resolução da doença. O estudo será realizado em duas fases. Na Fase 1. Seleção dos biomarcadores. A partir da coorte de 49 pacientes da Bahia serão selecionados 20 casos classificados como A e 20 com características de B. Examinaremos no soro a presença de proteínas marcadoras de doença reumatológica crônica (auto-anticorpos e complemento). Também avaliaremos por RNAsec do sangue total, a presença transcritos relacionados a resposta imune. Após análise de bioinformatica, será identificada uma assinatura molecular da artropatia crônica pós-CHIKD. Fase 2. Validação dos biomarcadores. O painel identificado na fase 1 será validado na coorte de 27 pacientes do Ceará, onde serão selecionados 10 casos classificados como A e 10 como B. Proteínas e RNA serão quantificados por ELISA e RT-qPCR, respectivamente. Será então proposto um protótipo do kit de prognóstico de CHIKD baseado no painel de biomarcadores validados, com análise de potencial tecnológico e econômico. A obtenção desse produto preencherá uma lacuna na avaliação laboratorial dos casos de CHIKD. A identificação precoce dos casos de CHIKD que irão necessitar de atendimento especializado por longos períodos permitirá traçar estratégias para cuidado médico e adequar as politicas de saúde para uma demanda conhecida, reduzindo o impacto da CHIKD sobre o sistema de saúde.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 30/11/2017-30/11/2020
Foto de perfil

Aldina Maria Prado Barral

Ciências Biológicas

Imunologia
  • a resposta do hospedeiro na expressão gênica dos leucócitos sanguíneos periféricos para o diagnóstico etiológico de crianças com pneumonia adquirida na comunidade
  • Com os objetivos de comparar o perfil da expressão gênica nos leucócitos com os resultados de testes para investigação etiológica para infecção causada por vírus respiratórios e bactérias em pacientes com pneumonia adquirida na comunidade (PAC), descrever o perfil de expressão gênica nos leucócitos em pacientes com PAC agrupados por tipo de etiologia em apenas infecção bacteriana, apenas infecção viral ou co-infecção bacteriana e viral, descrever o perfil de expressão gênica nos leucócitos de pacientes com infecção causada por bactérias típicas, bactérias atípicas ou ambos tipos de bactérias, descrever o perfil de expressão gênica nos leucócitos de pacientes com infecção por cada um dos 22 patógenos investigados, agrupando os casos em infecção por um único patógeno ou co-infecção por mais de um patógeno, avaliar o incremento do diagnóstico etiológico em se determinando o perfil de expressão gênica nos leucócitos e estimar a freqüência de antibiótico que pode deixar de ser utilizado em se utilizando o perfil de expressão gênica na investigação desses casos, está sendo conduzido esse estudo que avaliou prospectivamente 820 casos de PAC não hospitalizados no Centro Pediátrico Professor Hosannah de Oliveira, da Universidade Federal da Bahia, em Salvador, Bahia, integrantes do ensaio clínico registrado no www.clinicaltrial.gov sob o código NCT01200706. Foram utilizados como critério de inclusão: idade entre 2 meses e 59 meses, diagnóstico radiológico de pneumonia na avaliação do pediatra assistente, consentimento livre e esclarecido por escrito, pelo representante legal. Todas as crianças eleitas tiveram coletados dados de história clínica e exame físico, de forma padronizada, tendo sido os mesmos registrados em formulários fechados definidos previamente. No recrutamento foram coletadas amostras de secreção nasofaríngea e sangue. As crianças foram seguidas por telefone até o 5º. dia de evolução e foram reavaliadas no ambulatório no 14º. dia de seguimento, quando nova amostra sanguínea. Foram realizados testes laboratoriais para investigar infecção por 16 vírus respiratórios e 6 bactérias. As amostras de sangue coletadas no recrutamento e estocadas em freezer a -20oC terão a determinação do perfil de expressão gênica nos leucócitos sanguíneos por técnica de micro-arranjo. Entre 1 e 3 ml de sangue periférico foi coletado em tubo Tempus (Applied Biosystems) e armazenados em freezer com temperatura -20oC, no Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz, Fundação Oswaldo Cruz, Salvador, Brasil. As amostras serão transportadas por transportadora especializada para a cidade de Columbus, no estado de Ohio, nos Estados Unidos da América. No laboratório do Nationwide Children's Hospital, o RNA do sangue total será processado e hibridizado com Illumina humana WG-6 v3, sendo a leitura processada no Illumina Beadstation 500. O programa de computador Illumina BeadStudio/GenomeStudio será usado para extrair a intensidade dos sinais de cada amostra. Todos os valores de intensidade de sinal inferiores a 10 unidades fluorescentes serão igualados a 10. A seguir, normalização por gene será realizada dividindo a intensidade do sinal de cada probe em cada amostra pela mediana da intensidade para o respectivo probe considerando a mediana de cada grupo controle. Foram identificados 90 casos com etiologia determinada para terem a determinação do perfil de expressão gênica nos leucócitos sanguíneos realizada. Para a análise descritiva, serão calculadas as medidas de frequência, tendência central e dispersão com os respectivos intervalos de confiança de 95%. Para comparação entre grupos pré-definidos, será utilizado o programa de computador GeneSpring para realizar os testes de Mann-Whitney U ou Kruskal-Wallis, seguido do teste de correção múltipla Benjamini-Hochberg. Para o agrupamento hierárquico dos genes, será utilizada a medida de correlação de similaridade de Pearson. Análises funcionais serão realizadas utilizando análise modular. Este é um sistema de escala para análise de micro-arranjos que tem identificado módulos transcripcionais formados por genes expressados de forma coordenada em múltiplas doenças, assim permitindo a interpretação funcional dos dados de micro-arranjos dentro do contexto biológico. A correção de Bonferroni será utilizada nas comparações múltiplas que serão realizadas. Para o cálculo do tamanho da amostra, as melhores práticas no campo de micro-arranjos recomendam a utilização de pelo menos 2 grupos independentes de amostras para validar os perfis que serão encontrados. Em estudos prévios conduzidos em indivíduos com infecções agudas, resultados robustos foram obtidos em se utilizando entre 20-30 participantes para cada uma das fases de treinamento e de realização dos testes.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020